Pactuação entre FAMEM e SEDES fortalecerá programa Vale Gás

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Erlanio Xavier, e o secretário estadual de desenvolvimento social (Sedes), Márcio Honaiser, assinaram um Termo de Pactuação Técnica para o programa Vale Gás, que vai beneficiar 115 mil pessoas com tíquetes para a compra de gás de cozinha.

O Vale Gás é um Programa Social criado pelo Governo do Maranhãopara minimizar os reflexos da pandemia da Covid-19 no âmbito social e fortalecer a Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional.

O benefício será concedido aos aprovados por até três Vale-Gás para cargas equivalentes a um botijão de 13 quilos.

O benefício é concedido com base no Cadastro Único para pessoas com renda zero ou mais vulneráveis com o mínimo de 100 pessoas beneficiadas por município.

Os secretários municipais de assistência social serão gestores do Programa Vale Gás nos municípios.

Na próxima quinta-feira (13) estará no ar o site do Vale Gás com todas as informações e os nomes dos contemplados. As entregas dos tíquetes serão feitas no próximo dia 19.

Quem tem direito?

– Famílias inscritas no CadÚnico, conforme previsão contida na Medida Provisória nº 345, de 26 de março de 2021 e especificação do Decreto Nº 36655 DE 05/04/2021, publicado no DOE de 6 de Abril de 2021

Como será entregue o vale gás?

– As famílias beneficiárias receberão um vale que será trocado nas distribuidoras credenciadas pela recarga do botijão de gás. Vale ressaltar que o beneficiário precisa ter o botijão para levar a recarga.

Em quais locais os beneficiários poderão receber o vale gás?

– Unidades do VIVA/PROCON;

– Restaurantes Populares;

-Escolas Estaduais;

-Centros de Referência de Assistência Social – CRAS ou equipamento equivalente.

Como se inscrever no programa?

Quem está no CadÚnico e não tem nenhuma fonte de renda, está inscrito automaticamente. No entanto, é preciso estar com o cadastro atualizado nos últimos 2 anos.

”Chega de falar bobagens e de negligência”, Dino sobre ataques de Bolsonaro a China

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), nesta terça-feira, dia 11, fez uma especie de apelo e protesto contra o presidente Bolsonaro em relação a China, para que milhares de pessoas não morram.

“É urgente que o presidente do Brasil telefone para o presidente da China a fim de destravar os insumos para que o Butantan produza mais vacinas. Cada dia de demora custa milhares de vidas. Chega de falar bobagens e de negligência”, Flávio Dino no twitter.

Barra Torres sofrerá pressão na CPI sobre liberação de Sputnick V

Do Uol

Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), será ouvido nesta terça-feira, dia 11, na CPI da Covid no Senado. A expectativa é que seja pressionado para explicar prazos de liberação de vacinas.

No contexto da liberação de vacinas a relacionado à Sputnik V deverá suscitar grande parte da discussão.

O governo do Maranhão pleiteou através de Ação Judicial e ontem o ministro do STF, Ricardo Lewandowisck, deu 48 horas, para a Anvisa informar, sobre documentos e análise em definitivo sobre autorização da importação da vacina Sputnik V.

ANVISA tem 48 horas para se manifestar sobre a Sputnik V

O ministro do STF, Ricardo Lewandowski, deu 48 horas nesta segunda-feira, dia 10, para que a Anvisa informe, sobre documentos e análise definitiva de autorização da importação da vacina Sputnik V.

A decisão atende ação ajuizada do Maranhão, que havia originalmente pedido ao STF autorização para importar a vacina russa, mesmo sem esta ter sido aprovada pela Anvisa.

Lewandowski, já havia decidido que caso, a Anvisa permanecesse em silencio, o estado poderia proceder à importação. 

Pedidos semelhantes foram feitos também pelos os estados do Ceará, Amapá e Piauí.

Entregue mais 9.040 cestas básicas para 10 municípios no MA

O Governo do Maranhão distribuiu nesta segunda-feira, dia 10, através do Programa Comida na Mesa mais 9.040 cestas de alimentos, para 10 municípios.

Os produtos são adquiridas com produtores da agricultura familiar.

Os municípios contemplados foram são: Anajatuba (1025), Axixá (462), Bacabeira (655), Cachoeira Grande (360), Morros (743), Presidente Juscelino (487), Raposa (1184) e Santa Rita (1455).

