Eleições 2020: PCdoB reúne em São Luís dezenas de presidentes de diretórios municipais

 

eleições 2020
Reunião do PCdoB do Maranhão para discutir Eleições Municipais em 2020/Foto: Reprodução

O PCdoB no Maranhão reuniu na tarde desta segunda-feira (17), dezenas de presidentes de Diretórios Municipais do partido, na Assembleia Legislativa do Estado. Conduzido pelo deputado federal, Márcio Jerry (presidente Diretório Estadual do Partido) o encontro teve objetivo inicial de discutir o pleito eleitoral de 2020.

“Excelente reunião com presidentes municipais do PCdoB do Maranhão. Partido unido, forte e preparando ampliação para eleições 2020. À mais vitórias!”, comemorou no twitter o deputado federal Márcio Jerry.

O partido pretende lançar candidatos a prefeitos e vereadores no maior número possível de municípios. O PCdoB já conta com vários pré-candidatos da sigla para disputa inclusive nas duas principais cidades do estado, Imperatriz e a capital São Luís.

‘Arraiá do Povo’ consolidado um dos melhores de São Luís

 

5eeed45e-c824-4c79-a185-96bcc8edc128

O ‘Arraiá do Povo’ 2019 foi encerrado neste domingo (16), com muito sucesso, na área do estacionamento da Assembleia Legislativa do Maranhão. Um grande público prestigiou as atrações da festa coordenado pelo Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), com apoio do Governo do Estado.

7cf86945-5d0a-4650-9706-75076c7ec73d
Foto: Reprodução
3fe07cf5-a967-43ea-840a-dbd5b59302df
Foto: Reprodução
a424e0e5-ebb8-4a92-9357-f6b94d5499cc
Foto: Reprodução

Após grande abertura ‘Arraiá do Povo’ prepara-se para mais uma noite junina

 

al 1
Othelino Neto, Presidente da Assembleia legislativa do Maranhão, na abertura do ‘Arraiá do Povo/Foto: Reprodução

Depois do sucesso da abertura do ‘Arraiá do Povo’, a equipe do Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), que coordena o evento, anuncia as atrações juninas para este sábado (15), a partir das 18h30, no estacionamento da Assembleia Legislativa.

Toda a programação da festança é transmitida ao vivo pela TV Assembleia (canal aberto 51.2 / 17 TVN), pela Rádio Assembleia Online (www.radioalema.com), pelo site www.al.ma.leg.br/tv e pelas redes sociais oficiais do Parlamento Estadual.

al
Foto: Reprodução

O espaço conta com serviços médicos e segurança reforçada. A segurança do público é garantida por uma equipe formada por 40 profissionais da Casa, no controle do trânsito, apoio às barracas e entorno do estacionamento.  Um detector de metal portátil é empregado para evitar a entrada de qualquer objeto que possa oferecer perigo.

Programação

Sábado (15)

18h00 – Grupo Folia de Três

18h15 – Oficinas de Dança do programa Sol Nascente

18h30 – Boizinho da Creche Escola Sementinha

19h00 – Boi de Santa Fé

20h00 – Boi de Sonhos

21h00 – Boi de Itapera

21h30 – Quadriharte de Alcântara

22h00 – Boi da Maioba

Domingo (16)

18h30 – Grupo Folia de Três

19h00 – Boi Pirilampo

20h00 – Cacuriá de Dona Teté

21h00 – Boi de Morros

22h00 – Boi de Nina Rodrigues

23h00 – Lucas Seabra

Rildo Amaral critica condenação de policial militar de Imperatriz por homicídio

 

IMG-20190207-WA0655
deputado estadual, Rildo Amaral (Solidariedade)/Foto: Reprodução

O deputado Rildo Amaral, nesta terça-feira (11), na Assembleia legislativa do Maranhão, criticou duramente a condenação do policial militar Dauvane Sousa Silva, pela morte de Flávio da Conceição, ocorrido no dia 30 de agosto de 2012, na cidade de Imperatriz.

O julgamento foi concluído no final da noite de ontem, segunda-feira (10), no Fórum Desembargador Sarney Costa, na capital maranhense. O policial Dauvane cumprirá uma pena de 16 anos e seis meses. O deputado Rildo considerou injusto o resultado e a mudança de comarca para o juri.

Para Rildo Amaral, o Ministério Público ao conseguir a transferência do julgamento prejudicou a defesa do policial. De acordo com ele, se o julgamento tivesse acontecido em Imperatriz, onde o policial é muito querido, teria sido absolvido por unanimidade.

“O desaforamento aconteceu porque, segundo o Ministério Público, a sociedade de Imperatriz o tinha como muito querido, tanto que veio uma comitiva da cidade para acompanhar o julgamento em São Luís”, protestou Rildo Amaral.

O parlamentar também questionou às circunstância em que o caso aconteceu, que teria sido durante uma troca de tiros, até então não muito esclarecida. Para Rildo Amaral, a população de São Luís teve oportunidade de apoiar a ação do estado contra a violência e não fez, se referindo as “constantes reclamações da população por falta de Segurança e uma ação mais forte da polícia, condena um policial.”

No mesmo julgamento, o policial Helenilson Pereira Borges, acusado de participar do crime foi absolvido. O julgamento foi presidido pelo juiz, José Ribamar Goulart Heluy Junior. Na acusação atuou o Promotor de Justiça, Rodolfo Reis; e na defesa o advogado Oziel Vieira.

