Realizada primeira cirurgia por vídeo na rede municipal de São Luís 

Realizada em São Luís, a primeira cirurgia por videoconferência, na rede municipal de saúde. O procedimento aconteceu na quarta-feira, dia 14, no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I).

A técnica, minimamente invasiva conta com o auxílio de uma câmera introduzida no abdômen para que sejam feitas as manobras cirúrgicas.

“Este com certeza é um grande passo para a saúde de São Luís. A cirurgia por vídeo é uma técnica já consolidada, segura e que possibilita ao paciente uma recuperação mais rápida, diminuindo o tempo de internação hospitalar e reduzindo os riscos de infecções”, disse Joel Nunes, secretário de saúde.

A cirurgia foi de retirada de um apêndice, em uma paciente de 23 anos, do município de Itapecuru Mirim (MA). O procedimento contou com nove profissionais e durou 50 minutos.

O procedimento acontece por meio de pequenos furos no corpo do paciente para a inserção de uma endocâmera que permite ao cirurgião visualizar, em monitores, o interior do organismo. Isso possibilita a realização de procedimentos cirúrgicos sem incisões maiores como nos métodos convencionais. Geralmente é realizado com o paciente em estado de anestesia geral.

Secretario de Estado da Saúde esclarece caos de Varíola dos Macacos no MA

Equipe da Secretaria de Saúde do Maranhão comandada pelo secretário, Tiago Fernandes, reuniram a imprensa nesta sexta-feira, dia 12, para prestarem esclarecimentos sobre casos de varíola dos macacos (Monkeypox) no estado.

No Maranhão há 9 casos suspeitos da doença distribuídos em 7 cidades: São Luís e Timon cada um tem 2 casos. Barão de Grajaú, Buriticupu, Bela Vista, Paraibano e Tutóia todos com 1 caso cada. São 8 do sexo masculino e 1 feminino.

Todos os pacientes estão em isolamento domiciliar e acompanhados pelas secretarias de saúde municipais e pela estadual.

Carlos Lula crítica demora nas ações contra a Monkeipox

O ex-secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, ao destacar o primeiro caso confirmado de monkeipox (varíola do macaco) no Maranhão, nesta quarta-feira, dia 10, criticou o governo Bolsonaro pela falta de empenho rápido na preparação do enfrentamento à doença no Brasil.

“Primeiro caso positivo de monkeypox confirmado no Maranhão. Como sempre lamentamos a resposta tardia do Ministério da Saúde a uma emergência de saúde global. Afinal de contas, cadê a vacina?(..) Na escalada de casos no país, o Ministério conseguiu acabar com o gabinete de crise para observar a doença e depois foi obrigado a reabri-lo. São os piores da história. Com alguma folga”, disse Carlos Lula.

Carlos Lula estava à frente da Secretária de Saúde durante a Pandemia da Covid-19. Ele também presidio o Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (Conass)´durante o período. O Maranhão foi um dos estados que melhor atuou no enfrentamento a Covid-19.

Advogado e filiado ao PSB, Carlos Lula, é candidato a deputado estadual, a saúde é sua principal bandeira na campanha.

Primeiro caso suspeito de ‘varíola do macaco’ em São Luís

Registrado o primeiro caso suspeito da ‘varíola dos macacos’ (Monkeypox) na capital maranhense. Trata-se de homem, 42 anos, que deu entrada no Socorrão 1, com sintomas semelhantes da doença.

O homem foi encaminhado para o Hospital Carlos Macieira, onde ficará sob cuidados do Estado. O primeiro óbito Brasil de contaminação pela ‘varíola dos macacos’ aconteceu em 29 de julho, em Minas Gerais.

“Em breve estarei com vocês”, diz em vídeo o governador Carlos Brandão

O governador, Carlos Brandão (PSB), em vídeo divulgado nesta quarta-feira, dia 1º, informou que em breve estará de volta ao Maranhão. Para tranquilizar a população, disse que está cumprindo apenas a etapa pré-operatória, em São Paulo.

Em boletim médico é assinado pelos médicos Marcelo Sampaio e José Luis Chambo, do Hospital Beneficência Português, de São Paulo, define o quadro clínico do governador Carlos Brandão, como “quadro de saúde estável e evoluindo satisfatoriamente”.

Consultas e exames no WhatsApp no MA começam nesta segunda dia 18

A Secretaria de Saúde do Maranhão disponibilizará a partir desta segunda-feira, dia 18, o Disque Saúde no WhatsApp com objetivo de facilitar o acesso aos atendimentos em saúde na rede pública estadual, inclusive marcação de consultas e exames.

“Além do conforto, o paciente ganha em maior assertividade nos agendamentos. A expectativa é que, com esse novo serviço, aliado aos outros canais disponibilizados pelo governo para marcação de serviços, possamos realizar em torno de 100 mil agendamentos no mês”, disse Marcia Lima, do (CIRAM-SES). 

O número (98) 3190-9091 pode agora ser acionado via ligação ou através do aplicativo de mensagem para agendamento, cancelamento e informações sobre consultas e exames.  

O serviço da Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai beneficiar usuários do SUS dos 217 municípios maranhenses e pode ser utilizado de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. 

