Pesquisa mostra preços dos combustíveis na Grande Ilha

Levantamento do Procon no Maranhão mostra preços de combustíveis na Grande Ilha. Foram pesquisas os valores em 21 postos de combustiveis.

O posto Paloma do Araçagi apresentou a gasolina mais barata, R$ 6,33 o litro. O diesel S500 mais barato (R$ 5,17) foi encontrado no Posto São João II, no Anil. Já o diesel S10 mais barato foi apresentado pelos postos Paloma, a R$ 5,24, nos bairros Moropóia e Vila Kiola I, em São José de Ribamar.

MP-MA investiga custos no transporte coletivo de São Luís

O Ministério Público Estadual através da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de São Luís instaurou na segunda-feira, dia 29, inquérito civil contra o Município de São Luís, Consórcio Central, Consórcio Via SL, Consórcio Upaon-Açu, Viação Primor LTDA e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET).

Objetivo da investigação é apurar o custo real do serviço de transporte da capital e as receitas obtidas pelas empresas concessionárias, bem como a instituição de subsídio tarifário pela Prefeitura de São Luís.

A finalidade é verificar se há lesão aos direitos dos usuários do serviço público de transporte coletivo.

O documento foi assinado pela promotora de justiça Lítia Cavalcanti.

Para instaurar a investigação, o Ministério Público levou em consideração a greve deflagrada na madrugada do dia 21 de outubro de 2021 pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (STTREMA) e encerrada no dia 1º de novembro de 2021, após 12 dias de paralisação total do serviço público de transporte coletivo.

Outro fato foram as medidas anunciadas pelo Executivo Municipal para o encerramento da greve, com a criação do Cartão Cidadão e a instituição de subsídio tarifário, correspondente ao repasse mensal no valor de R$ 4 milhões ao sistema de transporte coletivo de São Luís.

“..me sentindo aqui em casa..”, Bolsonaro no PL

Da Revista Fórum

Acompanhado de Valdemar da Costa Neto, se filiou ao PL o presidente Jair Bolsonaro, nesta terça-feira, dia 30, com o ato ele deu adeus a dos principais discursos de sua campanha de 2018, o combate a corrupção.

O PL é um dos partidos mais fisiológicos do Centrão.

“Estou me sentindo aqui em casa. Arthur Lira. Dentro do Congresso Nacional. Vocês me trazem lembranças agradáveis, de lulta, de embate. Eu vim do meio de vocês, fiquei 28 anos dentro da Câmara dos Deputados, como poucos aqui atingiram esse tempo. E há uma semelhança muito grande entre nós”, disse Bolsonaro.

Flávio Dino reúne grupo e declara apoio ao nome de Brandão

O governador Flávio Dino (PSB), reuniu seu grupo político na noite desta segunda-feira, dia 29, onde declarou preferência pelo nome do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), para sucedê-lo em 2022.

Flávio Dino ressaltou que seu posicionamento não era uma imposição e ratificou seu desejo pela unidade. A pedido dos líderes partidários a decisão do grupo foi adiada para o final de janeiro.

Dino classificou a reunião como ‘tranquila’, com ‘espirito de diálogo’ e ‘união’.

Nas redes sociais os pré-candidatos Carlos Brandão (PSDB), Weverton Rocha (PDT), Simplício Araújo (Solidariedade) e Felipe Camarão (PT) se manifestaram.

“..não realizaremos Réveillon em São Luís..”, anunciou Braide

Diante da nova variante que ameaça o batalha contra a Covid-19, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide, anunciou nesta segunda-feira, dia 29, que não haverá Réveillon na capital maranhense em 2021.

O prefeito tomou uma decisão corajosa e responsável, afinal como diz a boa e velha sabedoria popular, “prudência e canja de galinha, nunca fez mal a ninguém”.

Lula e Alckmin para presidência pode ser pra valer

Do Brasil 247

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, que está de malas prontas para sair do ninho tucano, sinalizou nesta segunda-feira, dia 29, durante encontro com centrais sindicais, sinalizou que pode ser candidato a vice-presidente de Lula em 2022.

“.. Surgiu a hipótese federal. Os desafios são grandes. Essa hipótese [de ser vice de Lula] caminha e eu considero essa reunião com as quatro principais centrais histórica..”, disse Alckimin ao ser indagado pelos sindicalistas.

Alckmin se encontrou com dirigentes da Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Nova Central e Central dos Trabalhadores Brasileiros (CTB).

Dino deve anunciar hoje nome do grupo para o governo

Meios políticos no Maranhão, nesta segunda-feira, dia 29, nunca aguardaram com tanta expectativa o final do mês de novembro.

No final da tarde de hoje o governador Flávio Dino (PSB), reúne os partidos da base para definir o nome que disputará a eleição de 2022, para governador, com o proposito de dar continuidade às ações e os Programa do governo.

