Justiça no Maranhão determina Lockdown na Ilha de São Luís a partir da próxima terça-feira (5)

 

JuizDouglasMartins
Juiz Douglas de Melo Martins (Vara de Direitos Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha de São Luís)/Foto: Reprodução

O juiz Douglas de Melo Martins da Vara de Direitos Difusos e Coletivos, atendendo pedido do Ministério Público do Maranhão determinou lockdown na Grande Ilha de São Luís, a medida terá inicialmente prazo de 10 dias e começará a partir da próxima terça-feira (5), e provocará com exceção das essências todas as outras as atividades.

“A determina do lockdown na Ilha de São Luís se dar em função do iminente risco de colapso demonstrado pelos meios de comunicação e as autoridades de ontem para cá. Então para evitar o que está acontecendo no Rio de janeiro, Manaus e Belém onde corpos estão sendo amontoados em cemitérios adotamos a providência. O lockdown é recomendado pela OMS em situações graves como esta onde o sistema de saúde tá no limite como estamos estamos vivendo nesse momento”, justificou Douglas de Melo.

lockdownLogo após a divulgação da decisão da Justição sobre o lockdown, nas redes sociais o governador Flávio Dino anunciou para amanhã uma entrevista coletiva para comentar a decisão da Vara de Diretos Difusos e Coletivos da Ilha de São Luís.

Esta é a primeira determinação de lockdown no país por causa da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus. A decisão atendeu pedido dos promotores de Saúde dos Municípios de São Luís, Raposa, São de José de Ribamar e Paço do Lumiar.

A providência tem como objetivo barrar o avanço da pandemia na região metropolitana de São Luís, onde as unidades de saúde estão quase em colapso e os quatro municípios concentram cerca de 90% dos casos registrados no Estado.

LEIA AQUI A DECISÃO

Eliziane Gama sugere utilização dos CRAS e CREAS para que ‘invisíveis’ recebam o auxílio de R$ 600

 

imagem_materia
Senador Eliziane Gama (Cidadania-MA)/Fodo: Reprodução

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) está sugerindo ao governo Bolsonaro, a utilização dos CRAS e CREAS para que os milhões de ‘invisíveis’ que estão esperando o benefício de R$ 600, destinados em razão da crise do coronavírus, possam finalmente serem localizados e recebam o dinheiro.

“Milhões de brasileiros sem CPF, celular e até endereço precisam urgentemente do auxílio de 600 reais, aprovado pelo Congresso. O momento pede parceria entre União e municípios p/ resolver esse drama. Os CRAS, CREAS e Centros Pop podem ajudar na busca ativa dos mais necessitados (..) Dos 123 bilhões disponibilizados pelo Congresso, apenas 32 bilhões chegaram aos mais necessitados. Há milhões de brasileiros fora dos cadastros oficiais do governo. É urgente um trabalho conjunto c/ a Rede Suas e os munícípios p/ chegar aos cidadãos “invisíveis”. A fome ñ espera”, cobrou Eliziane.

Foi preciso a pandemia para descobrirem que existem quase 50 milhões de pessoas no país que não existem nos dados do governo, o que representa algo entorno de 25% da população. Eles se cadastraram para receberem o auxílio de R$ 600, mas ainda não conseguiram.

Rua Grande em São Luís será bloqueada nesta quinta-feira (30)

 

rua-grande-sao-luis
Foto: Reprodução

rua grande

O Ministério da Saúde registrou 78.162 casos de coronavírus e 5.466 mortes no Brasil até nesta quarta-feira (29), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país.

Nas últimas 24 horas, foram 6.276 casos novos e 449 novos óbitos. Dos 78.162 casos confirmados atualmente, 34.132 estão recuperados (44%) e 38.564 estão em acompanhamento.

Existem ainda 1.452 óbitos que estão em investigação. Os dados foram apresentados pelo ministro da Saúde, Nelson Teich, durante audiência por videoconferência do Senado Federal na tarde desta quarta-feira (29).

