Lula deseja a Moro um processo ‘justo e imparcial’

Da Folha de SP

O Justiça Federal em Brasília transformou em réu o ex-ministro e ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil). Na ação a Lava Jato liderada por Moro teria causado prejuízos financeiros, políticos e morais ao patrimônio público nacional, em especial à Petrobras, e à Justiça brasileira.

“.. espero que nessa acusação ele tenha o direito de defesa e a presunção de inocência que eu não tive. Se tiver que ser julgado, que tenha o direito de defesa, que possa se defender, que a imprensa possa ser honesta ao divulgar as coisas contra ou a favor dele, e não com  a parcialidade que transmitiram coisas contra mim (..) sou um democrata, mas é difícil você suportar nove horas de matérias contra você, como eu suportei, nove meses de Jornal Nacional. É muito difícil você sobrevier com 59 capas de revistas te chamando de ‘ladrão’. É muito difícil você sobreviver com 680 primeiras páginas de jornais falando que você cometeu corrupção. Eu sobrevivi a tudo isso..”, disse Lula sobre a decisão da Justiça.

Ontem, segunda-feira, dia 23, o juiz Charles Renaud Frazão de Morais, da 2ª Vara Federal Cível de Brasília, recebeu ação contra Moro impetrada pelos deputados do PT: Os deputados Rui Falcão (PT-SP), Erika Kokay (PT-DF), José Guimarães (PT-CE), Natália Bonavides (PT-RN) e Paulo Pimenta (PT-RS).

Pesquisa Ipesp/XP: Lula tem 44% e Bolsonaro 32%

Pesquisa Ipesp/XP para presidência da república divulgada nesta sexta-feira, dia 20, mostra o ex-presidente Lula (PT) na liderança, com 44% das intenções de voto.

O presidente Bolsonaro (PL), permanece na segunda posição, com 32%.

Na sequência estão, Ciro Gomes (PDT): 8% João Doria (PSDB): 4% André Janones (Avante): 2% Simone Tebet (MDB): 2% Felipe d’Avila (Novo): 0% Vera Lucia (PSTU): 0% Eymael (DC): 0% Nenhum/não iria votar/branco/nulo: 6% Não sabe/não respondeu: 2%.

1.000 foram entrevistadas por telefone nos dias 16, 17 e 18 de maio. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais e o índice de confiança de 95%. Esta registrada no TSE com o número BR-08011/2022. 

Flávio Dino participa do casamento Lula e Janja

O ex-governador Flávio Dino (PSB) e sua esposa Daniela Lima, participaram do casamento do ex-presidente Lula e a socióloga Rosângela Silva (Janja), ontem quarta-feira, dia 18, em São Paulo.

Pré-candidato ao Senado, Dino foi o único político maranhense presente na concorrida cerimonia.

‘Time de Lula no Maranhão’ se reunirá em São Luís na sexta dia 13

O ex-governador Flávio Dino (PSB), que disputará o Senado e coordena o ‘Time Lula no Maranhão’, anunciou nas redes sociais a realização da reunião do campo progressista e democrático no estado para discutirem a campanha eleitoral 2022.

“Dia 13, em São Luís, vamos reunir apoiadores do Time de Lula no Maranhão, que estão com @carlosbrandaoma e @FelipeCCamarao. Vamos tratar da organização da pré-campanha e dos debates sobre programa de governo. Evento aberto a todos que queiram participar”, destacou Dino nas redes sociais.

No Maranhão o palanque de Lula (PT) e Alckmin (PSB) será formado pelo grupo político liderado por Flávio Dino. A chapa para o governo tem o governador Carlos Brandão (PSB) e vice-governador Felipe Camarão (PT), que deverá ter o nome referendado no encontro de tática eleitoral petista que será realizado no final deste mês.

O grupo de apoio de Lula no Maranhão participou no último sábado dia 7, em São Paulo, do lançamento da chapa Lula e Alckmin, de onde voltaram mais motivados e confiantes do pleito vitorioso nas Eleições 2022 em nível nacional e no estado.

Eleições 2022: Dino, Brandão e Camarão juntos com Lula e Alckmin

O ex-governador Flávio Dino (PSB), o governador Carlos Brandão (PSB) e Felipe Camarão (PT) provável chapa majoritária governista nas eleições no Maranhão dentro do projeto da chapa Lula e Alckmin para a presidência da república.

Em ato político muito concorrido neste sábado dia 7, foi lançada a chapa Lula (PT) e Alckmin (PSB) para presidência que conseguiu reunir todos os partidos do campo progressista. A expectativa a partir de agora é atrair o apoio de forças políticas mais ao centro direita.

