Brandão e Weverton mostram união do grupo durante agenda do governo

O governador Flávio Dino (PSB), cumpre neste sábado, dia 24, ampla agenda de entrega de obras no interior do Maranhão.

Presentes na comitiva a relação do vice-governador Carlos Brandão (PSDB) e o senador Weverton (PDT), principais pré-candidatos ao governo do grupo dinista, chamou atenção ao demonstrar união do grupo.

Entre as entregas de beneficiosos à população maranhense hoje o destaque para a MA 282, que liga Lagoa do Mato ao povoado Gavião, e ainda, uma unidade do IEMA em Coroatá.

PEC que proíbe militares no governo ganha folego na Câmara Federal

O deputado Arthur Lira (PP), presidente da Câmara Federal, deu inicio na sexta-feira, dia 23, à tramitação da PEC, que impede militares ocupem cargos políticos no governo.

“A presidente da CCJ, escolherá o relator ou relatora. Ela tem prazo de cinco sessões da comissão para votar a admissibilidade da PEC dos militares”, disse a deputada Perpétua Almeida, autora da proposta.

O encaminhamento do deputado Arthur Lira, durante o recesso parlamentar, acontece em meio a mais recente crise envolvendo supostas ameaças do general Braga Neto (Ministro da Defesa), em relação às Eleições 2022.

Agora a CCJ terá realizar cerca de cinco reuniões para examinar o texto. Depois da admissibilidade analisada, a PEC vai para uma comissão especial, onde terá o seu mérito avaliado.

A PC da deputada Perpétua cria duas exigências para o militar da ativa: se afastar da atividade caso tenha menos de dez anos de serviço, ou passar automaticamente para a inatividade se tiver mais de dez anos de serviço. (Congresso em Foco)

Bolsonaro e Centrão estão com ‘casamento’ marcado, mas ‘lua de mel pode melar’

Do Gustavo Uribe, da CNN

Sem agenda oficial definida no Nordeste, porém com previsão de inicio para o final deste mês de julho, o ex-presidente Lula (PT) deverá se reunir com lideranças do Centrão na região.

Os encontros deverão ocorre mesmo depois do presidente Bolsonaro abrir seu coração e o governo para o PP e declarar ‘amor eterno’ ao bloco político no Congresso.

“..Não vai ser um casamento pela internet. Eu conheço o Ciro. Integrei, mais da metade do meu tempo de parlamentar, o PP..”, disse Bolsonaro.

Na Bahia, Lula deve se encontrar com o vice-governador, João Leão (PP), há possibilidade da participação de integrantes da bancada estadual e federal.

Já em Pernambuco, o encontro deverá reunir deputados estaduais e federais. Havia inicialmente a possibilidade de viabilizar um encontro de Lula e Ciro Nogueira no Piauí, mas com o convite de Bolsonaro ao presidente do PP para ocupar a Casa Civil, a costura foi abandonada.

Dino classifica ‘ameaça a Eleição’ de gravíssima; Braga Netto e Arthur Lira negam

O governador do Maranhão Flávio Dino (PSB), na manhã desta quinta-feira, dia 22, cobrou posicionamento imediato do Ministério da Defesa, em relação a publicação do Jornal O Estado de S. Paulo, sobre a suposta ameaça atribuída ao general Braga Neto (ministro Chefe da Defesa) do governo Bolsonaro, às eleições 2022.

Braga Netto teria mandado avisar o deputado Arthur Lira (PP), presidente da Câmara Federal, no dia 8 de julho e pediu para comunicar a quem interessasse que não haveria eleições em 2022 sem voto impresso, no momento da fala ele estaria junto com os chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

As Forças Armadas são instituições de estado e devem proteger a Democracia. Então nunca é demais lembrar:

Constituição Federal, art. 5º, XLIV – constitui crime inafiançável e imprescritível a ação de grupos armados, civis ou militares, contra a ordem constitucional e o Estado Democrático;

Lei de Segurança Nacional, Art. 17 – Tentar mudar, com emprego de violência ou grave ameaça, a ordem, o regime vigente ou o Estado de Direito. Pena: reclusão, de 3 a 15 anos. (…)

Art. 18 – Tentar impedir, com emprego de violência ou grave ameaça, o livre exercício de qualquer dos Poderes da União ou dos Estados. Pena: reclusão, de 2 a 6 anos. Escolham aí o tipo penal.

O ministro do STF, Roberto Barros, presidente do TSE, em postagem nas redes sociais disse que Braga Netto e Arthur Lira negaram o teor da matéria do Jornal o Estado de SP.

O deputado Arthur Lira também se manifestou nas redes sociais sobre a polêmica, porém seu posicionamento foi pouco esclarecedor.

O general Braga Netto (Chefe da Defesa), também se posicionou durante evento hoje em Brasilia, onde leu uma nota que disse que será publicada no site do Ministério da Defesa.

“Hoje foi publicada uma reportagem na imprensa que atribui a mim mensagens tentando criar uma narrativa sobre ameaça feitas por interlocutores a presidente de outro poder. O Ministro da Defesa não se comunica com os presidentes dos poderes por meio de interlocutores. Trata-se de mais uma desinformação que gera instabilidade entre os poderes da República em um momento que exige a união nacional”, destacou Braga Netto.