Atualmente, todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 26.158 casos e 2.247 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 8.869 casos e 794 óbitos. O estado que registra menos notificações é Tocantins, com 116 registros e três mortes.

No Maranhão, segundo os dados divulgados nesta terça-feira (29), pela Secretaria de Saúde do Estado foram os números de pessoas contaminadas subiu para 3.190 e 184 óbitos.

“Navegamos às cegas.., não sei e nem ninguém quando será o pico”, Nelson Teich sobre Covid-19

 

15739944-high-768x512
Ministro da Saúde, Nelson Teich/Foto: Reprodução

Nelson Teich, em videoconferência com senadores, foi provocado a se posicionar sobre o isolamento social em meio à pandemia da Covid-19.

O ministro da Saúde admitiu que estamos navegando às cegas.

“A gente não sabe qual o percentual da sociedade está comprometido pela doença. Você não sabe se essas pessoas transmitem tanto quanto as que estão mais graves. Os testes que a gente faz hoje não permitem a gente saber essa realidade. Sem esse conhecimento, você literalmente está navegando às cegas. Essa que é a grande verdade.”

“O isolamento é porque você não sabe o que fazer. A única coisa que você sabe é que o distanciamento diminui o contágio.”

Teich também quis lembrar que não há garantia de que os pacientes curados ficam imunes à doença.

“A complexidade é enorme para você analisar.”

Ele continuou:

“Quando vai ser o pico? Não sei e ninguém sabe.”

(O Antagonista)

Flávio Dino cobra Nelson Teich respiradores, solução para filas e leitos no Hopital Universitário

 

ReuniãoOs governadores do Nordeste participaram de reunião nesta terça-feira (29), através de videoconferência, com o ministro da Saúde, Nelson Teich, onde trataram da pandemia do novo coronavírus. Logo após a reunião o governador do Maranhão, Flávio Dino, informou que sugeriu medidas, que segundo ele, ajudará muito.

“Finalizamos agora mais uma reunião dos governadores do Nordeste com o ministro da Saúde. Fiz 3 sugestões ao Ministério: 1) Comprar mais respiradores. 2) Banco Central obrigar bancos a organizarem suas filas. 3) Ampliação de leitos no Hospital da Universidade Federal do Maranhão” destacou Flávio Dino

Na reunião, o governador reforçou a necessidade de ampliação de leitos por parte da EBSERH (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares). No Maranhão, a empresa administra o Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão.

“O HU da UFMA tem grande importância em nosso estado, é um complexo hospitalar que pode ajudar muito e tem ajudado muito pouco nas últimas semanas. Nós já temos 2.800 casos no Maranhão. Pedimos que a EBSERH providencie o pleno funcionamento ou disponibilize a estrutura para o Governo do Estado para utilizarmos e montarmos leitos”, solicitou o governador.

Ele também chamou atenção para o problema do pagamento do Auxílio Emergencial, que tem formado longas filas nas portas das agências da Caixa Econômica Federal, facilitando o contágio da população pelo vírus.

“A fila da Caixa virou problema sanitário gravíssimo. Lembro que a CAIXA é órgão do Governo Federal e objeto de fiscalização mediante Banco Central. Temos feito fiscalização no âmbito estadual, por meio do Procon e da nossa Vigilância Sanitária, e temos imposto sucessivas multas. Os bancos têm sido autênticos polos de irradiação do coronavírus em praticamente todas as cidades brasileiras”, argumentou o governador.

O governador Flávio Dino pediu, ainda, que o Ministério da Saúde complemente os 20 leitos de UTI que o Estado recebeu essa semana. Na entrega, faltaram os respiradores.

“Tivemos compromisso do Ministério para recebimento de 20 leitos de UTI. Nós recebemos a maior parte dos equipamentos, menos os respiradores relativos aos 20 kits recebidos. Solicitamos que dos 20 kits já entregues sejam completados com entrega dos respiradores”, requisitou.

STF suspende nomeação do amigo da família Bolsonaro para Direção da Polícia Federal

 

ramagem-carlos
Foto: Reprodução

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem para a diretoria-geral da Polícia Federal.

