Dino e Eliziane criticam Bolsonaro por desautorizar compra da vacina Chinesa Chinovac

O presidente Jair Bolsonaro incomodado com o lucro político do governador de São Paulo, João Dória (PSDB), pré-candidato a presidente em 2022, desautorizou nesta quarta-feira, dia 21, o ministério da Saúde, comprar a vacina chinesa Chinovac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan.

A decisão de Bolsonaro ocorre um dia após o ministro Pazuello, anunciar a compra de 46 milhões de doses da vacina junto ao governo de São Paulo.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que ontem participou da reunião dos governadores com o ministério da Saúde, para tratar das vacinas, reagiu à decisão do presidente Bolsonaro, dizendo que ele só pensa em “palanque e guerra”. Ele também defendeu que os governadores procurem o Congresso Nacional e a Justiça, para garantir o aceso da população à vacina.

“Bolsonaro agora quer fazer a “guerra das vacinas”. Só pensa em palanque e guerra. Será que ele não quer jogar War ou videogame com Trump ? Enquanto jogasse, ele não atrapalharia os que querem tratar com seriedade os problemas da população(..) Não queremos uma nova guerra na Federação. Mas, com certeza os governadores irão ao Congresso Nacional e ao Poder Judiciário para garantir o acesso da população a todas as vacinas que forem eficazes e seguras. Saúde é um bem maior do que disputas ideológicas ou eleitorais”, destacou Dino no twitter.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), também lamentou a decisão do governo Bolsonara. Para ela, é ‘estupidez’ e ‘irresponsabilidade’ desprezar e politizar uma vacina eficaz só por causa do país que produz.

“A decisão de desautorizar o Ministério da Saúde a comprar a vacina chinesa contra o Coronavírus beira a estupidez. Desprezar uma vacina eficaz apenas em razão do país q/ a produz é menosprezar a vida. Queremos a cura da doença. Politizar saúde pública é irresponsabilidade”, disse Eliziane.

O presidente Bolsonaro não esconde de ninguém sua prioridade com as eleições 2022. Ele é o próprio ‘pragmatismo político’ em nome da permanência no poder’.

Maranhão é o único a ultrapassar 120 dias com contágio pela Covid-19 abaixo de 1

O Maranhão ultrapassou a marca dos 120 dias com taxa de contaminação pela Covid-19 abaixo de 1 e se torna o único estado a atingir 4 meses nessa condição. 

Os dados disponibilizados pelo projeto Covid-19 Analytics, uma parceria da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostram que o Maranhão atualmente aparece em destaque, com ritmo de transmissão de 0.8.

Depois do Maranhão, o estado que aparece em condição mais favorável é o estado da Paraíba, que há 102 dias está com o Rt abaixo de 1, cuja taxa atual é de 0.95. Seguido por Roraima, que atualmente está com a taxa de 0.99 e encontra-se há 92 dias com o Rt abaixo de 1.

R$ 77 mi de verbas da Covid-19 já foram gastos com passagens e diárias

O governo Bolsonaro gastou R$ 77,3 milhões com passagens, diárias e despesas com locomoção, durante a pandemia do coronavírus.

É o que revela matéria do site Metrópole a parti de um levantamento junto ao painel Monitoramento dos Gastos da União com Combate à Covid-19.

O maior gasto ocorreu na rubrica “Passagens e despesas com locomoção”, responsável por R$ 66,1 milhões. Foram R$ 44,3 milhões de meios de transporte, R$ 20 milhões em passagens para o exterior e R$ 1,1 milhão em passagens nacionais. (Informações Metrópoles)

Covid-19: Carlos Lula cumpre isolamento após testar positivo

O Secretária de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, informou em suas redes sociais nesta sexta-feira, dia 9, que testou positivo para Covid-19, está sem sintomas, mas já está em isolamento.

Praças esportivas voltam funcionar no Rangedor, Itapiracó e Lagoa da Jansen

O governador Flávio Dino anunciou nesta sexta-feira (25), a liberação das quadras e praças esportivas dos Parques Rangedor, Itapiracó e Lagoa da Jansen.

No Parque Rangedor, estão liberadas para uso duas quadras poliesportivas, uma de areia e uma de tênis. Com horário de funcionando das 5h às 11h e das 16h às 21h.

Na Reserva do Itapiracó, duas quadras poliesportivas, um campo de futebol, uma quadra de travinha e três quadras de areia estão liberadas. Com horário de funcionamento das 5h às 11h e das 16h às 21h.

