Delação de Dario Messer contra Globo une Bolsonaristas e petistas

 

print (1)

A declaração do doleiro Dario Messer, em delação premiada, de que mandava um funcionário de duas a três vezes por mês à sede da TV Globo, no Rio, para entregar dólares à família Marinho uniu petistas e bolsonaristas nos ataques à emissora carioca.

O depoimento foi divulgado pela revista Veja. Conhecido como o “doleiro dos doleiros”, pelo valor que movimentava, Messer afirmou que repassava de US$ 50 mil a US$ 300 mil desde 1990 para filhos de Roberto Marinho.

A família negou conhecer o doleiro e ter se valido desse tipo de prática. O presidente Jair Bolsonaro foi ao Twitter e fez uma estimativa de que a Globo teria recebido do doleiro mais de R$ 1,7 bilhões em 30 anos. O assunto virou um dos mais comentados nas redes, unindo tanto apoiadores de Bolsonaro quanto do ex-presidente Lula, também críticos à maior emissora do país.

Messer afirmou que entregava dólares no Brasil e os Marinho repassavam para ele através de contas no exterior, que seriam comandadas por Celso Barizon, gerente de uma conta dos Marinho no Banco Safra.

Segundo o doleiro, os destinatários dos repasses eram os irmãos Roberto Irineu (presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo) e João Roberto Marinho (vice-presidente do Grupo Globo). Messer não apresentou prova de suas declarações.

A Globo negou qualquer envolvimento com o doleiro. “A respeito de notícias divulgadas sobre a delação de Dario Messer, vimos esclarecer que Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho não têm nem nunca tiveram contas não declaradas às autoridades brasileiras”, afirmou o grupo.

Para diminuir a punição, Messer aceitou devolver R$ 1 bilhão aos cofres públicos. O maior valor já negociado em uma delação premiada no país. Deputados petistas também foram às redes para criticar a Globo, que, segundo eles, encampou discursos de delatores sem provas contra o ex-presidente Lula para condená-lo na Justiça. Um deles foi o deputado Rogério Correia (PT-MG). (Informações Congresso em Foco)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s