Flávio Dino inicia entrega do Hospital da Ilha nesta sexta dia 1º

O governador Flávio Dino prossegue com entregas de obras nesta sexta-feira, dia 1º, São Luís.

Dino entregará a primeira etapa do Hospital da Ilha, no Turu. A unidade vai contribuir para desafogar o atendimento em outras unidades de saúde e outros municípios da Grande Ilha. 

O Hospital da Ilha vai contar com centro cirúrgico com nove salas e 11 leitos de RPA, laboratórios, setor de hemodiálise, tomografia, oito elevadores, além de auditório, amplo estacionamento e um heliponto. Serão 72 leitos de UTI e a unidade atenderá em especialidades como emergência, cirurgia geral, gastroenterologia, urologia, neurocirurgia, ortopedia, cardiologia, vascular, bucomaxilofacial, cirurgia cabeça e pescoço e cirurgia pediátrica. A entrega da primeira etapa da unidade será em cerimônia, a partir das 18h, na Avenida São Luís Rei de França, s/n. Turu.

Livro de Carlos Lula: “Inumeráveis – A história da pandemia que ninguém contou”

O lançamento do livro “Inumeráveis – A história da pandemia que ninguém contou”, de autoria do secretário de Estado da Saúde e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, nesta segunda-feira, dia 28, no hall do Plenarinho da Assembleia Legislativo do Maranhão.

“Ele vivenciou de perto experiências dolorosas. No início, era só incertezas e ele teve de comandar essa operação aqui no estado. Muitas vidas foram salvas em razão desta grande imobilização”, disse o deputado Othelino Neto.

A obra reúne mais de 70 artigos publicados pelo gestor, em que ele retrata momentos de tormenta, esperança e caminhos para o combate à pandemia da Covid-19.

“..Eu escrevi com o coração, quis passar tudo o que vivemos, sofremos e construímos nesses últimos dois anos. O Maranhão tem uma excelente história para contar, temos o menor número de mortos por Covid-19 no Brasil. O leitor pode esperar algumas lágrimas e muita emoção (..) Sempre esteve ao lado do Poder Executivo apoiando as ações da Secretaria de Saúde no combate à doença. Juntos, mostramos a necessidade de unir todos os poderes para enfrentar a pandemia..”. enfatizou Carlos Lula.

Carlos Lula lançou sua primeira coletânea de artigos, em 2018, com o livro ‘O SUS (s)em nós’, que narra os desafios enfrentados para conduzir o sistema público estadual de saúde e os resultados alcançados em sua gestão.

Governo e Apaes ampliam serviços às pessoas com Síndrome de Down

O governo do Maranhão assinou convênio com as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do Maranhão, para garantir ampliação de direitos.  

São convênios relacionados à saúde para custeio de despesas com equipe multidisciplinar. Também à educação, com o credenciamento e a orientação sobre a possibilidade de convênio para recebimento do recurso do Fundeb. Além de ações de emissão de documentos, por meio do Viva/Procon, dentro das Apaes, que também receberam orientação e assinatura de convênio com o programa Maranhão Solidário. 

“Todas as Apaes estavam aqui reunidas em prol do mesmo objetivo, em prol da nossa força, em prol de garantir os direitos da pessoa com deficiência intelectual e múltipla no nosso estado. E contar com o apoio unânime do nosso vice-governador Carlos Brandão é de suma importância”, destacou o presidente Apae de Porto Franco, Deusilene Costa. 

O vice-governador Carlos Brandão, que representou o governo no ato, falou sobre a parceria com a entidade. Ele também ressaltou o Governo vai ampliará o Serviço Travessia. 

“Assinamos convênio na área de saúde e na área de educação, onde assumimos o compromisso de fortalecer a parceria com as Apaes. Assim, vamos fortalecer a inclusão, fortalecer essas pessoas que estão lutando pelas Apaes com muita dificuldade financeira, para que possam ampliar esse importante trabalho em nosso estado”, disse Brandão

O programa Maranhão Solidário é resultado de parceria entre as secretarias de Estado de Articulação Política (Secap), Relações Institucionais (SRI) e Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop). O objetivo é beneficiar entidades sem fins lucrativos, sociedades cooperativas ou instituições religiosas que se dediquem a trabalhos sociais e que atuem em qualquer um dos 217 municípios maranhenses.

Covid-19: São Paulo desobriga uso de máscara em lugares abertos

Do Uol

O uso de mascaras em lugares públicos por causa da Covid-19 foi desautorizado a partir desta quarta-feira, dia 9, em São Paulo. A decisão do governador, João Doria (PSDB), abrange todo o estado.

As pessoas que ainda desejarem usar a máscara, por óbvio, poderão fazê-lo como medida protetiva, como decisão individual, mas não mais por obrigatoriedade, determinação legal do governo de São Paulo.” João Doria (PSDB), governador de São Paulo.

A medida também determina a liberação de 100% da capacidade de ocupação em eventos realizados em ambientes abertos, ainda que possa haver aglomeração —como estádio de futebol e shows musicais.

A obrigatoriedade continuará apenas em ambientes fechados, como: Salas de aula, Transporte público, Escritórios, Cinemas e teatros.

Maranhão inicia “Março Mulher” e comemora 15 anos da SEMU.

O governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Mulher, realizou na última sexta-feira, dia 5, abertura da campanha ‘Março Mulher, dia 5, no Palácio Henrique de La Roque, capital maranhense.

Ao todo foram mais de 170  municípios, representados pelas gestoras municipais, prefeitos e vereadores. 