Flávio Dino e Mauro Carlesse reforçam integração entre MA e TO

O governador Flávio Dino participa nesta quinta-feira (22) de reunião sobre o Projeto de Integração Geopolítica Interestadual com governador do Tocantins, Mauro Carlesse. O encontro será no Palácio Araguaia, sede do governo de Tocantins.

Será assinado um acordo bilateral entre Maranhão e Tocantins para reforçar a integração entre os dois Estados.

Também haverá uma agenda empresarial, na parte da tarde, a fim de estimular o desenvolvimento econômico e a geração de renda nos dois Estados. Participarão representantes do Porto do Itaqui e de empresas do ramo de logística ferroviária e de fertilizantes.

Continua em alta rejeição de Jair Bolsonaro e seu governo

Do Poder360

Segundo pesquisa pesquisa PoderData divulgada nesta quarta-feira, dia 21, o presidente Bolsonaro e a sua gestão continuam com rejeição em alta.

Porém, as taxas se mantiveram estáveis em relação às do levantamento anterior, feito 15 dias antes, com variações dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais.

56% avaliam Bolsonaro como ruim ou péssimo; 26%, o desempenho de Bolsonaro é bom ou ótimo; 15% o avaliam como regular.

Maranhão e Tocantins serão ligados pela Ponte Filadélfia/Carolina

Do Governo do Tocantins

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), e o governador do Tocantins, Mauro Calesse (PSL), assinam na quinta-feira, dia 22, no Palácio Araguaia, sede do governo do Estado do Tocantins, o acordo para construção da Ponte Filadélfia e Carolina ligando os dois estados.

“O Tocantins e o Maranhão possuem muitas características semelhantes e interesses em comum, e o que nós queremos com esse projeto de cooperação é encontrar soluções para melhorar a vida da população que mora nessa região. É uma obra estruturante muito importante porque vai melhorar o tráfego encurtando distâncias e o principal, melhorar as condições de escoamento das produções locais”, destaca o governador Mauro Calesse. 

A assinatura do termo é a primeira ação oficial do Projeto de Integração Geopolítica Interestadual, que visa em parceria com os estados limítrofes ao Tocantins, à efetivação de políticas públicas, em oito áreas: saúde, infraestrutura, agronegócio, economia, segurança pública, turismo, ciência e tecnologia da informação e fronteiras.

Militares vão contratar Pesquisa para medir desgaste junto à sociedade

Do Uol

O Exército se baseia em uma pesquisa de 2018, realizada pelo Instituto Qualitest Ciência e Tecnologia, para dizer que a confiabilidade da sociedade nos militares gira em torno de 80%.

Uma nova pesquisa contratada pelos militares e provavelmente iniciada ainda esse ano de 2021 deverá mudar o percentual de confiança da população na instituição.

A ideia é que o levantamento comece a ser feito ainda neste ano. Mas, o resultado pode ficar para 2022.

A queda no nível de confiança da sociedade nas Forças Armadas é esperado por duas razões principais: o número de militares no governo Bolsonaro e a passagem do general Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde.

Dino, Lupi, Weverton e Marcio Jerry dialogam sobre conjuntura política

O governador Flávio Dino (PSB) e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, se reuniram nesta terça-feira, dia 20, no Palácio dos Leões.

“Nesta terça recebi visita do presidente nacional do PDT, @CarlosLupiPDT, com o senador Weverton e o deputado Márcio Jerry. Conversamos sobre o Programa Escola Digna, do @GovernoMA, lembrando sempre Brizola e Darcy Ribeiro. E dialogamos sobre conjuntura política do Brasil e do MA”, destacou Flávio Dino.

Também participaram o senador Weverton, presidente estadual do PDT e pré-candidato ao governo, e também, o secretário Márcio Jerry (Secid), presidente estadual do PCdoB.

Ao final os participantes destacaram o objetivo do encontro nas respectivas redes sociais.

“Acompanhei hoje o pres. do meu partido, @CarlosLupiPDT, em visita ao gov. @FlavioDino e o presidente do PCdoB, sec. @marciojerry. Muitas coisas unem a atuação de Flávio ao PDT, uma delas é a importância dada à educação. Falamos também de política nacional e do Maranhão”, informou Weverton.

Augusto Aras é contemplado com indicação para permanecer na PGR

Não chega ser surpreendente a decisão do presidente Bolsonaro, que nesta terça-feira, dia 20, anunciou a indicação de Augusto Aras, para permanecer como Procurador-Geral da República.

Agora caberá ao Senado Federal decidir sobre a indicação para recondução do PGR.

O procurador Augusto Aras, que também não estava na lista tríplice do MPF quando foi escolhido a primeira vez por Bolsonaro para PGR, agradeceu a nova indicação.

“Honrado com a recondução para o cargo de procurador-geral da República, reafirmo meu compromisso de bem e fielmente cumprir a Constituição e as Leis do País”, declarou Aras.

Bolsonaro simplesmente ignorou a lista tríplice indicada pelos Membros do Ministério Público Federal que vinha sendo respeitada desde o governo Lula.

Os escolhidos foram os subprocuradores Luiza Frischeisen, Mario Bonsaglia e Nicolao Dino.

Após o anuncio do presidente Bolsonaro indicando Augusto Aras para conduzir por mais 2 anos a PGR, a Associação Nacional dos Procuradores da República(ANPR), divulgou nota lamentando e criticando a decisão do presidente.

Aqui a íntegra da nota