Ipesp/XP mostra Lula com 44% consolidado no 2º turno

Pesquisa Ipesp/XP divulgada nesta, sexta-feira dia 6, consolida Lula (PT) no 2º turno com 44% das intenções de voto contra 31% de Jair Bolsonaro (PL). O petista vence todos os pré-candidatos

O presidente Jair Bolsonaro que busca a reeleição atingiu na pesquisa 60% de rejeição.

O instituto ouviu 1.000 pessoas de 16 anos ou mais, entre os dias 2 e 4 de maio. O nível de confiança é de 95,5%. A sondagem foi registrada no TSE com BR-03473/2022.

Simplício defende redução da pobreza em ato com Lula e Alckmin

O pré-candidato ao governo do Maranhão, Simplício Araújo, presidente estadual do SOLIDARIEDADE, participou nesta terça-feira, dia 3, do ato de apoio do partido ao ex-presidente Lula.

Durante seu pronunciamento destacou os graves problemas pelos quais passa o população brasileira, principalmente os mais pobres. Simplício Araújo é ex-secretário de Industria e Comércio do Maranhão, ele lembrou os avanços conquistados durante governo de Flávio Dino (PSB).

“O povo brasileiro passa por muita dificuldade atualmente, desemprego, fome, falta de esperança, o país vive dias complicadíssimos e todos os pré candidatos a presidente precisam entender que só vai estar bom para todos quando estiver bom para os mais pobres, precisamos garantir futuro, garantir empregos, saúde, educação e auto estima a nosso povo (..) No Maranhão com o ex-governador Flávio Dino garantimos comida, assistência durante a pandemia, saúde e educação com mais qualidade, agora eu quero garantir a mais um milhão de pessoas mais dignidade com empregos, crescimento econômico do nosso estado e elevação do orgulho e respeito ao nosso estado e ao nosso povo”, disse Simplício Araújo.

Lula diz que Lira quer mandar no país mais que o presidente

O ex-presidente Lula (PT), criticou nesta terça-feira, dia 3, o presidente da Câmara dos deputados Arthur Lira (PP). De acordo com o petista, Lira “..está querendo agir como imperador do Japão..”.

A fala de Lula foi em discurso hoje na sede da Força Sindical, em São Paulo, durante ato de apoio do Solidariedade à chapa Lula e Alckmin. O ato conta com as presenças do Senador Omar Aziz (PSD) e do deputado Marcelo Ramos (PSD), vice-presidente da Câmara Federal.

Maranhão é destaque no XV Congresso do PSB

O XV Congresso Constituinte da Autorreforma do PSB, segue nesta sexta-feira, dia 29, em Brasília, ontem no primeiro dia o evento contou com a presença do ex-presidente Lula (PT), que terá Geraldo Alckmin (PSB) como companheiro na chapa presidencial.

Em seu discurso Lula falou da insistências do questionamento da união com Alckmin, que classificou como ‘política’ e ‘maturidade’. Ele ainda lembrou a necessidade de ‘salvar o país’.

“Lula e o Alckmin já divergiram, porque agora eles estão juntos? Isso se chama política, se chama maturidade, compromisso com este país e com o povo brasileiro (..) A sociedade brasileira está precisando de alguém para salvar o país, alguém para cuidar do povo brasileiro, para reeditar a soberania do Brasil diante dos olhos do mundo. Nunca foi tão necessário ganhar uma eleição para restabelecer nossa dignidade, restabelecer a esperança do nosso povo”, disse Lula.

O ex-governador Flávio Dino, o governador Carlos Brandão e o deputado Bira do Pindaré, líder do partido na Câmara, tiverem posição de destaque na abertura do Congresso. Todos os oradores, entre eles, Lula e Alckmin, citaram a importância das lideranças e do PSB no Maranhão para o projeto político eleitoral 2022 no país.

“É inteligente e tem passado. Eu o respeito”, Dória sobre Lula

O ex-governador de São Paulo, João Dória (PSDB), que pleiteia a vaga de candidato a presidência pela 3ª via, disse ao Valor Econômico, nesta quarta-feira, dia 27, que ‘Lula não é Bolsonaro’ e que o respeita.

Questionado sobre Bolsonaro, foi taxativo “não merece respeito”.

“Embora eu seja um antagonista ao Lula, eu o respeito. O Lula não é Bolsonaro, o Lula é inteligente e tem passado. Eu tenho posições diferentes das dele, mas tenho respeito por ele. Já Bolsonaro não merece o meu respeito. Eu sou um liberal social..”, Doria sobre ‘simetria’ entre Lula e Bolsonaro.