Othelino Neto destaca em reunião solução do passivo com população quilombola de Alcântara

 

othelino 2
Othelino Neto (PCdoB), Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão/Foto: Reprodução

Com participação dos deputados federais Márcio Jerry (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB) além de representantes do governo e parlamento estadual foi realizada nesta segunda-feira (13), na Assembleia Legislativa do Maranhão, uma reunião para discutir a regularização fundiária de comunidades quilombolas localizadas nas proximidades do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).

othelino 3
Reunião sobre impactos do Acordo Brasil e EUA nas comunidades quilombolas em Alcântara/Foto: Reprodução

Para Othelino Neto, Presidente da Assembleia Legislativa, é fato a importância do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas entre Brasil e EUA para o país, mas é imperativo resolver o passivo com a população nativa de Alcântara desde implantação do CLA.

“Infelizmente, essas populações, que moravam à beira do mar e que viviam da pesca, tiveram a sua qualidade de vida reduzida a partir da implantação do CLA. E existe um débito histórico com as populações. Antes de nós partimos para um novo momento, é preciso que se resolva esse grande passivo para que, aí sim, se tenha credibilidade e a população tenha confiança em receber um novo projeto, quanto mais com as características deste que já foram anunciadas”, afirmou Othelino, frisando que é preciso que o Governo Federal resolva essa demanda, que está acumulada, para proteger a população quilombola.

Ministério Público encontra ‘remédio’ para prefeito resolver falta de medicamentos em Imperatriz

 

mpitz
MP-MA em Imperatriz/Foto: Reprodução

O prefeito, Assis Ramos (DEM), terá que resolver a falta de fornecimento regular de medicamentos a pessoas com deficiência em Imperatriz, para que o município não seja impedido de fazer propaganda institucional e de festas.

O Ministério Público do Maranhão voltou solicitar à Justiça que obrigue o município a cumprir a sentença proferida em 2013. No documento o MP informa que ele é resultado da contínua irregularidade junto a esse público.

O Promotor de Justiça, Joaquim Ribeiro de Souza Júnior, desde 2017 entrou com o pedido para que a determinação judicial fosse cumprida pela Prefeitura.

Diante da provocação do MPMA, em novembro de 2018 a justiça estabeleceu o prazo de 30 dias para o cumprimento da decisão, sob pena de multa pessoal ao secretário de Saúde de R$ 1 mil para cada substância em falta no programa no momento do atendimento ao usuário.

O Ministério Público requereu ainda o cumprimento da sentença mediante o bloqueio de verbas do orçamento geral do município. O pedido se estende ainda à proibição de o município utilizar qualquer verba com publicidade e propaganda institucional, e ainda, que seja vetada quaisquer festividades, tais como festa junina e aniversário da cidade, bloqueando os valores existentes para tais fins, até que seja comprovadamente restabelecido o fornecimento de medicamentos e insumos para pessoas com deficiência.

Othelino Neto mantém unidade e se reelege Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

 

reeleito Othelino
Foto: Reprodução

Foi quase unanime o resultado da reeleição do deputado Othelino Neto (PCdoB), na presidência da Assembleia Legislativa, para o biênio 2021-2022, realizada no final da manhã desta segunda-feira (6). Dos 42 deputados que compõem o parlamento estadual apenas Hélio Soares (PR), não  compareceu à sessão e eleição.

Para o presidente reeleito Othelino Neto, a unidade na Assembleia Legislativa é a grande responsável pela realização da  eleição e consequentemente o resultado.

“O resultado demonstra este espírito de unidade. Respeitando as diferenças a diversidade. Aqui nesta mesa diretoria atual e na que foi eleita estão representadas as mais diversas forças da Assembleia inclusive o bloco de oposição. Embora não seja regimental, é habitual. É uma forma de reconhecer que a Casa não é de iguais, mas que tem objetivos em comum: legislar pelo Maranhão”, destacou Othelino Neto.

Com o nome “Igualdade e Democracia” a chapa eleita praticamente em consenso foi:

Presidente: Othelino Neto (PCdoB)

1º vice-presidente: Glalbert Cutrim (PDT)
2º vice-presidente: Detinha (PR)
3º vice-presidente: Rildo Amaral (SD)
4º vice-presidente: César Pires (PV)

1º secretário: Andreia Rezende (DEM)
2º secretário: Cleide Coutinho (PDT)
3º secretário: Pará Figueiredo (PSL)
4º secretário: Paulo Neto (DEM)

Assembleia Legislativa do Maranhão comemora campanha exitosa em defesa das mulheres

 

al-ma mulher
Foto: Reprodução

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, comemorou o sucesso e repercussão da campanha produzida pela casa, em favor das mulheres e contra qualquer tipo de violência contra elas.