“Diante de todo o exposto, nos termos do artigo 7º, inciso III da Lei 12.016/2016, DEFIRO A MEDIDA LIMINAR para suspender a eficácia do Decreto de 27/4/2020 (DOU de 28/4/2020, Seção 2, p. 1) no que se refere à nomeação e posse de Alexandre Ramagem Rodrigues para o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal”, diz trecho do despacho

Ramagem, que é amigo da família Bolsonaro, foi escolhido pelo presidente da República para chefiar a PF, em substituição a Maurício Valeixo.

A demissão de Valeixo por Bolsonro levou à saída do então ministro da Justiça Sergio Moro, que acusa o presidente de tentar interferir politicamente na Polícia Federal.

(Informação G1)

Maranhão recebe mais 104 respiradores para equipar leitos hospitalares

 

EWxQAUbXgAIhF1C

“Nesta madrugada, recebemos mais 104 respiradores para equipar leitos hospitalares. Grande esforço do Maranhão para ampliação de vagas na rede estadual. Temos feito e vamos continuar a fazer. Porém, mais uma vez, reitero a importância da adoção das medidas preventivas por todos”, informou o governador Flávio Dino.

Nelson Teich vai ao Congresso após declaração polêmica e cruel de Bolsonaro

 

Nelson Teich
Foto: Reprodução

Um dia após o Brasil superar a China, em número mortos pelo novo coronavírus e o presidente dá a sua pior declaração durante a Pandemia, o novo ministro da Saúde, Nelson Teich enfrenta nesta quarta-feira, 29, o Congresso Nacional.

O ministro será interrogado e questionado pelos senadores sobre ações que estão sendo adotadas para enfrentar a crise sanitária e o socorro aos estados, o Distrito Federal e os municípios no combate à covid-19.

Nelson Teich terá que apresentar resultados e ações objetivas no Congresso, sob pena de de sua presença na sabatina aumentar os problemas do governo, principalmente após o presidente Bolsonaro, ao ser questionado pelas mortes por coronavírus, responder:  “E daí? Lamento. Quer que faça o que? Sou Messias, mas não faço milagre”. 

Ontem o Brasil bateu recorde mortes diárias pela covid-19, 474, o país passou a China em número de vítimas fatais, 5.017.

Confirmado primeiro caso do novo coronavírus em São Luís Gonzaga

 

São_Luís_Gonzaga

 

IMG-20200428-WA0091O município de São Luís Gonzaga do Maranhão teve nesta terça–feira (28), o primeiro caso confirmado do novo coronavírus. A pessoa com testagem positiva para Covid-19 é homem de 59 anos, ele está em casa em observação de profissionais na área da área de saúde.

A secretária de Saúde do Município, Socorro Martins, confirmou o caso através de um vídeo nas redes sociais e reforçou o apelo para que as pessoas adotam medidas de prevenção.

Na Região do Médio Mearim outros municípios além de São Luís Gonzaga também já apresentaram confirmações de casos como: Bacabal (29), Pedreiras (5), e Trizidela do Vale (3).

Covid-19: Brasil registra 474 mortes em 24h, e com 5.017 mortos superando a China

 

WhatsApp-Image-2020-03-24-at-18.10.13-1

O Brasil bateu um triste novo record em número de mortos vítimas do novo coronavírus. Nas ultimas 24h, segundo o próprio Ministério da Saúde houve 474 novas mortes. O número de notificações neste mesmo período também teve um aumento expressivo.

Desde a atualização feita na última segunda-feira (27) pelo Ministério da Saúde ocorreram 5.385 novas notificações.

O Brasil ultrapassou a marco dos 71 mil casos de infectados pela doença. Ao todo, são 71.886 diagnosticados por covid-19  e 5.017 mortes.

Atualmente, todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 24.041 casos e 2.049 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 8.504 casos e 738 óbitos. O estado que no momento registra menos notificações é Tocantins, com 79 casos e duas mortes.

atualização-28.4