Os nomes do grupo que disputam a indicação são: Carlos Brandão (PSDB), Weverton Rocha (PDT), Felipe Camarão (PT) e Simplício Araújo (Solidariedade). Dos quatro a escolha está mais fortemente entre os dois primeiros.

Nos meios políticos, as postas maiores são no vice-governador Carlos Brandão, que intensificou o trabalho de articulação com partidos, deputado, lideranças políticas, prefeitos e ex-prefeitos e em atos públicos do governo com Flávio Dino, principalmente pelo interior do Maranhão.

O senador Weverton  tem trabalhado sua indicação através da caravana “Maranhão Feliz”, percorrendo as regiões do estado apresentando seu nome e reunindo partidos e lideranças politicas locais.

Flávio Dino estabeleceu três critérios básicos para indicação: compromisso com o programa do governo; potencial eleitoral e apoios políticos. O primeiro deve ser terminante, já que os outros dois, Brandão e Weverton já contam.

O vice-governador Carlos Brandão, vai para disputa na cadeira de governador, já que Flávio Dino deixa o cargo em 31 de abril, para disputar a vaga no Senado Federal.

Weverton, mesmo que seu nome não seja o escolhido, já declarou que não recuará da disputa ao Palácio dos Leões. Se perder a eleição terá ainda quatro anos no Senado.

‘Assembleia em Ação’ em Carolina encerra ciclo de 2021

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, conduziu os trabalhos da 6ª edição do programa ‘Assembleia em Ação’, realizado sexta-feira, dia 26, em Carolina.

A edição encerrou o ciclo de encontros de 2021 no estado.  

“O nosso estado é muito grande e, por isso, precisamos ir aos municípios para sabermos, em detalhes, as suas necessidades. A região Sul, por exemplo, é um dos principais polos turísticos do Maranhão, e nós precisamos debater e estimular as atividades que são ecologicamente corretas e geram muitos empregos. Para todos nós, deputados estaduais, o ‘Assembleia em Ação’ é um momento muito importante”, afirmou o chefe do Legislativo maranhense.

  

O evento contou com a presença dos deputados estaduais Rildo Amaral (Solidariedade), autor do requerimento que solicitou a realização do encontro em Carolina; Paulo Neto (DEM), Wendell Lages (PMN), Zito Rolim (PDT), Socorro Waquim (MDB), Roberto Costa (MDB), Thaiza Hortegal (PP), Vinicius Louro (PL), Marco Aurélio (PCdoB), Rafael (PDT), Antônio Pereira (DEM), Valéria Macedo (PDT), Betel Gomes (PRTB), Wellington do Curso (PSDB) e Márcio Honaiser (Licenciado). Também esteve presente ao evento a presidente do Grupo de Esposas de Deputados do Estado do Maranhão (Gedema), Ana Paula Lobato, que também é vice-prefeita de Pinheiro.

Zé Inácio é eleito membro do Parlamento Amazônico

Durante a 24ª Conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), o Parlamento Amazônico realizou Assembleia Geral para eleger a nova Mesa Diretora. Na votação realizada nesta quarta-feira (24), o deputado Zé Inácio (PT) foi eleito membro efetivo da diretoria. 

A deputada do Amapá, Edna Auzier, foi eleita presidente. Também passam compor a direção do Parlamento Amazônico os deputados Jair Montes (RO), Ribamar Araújo (RO) e Nilton Bandeira (TO) para vice-presidentes; Jório (AP) para tesoureiro; Lenir Rodrigues (RO) e Tayla Peres (RR) para a Secretaria-Geral.

O Parlamento Amazônico é uma entidade que congrega os deputados dos nove estados que compõem a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. O objetivo é estabelecer políticas integradas, estreitando as relações sobre as questões amazônicas e promovendo a cooperação, o desenvolvimento sustentável e o fortalecimento da região.

Câmara instala CPI do Transporte Coletivo de São Luís

Como prometeu o vereador, Osmar Filho (PDT), presidente da Câmara Municipal de São Luís, instalou nesta quarta-feira, dia 24, a CPI do Sistema de Transporte Coletivo da capital.

O requerimento com pedido de CPI que resultou na instalação foi o apresentado pelo vereador, Francisco Carvalho (Pros), será publicado no Diário Oficial da Câmara, nesta quinta-feira, dia 25.

Os cinco titulares da Comissão Parlamentar do Transporte Público de São Luís, são os vereadores: Francisco Carvalho, Marquinhos, Álvaro Pires, Octávio Soeiro e Astro de Ogum.

O objetivo central da CPI será analisar a Licitação e o Contrato de concessão aos empresários para operarem o sistema de transporte público de São Luís.