Sistema de Segurança Pública no Maranhão recebe reforço de 180 PMs

 

pm 1
Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino deu posse a mais 180 policiais militares que reforçarão o Sistema de Segurança Pública do Maranhão. A solenidade aconteceu na tarde desta segunda-feira (7), na Praça Maria Aragão, no centro de São Luís.

Para Flávio Dino a posse dos novos policiais faz parte do reforço progressivo de Setor de Segurança do Estado.

“A posse de mais 180 policiais militares para reforçar a nossa Segurança Pública. Progressivamente, vamos avançando na ampliação e qualificação dos recursos humanos na área” disse o governador.

Entre os 180 novos policiais militares do Maranhão, uma novidade é a posse pela 1ª vez, de pessoas com deficiência na carreira.

pm 2
Foto: Reprodução

Governador do Rio é criticado duramente nas redes sociais neste domingo

 

witel
Foto: Reprodução

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, ainda não se manifestou em relação ao assassinato de Ágatha Félix, criança de 8 anos morta com um tiro de fuzil desferido pela PM no Complexo do Alemão, ocorrido na madrugada de sexta-feira para sábado (21).

Às 9h deste domingo (22), voltou ao Twitter, apenas para comemorar o aniversário do município do São Gonçalo. Seguidores se revoltaram e lotaram o espaço de comentários da publicação com críticas.

A morte de Ágatha se soma às inúmeras outras, principalmente de negros e pobres moradores de comunidades, que vêm aumentando desde que Wilson Witzel assumiu como governador do Rio de Janeiro.

Witzel é entusiasta de uma política de segurança agressiva, e causou polêmica ainda no ano passado, quando disse que a polícia sob seu comando vai “mirar na cabecinha e fogo”. Ele já chegou, inclusive, a lamentar por não poder disparar mísseis em comunidades do Rio. (Revista Fórum)

Greve da meia passagem em São Luis completa 40 anos

 

Hoje está completando 40 anos da greve em defesa da meia passagem em São Luís ocorrida em 1979. O movimento foi marcado por por forte repressão policial às passeatas e assembleias.

O Início da greve se deu após o terceiro aumento das passagens de ônibus no mesmo ano pelo prefeito Mauro Fecury. Estudantes da Universidade Federal do Maranhão deflagraram greve e foram reprimidos ao saírem em passeata para o centro da cidade. 

Os dias 17 e 18 de Setembro concentraram a maior parte da violência. O ato público na Praça Deodoro reuniu 15 mil pessoas no dia 17 e foi reprimido por forças policiais. O dia 18 amanheceu com o comércio fechado, transporte público parado e mais enfrentamento entre a polícia e manifestantes.

No dia 28 foi sancionada a leia da meia passagem e no dia 1º de Outubro entrou em vigor.A greve foi de grande significado para a política do Maranhão e João Castelo foi muito criticado pela ação repressiva da polícia aos manifestantes. 

Prefeito de São Luís lamenta selvageria no Centro Histórico e diz que não será tolerado

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) lamentou nesta segunda-feira (2), a confusão ocorrida na noite de domingo (1º), no Centro Histórico de São Luís. As imagens e vídeos de selvagerias envolvendo jovens se espalharam rapidamente nas redes sociais.

Edivaldo Holanda Junior disse está adotando providencias para que não volte ocorrer.

prefeito centro

Coronel Ismael assumirá o Comando Geral da PM na próxima semana

 

Coronel-Ismael-2
Coronel Ismael/Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino anunciou mais uma mudança no governo. O coronel Ismael assumirá na próxima terça-feira (23), o Comando Geral da Policia Militar do Maranhão. Ele substituirá o coronel Jorge Luongo, que passará a compor a equipe da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

CGPM

Jefferson Portela diz que suspeitos de execuções podem ser presos ainda hoje

 

mato
Reunião de autoridades do Sistema de Segurança Pública e Direitos Humanos na comunidade de Mato Groso/Foto: Reprodução

A cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Estado, se reuniu no final da manhã deste sábado (5), com a comunidade do Mato Grosso, zona rural de São Luís. No local foram executados a tiros na última quinta-feira (3), três jovens residentes na área. Fato esse de grande repercussão no estado.

Além do Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, participaram da reunião o Cel. Jorge Luongo (Comandante da Policia Militar) e o professor Francisco Gonçalves (Secretário de Direitos Humanos). A reunião aconteceu na Igreja do Evangelho Quadrangular, onde a comunidade foi ouvida em seguidas informada das providências que estão sendo adotadas para identificar e prender os responsáveis pelas execuções dos adolescentes JSD (17) e GCS (14) e do jovem Gustavo Feitosa Monroe (18) e apoiar as famílias, vítimas dessa barbaridade.

O Secretário Jefferson Portela confirmou que ainda neste sábado, poderá haver prisões de suspeitos de envolvidos, tão logo seja confirmado a identificação dos envolvidos será solicitado à Justiça o pedido(s) de prisão(ões).

Segundo Jefferson Portela já há identificação de policias que tinham contato com vigilantes da empresa. A suspeita de que um policial numa moto teria sido visto no dia do crime, supostamente dando cobertura aos executores, o secretario informou que está sendo investigado. Duas das três vitimas foram sepultadas pela manhã, a outro sepultamento ocorrerá na parte da tarde.