As cestas contêm produtos da agricultura familiar, como arroz, feijão, biscoito de babaçu, óleo de babaçu, azeite de babaçu e mel produzidos por agricultores familiares de todo o estado.

“..do cabelo ao pé é incompatível com a Constituição Federal..”, Dino sobre Bolsonaro

Em entrevista ao Congresso em Foco, o governador Flávio Dino (PCdoB), fez duras criticas ao presidente Jair Bolsonaro e disse ser favorável investigar estados e municípios na CPI da Coovid.

Ele também falou sobre as eleições de 2022, onde deverá disputar vaga no Senado. De acordo com Flávio Dino Bolsonaro é ‘inconstitucional do cabelo ao pé.

“Bolsonaro é inconstitucional ele próprio. Ele todinho, do cabelo ao pé é incompatível com a Constituição Federal, em tudo. […] Ele é um presidente inconstitucional. Nós temos que fazer com que o campo da Constituição se una, no primeiro ou no segundo turno, em 2022”, destacou Dino.

Edivaldo Holanda Júnior anuncia saída do PDT após cinco anos

Como era aguardado o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, anunciou nesta sexta-feira, dia 7, sua desfiliação do PDT. Ele está se preparando politicamente para o pleito de 2022.

Edivaldo Holanda agradeceu a militância pelos cinco anos na sigla e aos presidentes Estadual e Municipal, respectivamente Weverton e Raimundo Penha.

“..Agradeço o carinho e apoio que recebi no PDT durante os cinco anos de convivência muito respeitosa. Sigo novos rumos a partir de agora, mas ressalto que permanecem a admiração e amizade. Obrigado ao presidente estadual, @wevertonsenador e o vereador @raimundopenha. Agradeço a aguerrida militância pedetista pela caminhada até aqui..”, destacou nas redes sociais Edivaldo.

‘.. fiquei feliz com a nova posição do governo dos EUA..’, Dino sobre quebra de patentes

O governo dos EUA decidiu apoiar nesta quarta-feira, dia 5, a ideia de suspender patentes de vacinas e juntar aos países emergentes na OMC (Organização Mundial de Comércio).

A decisão do governo Biden está sendo considerada histórica. O Brasil que já foi a favor da medida, mas desde o ano passado passou ser contra, se alinhando ao então governo de Donald Trump.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), lembrou nas redes sociais que mês passado numa reunião virtual dos governadores com a Secretária Geral Adjunta da ONU, defendeu a suspensão temporária das patentes de vacinas.

Senadoras discutem com Senadores Bolsonaristas na CPI da Covid

Da CNN Brasil

A sessão da CPI da Covid-19 nesta quarta-feira, dia 5, foi marcada por uma discussão entre senadores por causa da participação da bancada feminina nos trabalhos da comissão – a oitiva chegou a ser suspensa por alguns minutos em razão do bate boca.

A confusão começou depois de o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), permitir que a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), como membro da bancada feminina, fizesse questionamentos a Teich antes dos demais membros titulares da comissão. 

Apesar de não haver mulheres entre os 11 membros da CPI, as senadoras que fazem parte da bancada feminina acompanham os trabalhos e, pelo regimento do Senado, podem fazer questionamentos depois dos membros titulares e suplentes da comissão – elas não tem, porém, direito a voto.

Aziz disse que fez uma concessão, em nome da mesa da CPI, após acordo na sessão da comissão na véspera, mas senadores governistas, como Ciro Nogueira (PP-PI) e Marcos Rogério (DEM-RO) questionaram a decisão.

Clubes de Futebol da Série A no Maranhão recebem R$ 950 mil

O governador Flávio Dino, através da Lei de Incentivo ao Esporte, anunciou nesta quarta-feira, dia 5, investimentos de R$ 950 mil, para os clubes de futebol da Série A do Campeonato Maranhense 2021.

O presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antônio Américo, reconheceu apoio e reforço ao futebol local.

“.. Só temos a agradecer e aplaudir o governador Flávio Dino, pela sensibilidade e coerência em manter o apoio ao futebol do Maranhão, pelo sétimo ano consecutivo. Nunca na história nosso futebol teve uma contribuição tão longa..”, disse o presidente da FMF. 

Ele lembrou que em 2014 futebol maranhense estava em 18º no ranking nacional, e a partir de 2019 passou para o 14º, o que proporciona uma vaga a mais na Copa do Brasil.