Eleições 2022: Posse no TSE mobiliza classe política e jurídica

Do G1

Os ministros do STF, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski, tomam posse nesta terça-feira, dia 16, respectivamente na presidência e vice-presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Eles comandarão a corte eleitoral nas eleições de outubro.

Deverão participar da solenidade o presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-presidente Lula (PT), a ex-presidente Dilama Rousseff (PT), o ex-presidente José Sarney (MDB) o ex-presidente Michel Temer,  e ainda, Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB), que assim como Lula e Bolsonaro concorrem ao Palácio do Planalto.

O ex-presidente Fernando Henrique (PSDB), não participará, mas deverá enviar uma mensagem em apoio a nova corte eleitoral.

Entre os participantes estarão ainda ministros do STF, parlamentares, governadores de estado, ministros do governo.

A cerimônia está mobilização meios político e jurídico em Brasília. A segurança do TSE está preparada para atuar num evento com mais de 2 mil pessoas.

Band/DataIlha: Carlos Brandão lidera em todos os cenários

Pesquisa Band/DataIlha para o governo do Maranhão divulgada nesta segunda-feira, dia 15, com o governador Carlos Brandão (PSB), está na liderança em todos os cenários. Lahésio Bonfim (PSC) e Weverton Rocha (PDT), disputando a segunda colocação.

CENÁRIOS:

ESPONTÂNEA

Carlos Brandão 10,7
Lahesio Bonfim 9,7
Weverton 5,7
Outros 3,4
Edivaldo 1,1
Branco/Nulo 3,6
NS/NR 65,8

ESTIMULADA

Carlos Brandão 27,4%
Weverton Rocha 18,1%
Lahésio Bonfim 16,3%
Edivaldo 9,7%
Simplício Araújo 2%
Hertz Dias 0,9%
Enilton Rodrigues 0,7%
Frankle Costa 0,6%
Professor Joas Moraes 0,4%
Nenhum 12,9%
NS/NR 10,8%

VOTOS VÁLIDOS

Carlos Brandão 35,9%
Weverton Rocha 23,7%
Lahésio Bonfim 21,4%
Edivaldo 12,8%
Simplício Araújo 2,6%
Hertz Dias 1,2%
Enilton Rodrigues 0,9%
Frankle Costa 0,8%
Professor Joas Moraes 0,6%

Foram realizadas 2.031 entrevistas entre os dias 10 e 13 agosto. A confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,17 pontos percentuais para mais ou para menos. Está registrada no TSE sob o número MA-05654/2022.

Secretario de Estado da Saúde esclarece caos de Varíola dos Macacos no MA

Equipe da Secretaria de Saúde do Maranhão comandada pelo secretário, Tiago Fernandes, reuniram a imprensa nesta sexta-feira, dia 12, para prestarem esclarecimentos sobre casos de varíola dos macacos (Monkeypox) no estado.

No Maranhão há 9 casos suspeitos da doença distribuídos em 7 cidades: São Luís e Timon cada um tem 2 casos. Barão de Grajaú, Buriticupu, Bela Vista, Paraibano e Tutóia todos com 1 caso cada. São 8 do sexo masculino e 1 feminino.

Todos os pacientes estão em isolamento domiciliar e acompanhados pelas secretarias de saúde municipais e pela estadual.

Eleições 2022: prognóstico da disputa no Maranhão, segundo Capelli

O dirigente do PSB no Maranhão, Ricardo Capelli (Secretário de Comunicação do Estado), nesta quinta-feira, dia 11, avaliou o cenário político eleitoral ao governo e projetou prováveis consequências eleitorais.

Com o inicio oficialmente da propaganda e campanha eleitoral, segundo Capelli, o bolsonarista raiz Lhaésio Bonfim (PSC), já teria ocupado a segunda colocação na disputa ao governo do Maranhão, o que justificaria os ataques que Lahésio passou a sofrer.

1 – Tudo indica que Lahesio Bonfim já está em 2° lugar na corrida para o governo do Maranhão. Vai se consolidando o cenário que as curvas das pesquisas indicam desde janeiro. Se houver 2° turno, será entre o governador Carlos Brandão e o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes.

2 – Isso explica a agressividade dos partidários de Weverton contra Lahesio. O senador deve perder votos com o início do horário eleitoral gratuito. A parcela de eleitores de Flávio Dino que ainda está com ele migrará naturalmente para Brandão.

3 – O atual governador crescerá inevitavelmente com o início da TV. Os 7 anos e meio de governo possuem elevada aprovação popular. O povo reconhece que o estado mudou. Lula e Flávio Dino são os maiores líderes populares.

4 – Eleito pela militância bolsonarista como seu representante, Lahesio também deve manter sua curva de crescimento. Bolsonaro terá cerca de 30% dos votos no estado. O candidato deste setor pode ter cerca 25% dos votos para o governo

5 – Eleição é posicionamento e mensagem correta. Quem não possui, fica como um barco de motor quebrado no meio do oceano sacudindo ao sabor dos ventos e rezando por um milagre. A chance de naufrágio nestes casos é enorme.

Carlos Lula crítica demora nas ações contra a Monkeipox

O ex-secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, ao destacar o primeiro caso confirmado de monkeipox (varíola do macaco) no Maranhão, nesta quarta-feira, dia 10, criticou o governo Bolsonaro pela falta de empenho rápido na preparação do enfrentamento à doença no Brasil.

“Primeiro caso positivo de monkeypox confirmado no Maranhão. Como sempre lamentamos a resposta tardia do Ministério da Saúde a uma emergência de saúde global. Afinal de contas, cadê a vacina?(..) Na escalada de casos no país, o Ministério conseguiu acabar com o gabinete de crise para observar a doença e depois foi obrigado a reabri-lo. São os piores da história. Com alguma folga”, disse Carlos Lula.

