Não faz sentido.., que reconhecer direitos de Lula “prejudicam a Lava Jato”, diz Dino

O governador e ex-juiz federal, Flávio Dino (PCdoB), comentou nesta quinta-feira, dia 15, a importância do julgamento no STF das ilegalidades praticadas contra o ex-presidente Lula.

“Muito importante que o STF esteja julgando múltiplas ilegalidades perpetradas contra o ex-presidente Lula. Óbvias incompetência e suspeição do juiz, por parcialidade no caso concreto. Outros processos legítimos por corrupção, contra outros réus, podem e devem continuar (..) Não faz sentido o argumento de que reconhecer os direitos do presidente Lula “prejudicam a Lava Jato”. Tal “operação” não pode ser canonizada e ser intocável. Acertos e erros devem ser reconhecidos. As leis não podem deixar de ser aplicadas por argumentos puramente políticos”, pontuou Dino.

O pleno do STF julga hoje a anulação dos processos contra Lula no âmbito da Lava-Jato em Curitiba, que já havia sido descido na 2ª turma, mas que ontem os ministros decidiram levar ao plenário.

Um dos mais contundente críticos da condução dos processos contra Lula em Curitiba, o governador Flávio Dino, sempre contestou e questionou a competência de Moro e Deltan nas investigações e julgamentos dos casos envolvendo o petista.

PoderData: Lula venceria Bolsonaro no 2º turno por 52% a 34% dos votos

Nova Pesquisa PoderData, relacionada a Eleição Presidencial de 2022, divulgada na noite desta quarta-feira, dia 14, mostra no cenário de 2º turno, Lula com 52% e Bolsonaro com 34%.

No cenário de 1º turno Lula também lidera dentro da margem de erro com 34% e Bolsonaro 30%.

O levantamento ouviu 3.500 pessoas em todo Brasil dos dias 12 a 14 desta semana. A vantagem de Lula é de 18 pontos em relação a Bolsonaro.

Bolsonaro quer se defender na CPI atacando governadores do Nordeste

De acordo o Site Uol nesta quarta-feira, dia 14, os alvos preferencias do governo Bolsonaro na CPI da Covid-19 deverão ser os governadores Flávio Dino (Maranhão), Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará) e Renan Filho (Alagoas).

A estratégia do Palácio do Planalto é concentrar ataques no que é visto pelo governo Bolsonaro o ‘núcleo da esquerda’ na Região Nordeste.

O objetivo é manter a discussão sobre recursos federais enviados para enfrentar a pandemia.

Othelino destaca aprovação de calamidade em municípios maranhenses

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, destacou nesta terça-feira, dia 13, aprovação de novos pedidos de calamidade pública em mais seis municípios maranhenses.

Othelino ressaltou que apesar das adequações por conta da pandemia, o Legislativo tem conseguido apreciar projetos importantes para o enfrentamento da pandemia no Estado. 

Foram aprovados decretos de calamidade pública dos municípios de Colinas, Vargem Grande, Santa Helena, Apicum Açu, Palmeirândia e Cedral.

Com a medida os municípios terão condições de adquirir serviços de maneira mais rápida e, assim, combater com mais agilidade e eficiência a pandemia da Covid-19.

“..um amigo, um companheiro que ganhei na vida..”, Eliziane sobre Dino

A senadora Eliziane Gama (Cidadania), em agenda nesta terça-feira, dia 13, no Palácio dos Leões, ratificou sua ligação e compromisso com Flávio Dino. Também fez questão de destacar a liderança do governador no combate à pandemia.

“.. é um amigo, companheiro de caminhada que ganhei na vida. Que cada dia Deus lhe ilumine para enfrentar essa pandemia..”, disse a Eliziane.

Participaram do encontro de Eliziane com Dino os secretários Marcelo Tavares (Casa Civil) e Rubens Júnior (Articulação Política). O tema central do encontro, segundo os participantes, foi o combate à pandemia no Maranhão.

Ministro do STF autoriza o Maranhão comprar Sputinik

Do Conjur

O ministro do STF, Ricardo Lewandowski, autorizou o estado do Maranhão compre a vacina russa Sputinik V, se a Anvisa não se manifestar sobre o imunizante dentro do prazo máximo de 30 dias, a partir de 29 de março deste ano.

“Entendo que a importação de vacinas pelo Estado do Maranhão representará um importante reforço às ações desenvolvidas sob os auspícios do Plano Nacional de Imunização, notoriamente insuficientes, diante da surpreendente dinâmica de propagação do vírus causador da pandemia”, afirma a decisão. 

De acordo com a norma, a Anvisa deve avaliar se aprova ou não o uso emergencial de um imunizante dentro do prazo máximo de sete dias. 

‘.. não vejo problema em eventual ampliação..’, Dino sobre CPI da Covid

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse nesta segunda-feira, dia 12, à CNN Brasil que não há problema na ampliação da CPI da Covid-19 para estados e municípios, desde que não infrinja a autonomia dos estados.

Ele também considera que a gravação da conversa do senador Kajuru e o presidente Bolsonaro tornou a CPI inevitável.

“Politicamente, eu não vejo nenhum problema que façamos uma eventual ampliação desde que atentemos para o debate jurídico. Estamos em uma federação, o poder legislativo federal controla o poder executivo federal. Recursos federais, nenhum problema. Recursos e atribuições típicas dos estados, é claro que o foro adequado são as assembleias legislativas (..) A CPI vai acontecer, principalmente depois dessa inusitada gravação do senador Kajuru com o presidente da República. A CPI já era uma tendência, agora ela se tornou inevitável, porque, se ela não for instalada, significa dizer que a chantagem do presidente da República contra os senadores, os governadores e o Supremo prevaleceu”, disse Flávio Dino.

Cidadania pede para o senador Jorge Kajuru deixar o partido

Do Congresso em Foco

O Cidadania em nota publicada no fim da tarde desta segunda-feira, dia 12, confirma o pedido de saída do senador Jorge Kajuru, da legenda.

O motivo foi a conversa do senador com o presidente Bolsonaro sobre a CPI da Covid-19 divulgada ontem nas redes sociais.

“.. flagrantemente se discute e se comete um crime de responsabilidade (..) Nesse sentido, o partido fará um convite formal, com todo o respeito pelo senador, para que ele procure outra legenda partidária”, diz parte da nota.

Kajuru deve se filiar no Podemos comandado pelo senador Alvaro Dias.

Áudio sobre CPI da Covid aumenta temperatura nos meios políticos

A conversa do presidente Jair Bolsonaro e o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) sobre a CPI da Covid-19, divulgado no domingo (11) nas redes sociais, aumentou a temperatura nos meios políticos com desdobamentos ao longo da semana.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), um dos mais fortes críticos do governo Bolsonaro e sua atuação na pandemia, classificou a conversa como ‘mais uma vergonha’, ele também voltou classificar o presidente como despreparado.

“Mais uma vergonha. Presidente da República tramando perseguição contra ministro do Supremo. É o sujeito mais despreparado que já ocupou a presidência na história do Brasil”, disse Dino no twitter.

Na conversa o presidente dá entender que pretende esvaziar a CPI da Covid-19, ao pressionar a ampliação para alcançar governadores e prefeitos, uma vez que a maioria dos parlamentares são apoiadores dos governos estaduais e municipais.

Bolsonaro também cobra impeachment de ministros do STF, o que pode caracterizar crime de responsabilidade.