Na Lagoa da Jansen, quatro quadras poliesportivas, duas quadras de areia, duas quadras de tênis e uma arena de beach soccer estão permitidas para uso. Com horário de funcionamento das 5h às 21h.

Para o uso das quadras é necessário fazer agendamento pelo endereço eletrônico http://www.segov.ma.gov.br/vemproparque

Moradores de Rua se alimentarão gratuitamente nos Restaurantes Populares no MA

No Maranhão a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, disponibilizou carteiras a moradores de rua para que eles almocem e jantem com qualidade e sem nenhum custo nos Restaurantes Populares.

“Eu pedia comida na rua, mendigava nas portas das casas e dos restaurantes. Tinha dias que eu nem comia nada. Agora muita coisa mudou. Eu faço as minhas refeições todos os dias, não passo fome e estou com minha saúde em dias”, disse o morador de rua Renilson Paixão.

O secretário da SEDES, Márcio Honaiser, disse que objetivo da ação é garantir segurança alimentar e nutricional aos que mais precisam. 

No início do mês de outubro será retomado as capacitações sobre Segurança Alimentar e Nutricional a esse público, suspensas por conta da pandemia.

Carlos Lula se posiciona sobre aglomerações em convenções no Maranhão

O secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, após cobranças e críticas em relação as aglomerações registradas em várias convenções partidárias no último final de semana na capital e interior do estado, se posicionou no twitter nesta quarta-feira (16), sobre a polêmica.

Carlos Lula que também participou de algumas convenções reagiu principalmente às criticas de segmentos políticos e da imprensa de oposição ao governo.

Segundo ele, a competência para coibir e fiscalizar atos de campanha eleitoral, no contexto da pandemia, não é algo simples.

“A legislação eleitoral prevê garantias para que atos de propaganda não sejam interrompidos pela Administração Pública (..) Por isso, não cabe ao Poder Executivo tal atuação, e sim ao Poder Judiciário e ao Ministério Público.”, destacou Lula no twitter.

Em um recado direto para oposição, disse que não se afastará e o governo atuará na campanha, inclusive atendendo o que determinar o TRE-MA e a Procuradoria Regional Eleitoral.

MPE, TRE, Vigilância Sanitária e Partidos discutirão medidas contra Covid-19 no MA

Ministério Público Eleitoral (MPE), Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), Vigilância Sanitária e Partidos Políticos se reunirão sexta-feira (11), para discutir protocolos e medidas sanitárias contra a Covid-19 nas eleições de 2020.

O procurador regional Eleitoral, Juraci Guimarães Júnior, justificou a participação dos partidos na reunião como ‘democratização da discussão’. Ele também ressaltou que o objetivo do MPE não é proibir a propaganda eleiotral.

“ Afim de que eles possam colocar suas observações, que serão analisadas pelos agentes públicos de saúde. Com a participação dos partidos também se pretende que haja maior cumprimento por parte das agremiações das normas que serão estabelecidas, evitando futuras sanções (..) É fundamental no regime democrático para melhor escolha do cidadão, mas que ela seja exercida com respeito à saúde e à vida da população durante a pandemia”, ”, disse Juraci Guimarães.

IBOPE: para 33% Bolsonaro é o maior culpado pela situação da pandemia

Pesquisa Ibope divulgada neste domingo(6), mostra que para 38% dos entrevistados o povo é o maior responsável pela situação da covid-19 no Brasil.

O presidente Bolsonaro é apontado por 33% o principal responsável

O levantamento também aponta que 71% dos brasileiros concordam que o país sofreu mais do que o esperado com a pandemia.

Entre os que se dizem de direita, 8% disseram que Bolsonaro agravou a pandemia, enquanto 45% culpam a população.

Quanto aqueles que se declaram de esquerda, 78% responsabilizam Bolsonaro, já 15% destes atribuem ao o povo. Aqui mais detalhes no O GLOBO

TSE libera enquadrados na Lei da Ficha Limpa disputarem Eleições 2020

O TSE liberou enquadrados na Lei da Ficha Limpa em 2012, disputarem as eleições deste ano. A decisão se deu em resposta a consulta do deputado federal Célio Studart (PV-CE).

Por 5 a 2 os ministros do TSE decidiram que candidatos ficha suja e inelegíveis no calendário original das eleições 2020, com o adiamento do pleito para novembro, por causa da pandemia, podem concorrer.

A decisão seguiu parecer da assessoria técnica do TSE, que estabeleceu que o adiamento das eleições não pode barrar a candidatura de políticos enquadrados na Lei da Ficha Limpa até outubro deste ano. Mais informações aqui no jornal O Globo.