Carlos Lula estava à frente da Secretária de Saúde durante a Pandemia da Covid-19. Ele também presidio o Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (Conass)´durante o período. O Maranhão foi um dos estados que melhor atuou no enfrentamento a Covid-19.

Advogado e filiado ao PSB, Carlos Lula, é candidato a deputado estadual, a saúde é sua principal bandeira na campanha.

Ministro Edson Fachin nega pronunciamento de Marcelo Queiroga

Da Carta Capital

O presidente do TSE, Edson Fachin, negou nesta terça-feira, dia 9, novo pedido da Secretaria Especial de Comunicação do governo Bolsonaro, para o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fazer pronunciamento em cadeia de rádio e televisão sobre a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação de 2022.

É proíbe publicidade institucional a três meses da eleição. O ministro Edon Fachin alega que o pronunciamento de Queiroga fere a legislação já que narra outras ações do Ministério da Saúde.

“..a tônica do discurso não reside em tais elementos, considerando que o restante da manifestação narra a atuação do Ministério da Saúde, no passado remoto e próximo, além de renovar a pretensão de manifestar-se sobre o Dia Nacional da Saúde, proposta que não se coaduna, sob qualquer forma de interpretação, com os predicados excepcionais exigidos pelo art. 73, inciso VI, alínea b, da Lei das Eleições..”, diz a decisão.

Segurança de Lula pede apoio de Superintendências Regionais da PF

Da Folha de SP

O ex-presidente Lula (PT), líder em todas as pesquisas e principal adversário de Bolsonaro (PL), tornou-se um gigantesco desafio e preocupação também para sua equipe de segurança. Entre os candidatos à presidência da república, segundo a própria Polícia Federal, o petista é o que apresenta o maior risco de sofrer atentado nas eleições 2022.

Um oficio enviado pela sua equipe de segurança na campanha para às Superintendências Regionais da Polícia Federal com pedido de apoio mostra o grau de preocupação.

No documento a equipe de Lula cita a flexibilização de acesso a armas autorizado pelo governo Bolsonaro um dos agravantes para complexidade na segurança do petista.

“O contexto político e social no qual se realizará a operação de segurança é composto por, entre outras adversidades, opositores radicalizados e acesso a armas de letalidade ampliada decorrente das mudanças realizadas em 2029”, diz parte do oficio.

A segurança de Lula tem no comando os delegados da Polícia Federal: Andrei Augusto Passos Rodrigues (Coordenador), Rivaldo Venâncio (Chefe-Operacional) e Alexsander Castro Oliveira (Chefe-Operacional Substituto). Lula o candidato com maior número de agentes da PF trabalhando na sua segurança.

Fim das Convenções: Lula e Bolsonaro definem palanques nos estados

Com o fim das Convenções no último dia 5 de agosto, segundo o Jornal Folha de SP os palanques de aliados de Lula e Bolsonaro definem seus palanques nos estados, mesmo com algumas situações ainda por resolver. A eleições 2022 terão 12 candidatos a presidente.

Lula (PT) e Geraldo Alckmin (PSB); Jair Bolsonaro (PL) e Braga Neto; Ciro Gomes (PDT) e Ana Paula Matos(PDT); Simone Tebet (MDB) e Mara Gabrilli (PSDB); Soraya Thronicke (União Brasil) e Marcos Cintra (União Brasil); Vera Lúcia (PSTU) e Raquel Tremembé (indígena Kunã Yporã, PSTU); José Maria Eymael (DC) e João Barbosa Bravo (DC); Roberto Jefferson (PTB) e Padre Kelmon Luís da Silva Souza (PTB); Felipe D’Avila (Novo) e Tiago Mitraud (Novo); Léo Péricles (UP) e Samara Martins (UP); Pablo Marçal (Pros) e Fátima Pérola Neggra (Pros); Sofia Manzano (PCB) e Vice: Antonio Alves (PCB).

Primeiro caso suspeito de ‘varíola do macaco’ em São Luís

Registrado o primeiro caso suspeito da ‘varíola dos macacos’ (Monkeypox) na capital maranhense. Trata-se de homem, 42 anos, que deu entrada no Socorrão 1, com sintomas semelhantes da doença.

O homem foi encaminhado para o Hospital Carlos Macieira, onde ficará sob cuidados do Estado. O primeiro óbito Brasil de contaminação pela ‘varíola dos macacos’ aconteceu em 29 de julho, em Minas Gerais.

Ministério Público nega exoneração ou remoção de Litia Cavalcante

O Ministério Público do Maranhão divulgou uma nota em que nega a exoneração ou remoção da Promotora de Justiça, Litia Cavalcanti, da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de São Luís.

A própria Litia Cavalcanti informou nas redes sociais que teria sido exonerada junto com sua equipe.

NOTA

O Ministério Público do Maranhão esclarece que a promotora de justiça Lítia Teresa Costa Cavalcanti não foi removida e muito menos “exonerada” da atuação junto à 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de São Luís. A portaria n° 6931/2022 cessou os efeitos da portaria n° 4994/2020, que designava a promotora de justiça coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Consumidor.

O Centro de Apoio Operacional é um órgão auxiliar da administração do MP, cuja coordenação é designada pelo procurador-geral de justiça, diferente da atuação na Promotoria de Justiça, de onde os Promotores são inamovíveis. A promotora de justiça Lítia Cavalcanti é e continua sendo titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de São Luís.

Quanto aos servidores, a nova coordenadora do Centro de Apoio Operacional teve, assim como sua antecessora, total liberdade para indicar seus auxiliares. Desta forma, os antigos ocupantes dos cargos de assessoramento foram exonerados para que novos servidores fossem nomeados, mantendo o regular funcionamento do órgão auxiliar.