Participantes do IV ParlaNordeste elaboram “Carta de Salvador”

 

6b1274d5e5a525114aff0adea6064a96

Durante o 4º Encontro de Presidentes de Assembleias Legislativas do Nordeste (ParlaNordeste), realizado nesta sexta-feira (7), no Plenário Orlando Spínola, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), conduzido pelo presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), foi elaborada a “Carta de Salvador”, assinada pelos presidentes e que será encaminhada aos presidentes da Câmara e do Senado, à bancada federal nordestina, bem como aos setores competentes da administração pública.

“Ratificamos a nossa posição quanto à reforma da Previdência, reconhecendo a necessidade, mas ponderando alguns aspectos que achamos que não devem constar como, por exemplo, a retirada de direitos dos trabalhadores rurais, a extinção do BPC, a desconstitucionalização da Previdência, além de termos debatido sobre o preço abusivo das passagens aéreas e enfatizamos a importância da revisão do pacto federativo, dando mais competência para as Assembleias Legislativas poderem legislar mais sobre assuntos de interesse de cada estado”, elencou Othelino Neto.

“Em quase todos os estados do Nordeste, temos problemas e soluções em comuns. Um tema em que o Norte e Nordeste saíram na frente é em relação aos trabalhadores rurais, que nessa reforma da Previdência teriam direitos cortados e foram os deputados estaduais, todos juntos, que conseguiram sensibilizar a Câmara Federal e o Senado Federal para tirar isso”, afirmou o deputado Themístocles Filho, presidente da ALEPI, sobre a importância da Carta de Salvador e de se levar essas demandas à Brasília.

Dia Mundial do Meio Ambiente: Othelino Neto alerta para retrocessos

 

59bd6b1a62d99c235843ee97bdb10614
Deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativo do Maranhão/Foto: Reprodução

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, fez uma reflexão, na sessão plenária desta quarta-feira (5), sobre o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado neste 5 de junho. Ele chamou atenção para as diversas decisões e atos administrativos, por parte do Governo Federal, que causam preocupação e impõem retrocesso à gestão ambiental e à conservação dos recursos naturais.

“É triste ver o presidente da República promover retrocessos tão grandes em tão pouco tempo. Nós, depois de muitos anos, percebemos, por exemplo, que o desmatamento na Amazônia voltou a crescer acima da média. E isto, senhores deputados, senhoras deputadas, não é uma questão de um governo de esquerda, de um governo de centro, ou de um governo mais conservador”, afirmou o presidente.

Othelino Neto afirmou, afirmou também, que a questão ambiental é apartidária e deve ser uma preocupação de todos.

“Sejamos de esquerda, de direita, de centro, é algo que nós precisamos ter o cuidado para que não comprometamos as futuras gerações”, completou.

O Meio Ambiente é um tema que o deputado Othelino conhece muito bem. Ele por duas vezes foi Secretário de Estado do Meio Ambiente, nos governos Zé Reinaldo e Jackson Lago.

Ampliado prazo para municipalização do Trânsito no Maranhão

 

famem acordo
juiz Douglas de Melo Martins, deputado Othelino Neto (presidente da Assembleia Legislativa do Estado) e Erlânio Xavier (presidente da FAMEM)/Foto: Reprodução

Acordo entre a FAMEM (Federação dos Municípios do Maranhão), Justiça (através da Vara de Direitos Difusos e Coletivos), e participação da Assembleia Legislativa, resultou no aumento do prazo para que seja municipalizado o transito no Estado.

Para o presidente da FAMEM, Erlânio Xavier, o entendimento para adoção da medida contará com total empenho da entidade junto ao Detran-MA.

“Os municípios terão mais tempo para poderem se organizar. A Famem em parceria com o Detran-MA dará suporte para que os prefeitos consigam municipalizar o trânsito em suas cidades. Isso é muito importante para o dia a dia do município. Temos que agradecer ao juiz Douglas Martins e ao Ministério Público que sempre estiveram abertos para o diálogo”, afirmou o presidente da Famem.

othelino difuso
Foto: Reprodução

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Othelino Neto, que teve importante papel nas negociações destacou a importância do acordo para o destravamento da decisão judicial, que proibia o Estado de realizar transferências voluntárias aos municípios que não estivessem no Sistema Nacional de Trânsito.

“De alguma maneira, a decisão judicial acabou gerando injustiças pela complexidade de ingresso no sistema. O cumprimento de uma série de regras, alguma fora da raia de controle dos atuais gestores, como, por exemplo, dívidas acumuladas com a Previdência. Sabe-se que muitas das vezes o prefeito está preocupado em resolver a crise do dia”, assinalou o presidente da Assembleia, Othelino Neto.

Saúde e segurança

Para o juiz da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, Douglas Martins, o acordo será benéfico por ampliar direito à saúde e segurança no trânsito.

“São vários assuntos somados resolvido em um único processo. Na verdade, é que a rede de saúde tanto dos municípios como do Estado, se encontra superlotada. E, um dos motivos, é o excessivo número de acidentes de trânsito. Especialmente, aquele envolvendo motociclistas sem capacete”, destacou o juiz.

No Maranhão, 58 municípios já fizeram adesão ao Sistema Nacional de Trânsito e pelo menos mais 30 iniciaram processo. A estratégia do acordo é que os municípios se integrem ao sistema, instalando órgão de fiscalização e organização do trânsito e façam campanhas educativas. De maneira que, assim consigam reduzir o número de acidentes e reduzindo a ocupação em hospitais por acidentados do trânsito. A redução também incide sobre os custos da Previdência Social, já que muitos dos acidentados passam a ser dependentes dos benefícios continuados.

“O presidente da Famem tem tido uma posição maravilhosa neste aspecto, estimulando as soluções de consenso. Acho que os diálogos são fundamentais para o aperfeiçoamento das instituições”, elogiou Douglas Martins.