Radialista e folclorista Helena Leite será homenageada no São João 2022

Uma das figuras que estarão sendo homenageadas no São João 2022 está Maria Helena Leite ou apenas ‘Helena Leite’; radialista, folclorista e membro da Academia Poética Brasileira.

Nascida em Viana/MA, e falecida em 2019, apaixonada pelo Bumba Meu Boi; e uma das mais importantes vozes em defesa da cultura de São Luís e do Maranhão.

“Hoje, se ela estivesse entre nós, estaria em êxtase, muito feliz. Vai ter São João depois de dois anos de muita luta. Não foi de um dia para o outro que ela recebeu o apelido de “Rainha da Cultura”, era uma rainha que não tinha trono, não tinha palácio, mas que sua riqueza era ver todos bem e uma cultura do Maranhão super valorizada”, diz Ronner Leite, filho da comunicadora.

Com a retomada das atividades culturais na sua plenitude, após dois anos de pandemia da Covid-19, sem a realização das festividades juninas no Maranhão, será o momento também de homenagear em memoria aqueles que se notabilizaram pela defesa da cultura-popular, em especial do São João no estado.

Natural do município de Viana, Helena Leite, faleceu no dia 30 de março de 2019, aos 67 anos, após um infarto fulminante. A partir de 1966, Helena trabalhou no rádio, comentando o Carnaval de Passarela de São Luís. Também acompanhava, comentava e fazia mediação entre a população e os poderes públicos. Foi na Rádio Educadora AM, na década de 70, que ela se tornou a primeira mulher a fazer cobertura de jornadas esportivas, como repórter de campo no Estádio Municipal Nhozinho Santos.

Maranhão vai revender Gás Natural Veicular nos postos de combustíveis

O Gás Natural Veicular (GNV) estará disponível nos postos de combustíveis maranhenses nos próximos meses. A novidade foi confirmada nesta quarta-feira, dia 25, pelo governador Carlos Brandão.

“Teremos gás natural veicular em nosso estado. Assinaram contrato hoje a Eneva e a Suzano, que serão parceiras na disponibilização deste produto aos consumidores. As empresas farão toda a logística do GNL, com a dispensa da construção de gasodutos. Energia limpa e toda nossa (..) Daremos um salto na disponibilização deste produto para o nosso consumidor. Somos um estado rico, plenamente capaz de atender às demandas que virão, fortalecendo uma cadeia de negócios que será positiva para todos e respeitosa com o meio ambiente”, comemorou Brandão.

As informações sobre a novidade no Maranhão aconteceu após reunião de trabalho com o presidente da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), Allan Kardec, e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (SEPE), José Reinaldo Tavares.

A revenda do GNV, combustível fóssil mais limpo e econômico, se comparado com a gasolina, foi possível graças a um contrato firmado entre o governo do Maranhão e duas empresas: a Eneva, especializada em exploração e produção de gás natural; e a Suzano Papel e Celulose, ambas em atividade no estado.

As duas empresas investirão cerca de R$ 530 milhões para a disponibilização desse tipo de combustível no Maranhão.

Promissora alternativa de combustível automotivo, o GNV apresenta importantes vantagens técnicas no mercado de combustíveis, como baixa redução de CO2, menor desgaste de partes e componentes do motor e o menor custo no mercado brasileiro.

A revenda de GNV vai proporcionar geração de emprego e renda, uma vez que vai beneficiar diretamente motoristas de aplicativo, taxistas e vans em um momento de alta inflação nos preços da gasolina e do diesel, por exemplo.

Gás e ZPE

A chegada do GNV soma-se a outra importante notícia para a retomada da economia e atração de novos investimentos, a Zona de Processamento de Exportação do Maranhão (ZPE-MA).

Ontem (24) foi promovida a solenidade de instalação da Comissão Estadual da ZPE-MA, em São Luís. A ZPE é uma área onde empresas se instalam para produção de bens a serem comercializados fora do país.

Uma vez instalada no Maranhão, a ZPE vai ajudar na atração de mais investimentos e na geração de emprego e renda local.

​O processo de implantação do Gás Natural Veicular nos postos maranhenses deve ocorrer inicialmente nas cidades de São Luís e Imperatriz e essa nova opção de combustível deve estar disponível aos consumidores ainda este ano.

Brandão destaca entrada em operação de Embarcação

O governador Carlos Brandão (PSB), utilizou as redes sociais para informar a entrada em operação da embarcação Baía de São Marcos, que estava sendo reformada. Ela também capacidade para 52 veículos.

O governador também destacou a volta da operacionalização da embarcação Araioses para o mês de junho.

SECMA divulga selecionados para o São João 2022

O governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Cultura, tornou público o resultado final dos selecionados para participar da programação oficial do São João do Maranhão.     

1.013 se inscreveram e foram selecionados 553 nas categorias artes cênicas; banda/show; bumba meu boi; cordel e repente; danças regionais; forró pé de serra; grupo alternativo; e tambor de crioula.

A divulgação da programação será no próximo dia 31. As inscrições foram realizadas entre os dias dia 11 e 29de abril.    