Flávio Dino inicia entrega do Hospital da Ilha nesta sexta dia 1º

O governador Flávio Dino prossegue com entregas de obras nesta sexta-feira, dia 1º, São Luís.

Dino entregará a primeira etapa do Hospital da Ilha, no Turu. A unidade vai contribuir para desafogar o atendimento em outras unidades de saúde e outros municípios da Grande Ilha. 

O Hospital da Ilha vai contar com centro cirúrgico com nove salas e 11 leitos de RPA, laboratórios, setor de hemodiálise, tomografia, oito elevadores, além de auditório, amplo estacionamento e um heliponto. Serão 72 leitos de UTI e a unidade atenderá em especialidades como emergência, cirurgia geral, gastroenterologia, urologia, neurocirurgia, ortopedia, cardiologia, vascular, bucomaxilofacial, cirurgia cabeça e pescoço e cirurgia pediátrica. A entrega da primeira etapa da unidade será em cerimônia, a partir das 18h, na Avenida São Luís Rei de França, s/n. Turu.

Livro de Carlos Lula: “Inumeráveis – A história da pandemia que ninguém contou”

O lançamento do livro “Inumeráveis – A história da pandemia que ninguém contou”, de autoria do secretário de Estado da Saúde e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, nesta segunda-feira, dia 28, no hall do Plenarinho da Assembleia Legislativo do Maranhão.

“Ele vivenciou de perto experiências dolorosas. No início, era só incertezas e ele teve de comandar essa operação aqui no estado. Muitas vidas foram salvas em razão desta grande imobilização”, disse o deputado Othelino Neto.

A obra reúne mais de 70 artigos publicados pelo gestor, em que ele retrata momentos de tormenta, esperança e caminhos para o combate à pandemia da Covid-19.

“..Eu escrevi com o coração, quis passar tudo o que vivemos, sofremos e construímos nesses últimos dois anos. O Maranhão tem uma excelente história para contar, temos o menor número de mortos por Covid-19 no Brasil. O leitor pode esperar algumas lágrimas e muita emoção (..) Sempre esteve ao lado do Poder Executivo apoiando as ações da Secretaria de Saúde no combate à doença. Juntos, mostramos a necessidade de unir todos os poderes para enfrentar a pandemia..”. enfatizou Carlos Lula.

Carlos Lula lançou sua primeira coletânea de artigos, em 2018, com o livro ‘O SUS (s)em nós’, que narra os desafios enfrentados para conduzir o sistema público estadual de saúde e os resultados alcançados em sua gestão.

Governo e Apaes ampliam serviços às pessoas com Síndrome de Down

O governo do Maranhão assinou convênio com as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do Maranhão, para garantir ampliação de direitos.  

São convênios relacionados à saúde para custeio de despesas com equipe multidisciplinar. Também à educação, com o credenciamento e a orientação sobre a possibilidade de convênio para recebimento do recurso do Fundeb. Além de ações de emissão de documentos, por meio do Viva/Procon, dentro das Apaes, que também receberam orientação e assinatura de convênio com o programa Maranhão Solidário. 

“Todas as Apaes estavam aqui reunidas em prol do mesmo objetivo, em prol da nossa força, em prol de garantir os direitos da pessoa com deficiência intelectual e múltipla no nosso estado. E contar com o apoio unânime do nosso vice-governador Carlos Brandão é de suma importância”, destacou o presidente Apae de Porto Franco, Deusilene Costa. 

O vice-governador Carlos Brandão, que representou o governo no ato, falou sobre a parceria com a entidade. Ele também ressaltou o Governo vai ampliará o Serviço Travessia. 

“Assinamos convênio na área de saúde e na área de educação, onde assumimos o compromisso de fortalecer a parceria com as Apaes. Assim, vamos fortalecer a inclusão, fortalecer essas pessoas que estão lutando pelas Apaes com muita dificuldade financeira, para que possam ampliar esse importante trabalho em nosso estado”, disse Brandão

O programa Maranhão Solidário é resultado de parceria entre as secretarias de Estado de Articulação Política (Secap), Relações Institucionais (SRI) e Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop). O objetivo é beneficiar entidades sem fins lucrativos, sociedades cooperativas ou instituições religiosas que se dediquem a trabalhos sociais e que atuem em qualquer um dos 217 municípios maranhenses.

Covid-19: São Paulo desobriga uso de máscara em lugares abertos

Do Uol

O uso de mascaras em lugares públicos por causa da Covid-19 foi desautorizado a partir desta quarta-feira, dia 9, em São Paulo. A decisão do governador, João Doria (PSDB), abrange todo o estado.

As pessoas que ainda desejarem usar a máscara, por óbvio, poderão fazê-lo como medida protetiva, como decisão individual, mas não mais por obrigatoriedade, determinação legal do governo de São Paulo.” João Doria (PSDB), governador de São Paulo.

A medida também determina a liberação de 100% da capacidade de ocupação em eventos realizados em ambientes abertos, ainda que possa haver aglomeração —como estádio de futebol e shows musicais.

A obrigatoriedade continuará apenas em ambientes fechados, como: Salas de aula, Transporte público, Escritórios, Cinemas e teatros.