Lançada no último mês de março , quando se comemora o Dia Internacional da Mulher, a campanha foi lançada e veiculada até abril em todos canais de TV e emissoras de Rádio. O projeto teve apoio do Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema) e Procuradoria da Mulher.

O objetivo da campanha foi alertar a sociedade sobre todas formas de violência contra a mulher, incentivando as vítimas a denunciar os agressores, destacando o número 180.

“Satisfeito com o alcance nacional da campanha institucional/publicitária contra o assédio e o feminicídio, idealizada pela Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão. É muito gratificante poder contribuir, de maneira mais ampla, para alertar a sociedade brasileira sobre as diversas formas de violência contra a mulher, incentivando-as a denunciar os agressores”, declarou Othelino Neto.

O diretor de Comunicação da Assembleia, Edwing Jinkings, falou da importância do Poder Legislativo abraçar a causa das mulheres, e ainda, incentivar o empoderamento delas.

“A Assembleia Legislativa do Maranhão levantou essa bandeira, sensível à crescente onda de violência que tem vitimado milhares de mulheres no Brasil. Também demos enfase ao empoderamento das mulheres com exemplos de destaque na sociedade, trabalho e na família. Mostramos que elas são fortes e não se intimidam, tudo isso em um minuto”, ressaltou Edwing Jinkings.

 

Homicídios caem 37% no mês de abril entre 2018 e 2019 na Grande São Luís

 

pm
Foto: Reprodução

Os homicídios na Grande São Luís caíram 37% no mês de abril deste ano, na comparação com o mesmo mês de 2018. Em abril do ano passado, tinham sido 30 casos desse tipo. Em abril de 2019, foram 19 – queda de 36,66%.

Os homicídios vêm caindo ano a ano no Maranhão. Em abril de 2014, foram 69 homicídios nos quatro municípios da Grande Ilha; em abril de 2015, 53; em abril de 2016, 46; em abril de 2017, 41; em abril de 2018, 30; em abril de 2019, 19.

“Homicídios na nossa capital e municípios da Ilha. Em abril de 2014 (antes do nosso governo) foram 69. Em abril de 2019 foram 19. Queda de 72% após cinco anos de trabalho sério e honesto, com muitos investimentos”, destacou o governador Flávio Dino.

Atualmente no Maranhão há 15 mil policiais, a maior tropa da história do Estado. Foram entregues mais de mil viaturas, dando condições de trabalho para a polícia. Também houve investimento em armamento e equipamentos.

Com isso, a capital maranhense enfim deixou, em 2017, a lista das 50 capitais mais violentas de todo o mundo.

Prefeito de Imperatriz Assis Ramos recebe longa e sonora vaia no estádio Frei Epifânio D’Abadia

 

Prefeito-Assis-Ramos-e1542048576913
Assis Ramos, Prefeito de Imperatriz/Foto: Reprodução

Faltando pouco mais de um ano para as eleições municipais de 2019, o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, encarou no feriado do Dia do Trabalhador sua crescente impopularidade atualmente no município.

Provavelmente por não acreditar na insatisfação da maioria da população de Imperatriz com sua gestão, o prefeito decidiu pagar pra ver. Ao aparecer no campo de futebol e se postar de frente para as arquibancadas foi recepcionado com uma sonora e longa vaia durante as comemorações do 1º de Maio, em pleno Estádio Frei Epifânio da Abadia,

Bolsonaro se apressa e nega criação de imposto que incidiria até no ‘dízimo’

 

O presidente Jair Bolsonaro não perdeu tempo e negou a informação publicada na Folha de SP, sobre um novo imposto que estaria sendo criado pelo governo, que incidiria até dízimo das igrejas.

A medida atingiria em cheio os evangélicos, maioria apoiadores e eleitores do presidente.

A criação tinha sido confirmada pelo Secretário da Receita Federal, Marcos Cintra. “A base da Contribuição Previdenciária é universal, todo o mundo vai pagar esse imposto, igreja, a economia informal, até o contrabando” afirmou.