Aqui a lista

Flávio Dino participa do casamento Lula e Janja

O ex-governador Flávio Dino (PSB) e sua esposa Daniela Lima, participaram do casamento do ex-presidente Lula e a socióloga Rosângela Silva (Janja), ontem quarta-feira, dia 18, em São Paulo.

Pré-candidato ao Senado, Dino foi o único político maranhense presente na concorrida cerimonia.

Desembargadores Angela Salazar e José Luís tomam posse no TRE-MA

A desembargadora Angela Maria Salazar e o desembargador José Luís Oliveira de Almeida tomam posse nesta quinta-feira, dia 19, respectivamente como presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão.

A nova mesa diretora do TRE-MA comandará no estado as eleições majoritárias em que haverá escolha de deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente da República.

Angela Maria Moraes Salazar nasceu em São Luís Gonzaga do Maranhão no dia 26/11/57, filha de Benedito Salazar e de Maria da Conceição Moraes Salazar.

Bacharelou-se em Direito pela UFMA (1980) e 3 anos depois concluiu o curso de Serviço Social, também pela UFMA. Tem MBA em Poder Judiciário pela Fundação Getúlio Vargas e em Ciências Criminais pelo Uniceuma.

José Luiz Oliveira de Almeida é natural de Vitorino Freire, casado com Ana Rita e pai de dois filhos. Formou-se em Direito pela UFMA em 1977. Iniciou a carreira em novembro de 1986, então nomeado juiz-substituto e titularizado depois na comarca de Presidente Dutra.

Brandão comemora queda na violência no MA enquanto aguarda cirurgia

O governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), utilizou na manhã desta quinta-feira, dia 19, as redes sociais para informar que ainda não realizou a cirurgia que será submetido.

Segundo o governador, no momento está realizando exames pré-cirúrgicos em São Paulo.

“Quero agradecer a todos pelas mensagens e ligações animadoras! Estou fazendo exames pré-cirúrgicos. Enquanto a data da cirurgia está sendo planejada: vida que segue. Participo de compromissos e reuniões com as ferramentas disponíveis. Vamos em frente!”, disse Carlos Brandão.

Enquanto aguarda a cirurgia, o governador está participando de compromissos e reuniões com as ‘ferramentas disponíveis’. Ele comemorou também hoje nas redes sociais dados do Índice Nacional de Homicídio, criado pelo site G1, que mostra redução da violência no Maranhão.

Após exames de rotina, Carlos Brandão, foi informado da existência de um cisto e aconselhado a retirá-lo. Para tranquilizar e evitar especulações, o próprio governador comunicou à população maranhense sobre o resultado dos exames e o procedimento que será feito em São Paulo, onde já realiza exames de rotina há vários anos.

“..será simples e realizado em breve..”, Brandão sobre cirurgia

O governador Carlos Brandão (PSB), confirmou nesta terça-feira, dia 17, que será submetido a uma cirurgia, mas tranquilizou a população informando que se trata de algo simples.

Em principio havia a intenção de realizar o procedimento futuramente, mas foi antecipado. O governador Carlos Brandão além das ações do governo, em breve ele terá as atividades de campanha para serem também realizadas paralelamente.

Maranhão de Reencontros volta agitar prévias do São João

O governador Carlos Brandão participou no domingo dia 15, de mais uma edição do Maranhão de Reencontros, festa que vem reunindo milhares de pessoas na Concha Acústica Reynaldo Faray, Lagoa da Jansen, em São Luís, que celebra a cultura e o folclore maranhenses.

O projeto, realizado pelo Governo do Estado, terá apresentações até dia 29 de maio, sempre a partir das 17 horas.

“Estou muito feliz em saber que podemos fazer nosso São João com segurança e responsabilidade. Estamos resgatando a nossa cultura, estimulando o emprego e renda das famílias e trazendo alegria para todos os maranhenses. Uma grande festa em que as pessoas se divertem e também podem ter uma renda, pois sabemos que muitos perderam seus empregos, precisavam desse apoio e o Governo do Estado veio suprir essa demanda. Com certeza, faremos o maior São João do país”, ressaltou Carlos Brandão.

O Maranhão de Reencontros acontecerá até o inicio oficial do São João, dia 28 deste mês e prossegue até final de julho. O festejo promete ser o maior de todos os tempos, trazendo de volta a alegria dos arraiais junino, após dois anos sem a tradicional celebração, por conta da pandemia do coronavírus.

Estados vão recorrer de decisão do ministro do STF sobre ICMS

Do G1

O Comitê Nacional de Secretários da Fazenda, Finanças, Receitas ou Tributação dos Estados e Distrito Federal (Comsefaz), vai recorrer da decisão do ministro do STF, André Mendonça, sobre o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A decisão de recorrer, foi tomada em reunião extraordinária do comitê.

“Fizemos uma avaliação técnico-jurídica. Nessa avaliação identificamos que o comitê nacional de secretários, apesar de respeitar toda a decisão judicial, cumprir decisões judiciais, a gente vai recorrer (..) Vamos recorrer por entender que todos os requisitos da lei complementar 192 foram cumpridos”, afirmou o presidente do Comsefaz.

O ministro Mendonça abriu prazo de cinco dias para que a Câmara, o Senado e o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) se manifestem sobre o tema. Em seguida, a Procuradoria-Geral da República (PGR) e a AGU terão prazo semelhante.