Ao contrário do que vem acontecendo no país, que sofre graves retrocessos nas políticas para as mulheres, desde 2018, o Maranhão vive um momento de muitas conquistas para todas as maranhenses.

Nos últimos 7 anos, o Maranhão tem investido em políticas públicas permanentes, ampliando o arcabouço de direitos e aumentando o acesso das mulheres maranhenses a estes direitos.

Somente na Política Estadual de Atenção à Mulher Maranhense, foram investidos mais de R$ 10 milhões, com a licitação da segunda unidade da Carreta da Mulher Maranhense. 

Além disso, o Plano Estadual da Mulher, está sendo finalizado. O Plano vem sendo construído por muitas mãos, num processo amplo, diverso e plural que tem envolvido a sociedade civil, os movimentos sociais de mulheres e feminista, o poder público e o conjunto do Governo do Maranhão. 

O texto do Plano está em revisão desde o início de fevereiro e será finalizado e encaminhado para a Assembleia Legislativa do Maranhão, para ser convertido em lei. 

Ministério Público brasileiro apoia vacinação de crianças contra Covid

O Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG) aprovou, em reunião ordinária esta semana nota técnica nº 02/2022, que orienta o Ministério Público brasileiro, apoiar a vacinação contra a Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos.

O documento se baseia em evidências científicas das autoridades sanitárias e nos estudos de critérios técnico-jurídicos presentes nas leis e na Constituição, além dos precedentes do Supremo Tribunal Federal.

Entre os temas abordados estão a obrigatoriedade da vacinação, deveres dos pais e responsáveis, atuação do Ministério Público e do sistema de garantia de direitos, além dos impactos da vacinação no direito a educação e nas relações de trabalho.

Ana Paula reforça ação de Saúde em Pinheiro com apoio da FESMA

A prefeita de Pinheiro, Ana Paula Lobato, conta com a Força Estadual de Saúde (FESMA), para reforçar o atendimento aos casos de Covid-19 e outras síndromes gripais no município.

“Temos priorizado os serviços mais urgentes demandados pela população, dispensando uma atenção especial à saúde, principalmente nesse momento em que verificamos um aumento no número de casos de Covid-19 e outras síndromes gripais. Agradeço ao secretário Carlos Lula, que atendeu ao nosso pedido”, afirmou a prefeita Ana Paula.

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, participou da reunião que foram definidas as estratégias para melhorar a assistência à saúde na cidade, principalmente em relação aos casos de Covid-19 e outras gripes.

“Sem dúvida, uma iniciativa das mais importantes, uma vez que estamos travando uma verdadeira guerra contra o coronavírus e outras síndromes gripais”, disse o parlamentar.

Equipes da FESMA, composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, assistentes sociais, entre outros profissionais, vão reforçar o atendimento, nesta primeira semana, no Hospital Antenor Abreu e no Centro de Testagem.

Na próxima semana, as equipes prestarão assistência em alguns povoados do município.

Covid-19: secretário, Joel Nunes, cumpre isolamento

O secretário Joel Nunes (Saúde de São Luís) informou nesta segunda-feira, dia 24, que testou positivo para Covid-19, apresenta apenas sintomas leves e estar cumprindo o isolamento necessário.

Joel Nunes que é médico aproveitou para enaltecer a importância da vacina.

Hospital Regional de Pinheiro recebe reforço de medicamento

O governo do Estado atendeu solicitação do deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, após demanda apresentada pela prefeita, Ana Lobata (PDT), e o Hospital Regional Antenor Abreu de Pinheiro, recebeu diversos medicamentos.

“..estamos em um hospital de urgência e emergência, são medicamentos para atendimentos diversos com destaque para as síndromes gripais, como nos casos de pacientes que estão com febre, dores musculares ou outros sintomas..”, destacou o diretor administrativo do hospital, Juliercio Diniz.

O objetivo é garantir o atendimento de qualidade aos pacientes nesse período de aumento dos casos de Covid-19 e síndromes gripais.

‘Passaporte Vacinal protege a população e a economia’, diz Othelino

O deputado Othelino Neto (PCdoB), defendeu nesta sexta-feira, dia 14, seu projeto que determina apresentação do ‘Passaporte Vacinal’ contra a Covid-19 para acesso a estabelecimentos e eventos em geral, no estado.

Para ele a medida tem objetivo de proteger não só a população, mas, também, a atividade econômica.

“..Esse é o objetivo do projeto, proteger as pessoas e, também, a economia. Se nós não adotarmos iniciativas como essa e a rede hospitalar continuar sendo pressionada de forma crescente, medidas mais proibitivas acabarão se impondo, o que será prejudicial para a atividade econômica e para a vida das pessoas (..) Esse projeto de lei não visa tirar a liberdade de ninguém, mas garantir a liberdade daqueles que querem cuidar da sua saúde e, claro, respeitando a vida dos outros (..) temos até o início de fevereiro para que possamos, inclusive, aperfeiçoar o projeto. Por isso, esse período vai ser importante para que a gente possa acrescentar ou fazer alguma modificação no texto. A expectativa é de que, ainda no mês de fevereiro, seja aprovado pela Assembleia e encaminhado para a manifestação do governador Flávio Dino..”, destacou Othelino.

A iniciativa visa conter o aumento de novos casos de infecção pelo coronavírus e evitar que ações mais restritivas sejam tomadas, a exemplo do que vem acontecendo em outros países, principalmente na Europa, onde restrições a pessoas não vacinados já estão em vigor.

No Brasil, pelo menos 19 cidades já adotaram a obrigatoriedade do passaporte vacinal.