Publicado no Diário Oficial anistia de multas dos partidos, após Bolsonaro negar ter sancionado.

 

Plenário do Congresso
Foto: Reprodução

Foi publicado no Diário Oficial da União, desta segunda-feira(20), o projeto que altera regras de funcionamento dos partidos políticos e anistia multas daqueles que não aplicaram o mínimo legal em projetos que incentivam a participação de mulheres na política.

Sancionado na última sexta-feira(17), pelo pelo presidente Jair Bolsonaro. No dia seguinte, ele negou ter sancionado a alteração na Lei que anistiou cerca de R$ 70 milhões em multas dos partidos.

O projeto teve apenas um veto do presidente Bolsonaro. A parte que tratava da anistia em caso de doações de servidores públicos que ocupam cargos comissionados. A justificava para o veto foi a limitação fiscal.

Na Inglaterra Flávio Dino defende investimentos para Educação e Segurança no Brasil

 

ec13c667-9e17-48ee-8c8a-c95d8cecff82
Senador Major Olímpio (PSL), ex-ministro Raul Jngmann e o governador Flávio Dino/Foto: Reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), foi um dos principais debatedores da edição 2019 do Fórum Brazil UK, realizado na Inglaterra. Ele defendeu  investimentos em educação e a consolidação de uma Política Nacional de Segurança Pública.

“São ferramentas imprescindíveis para que nós tenhamos a alavancagem de investimentos na direção correta, medidas de qualificação e aprimoramento da polícia, da ação do sistema de segurança pública”, afirmou o governador.

Flávio Dino,, o ex-ministro da Justiça, Raul Jungmann e o senador Major Olímpio (PSL-SP)  participaram de uma mesa que a Justiça e Segurança Pública além da conjuntura política e social atualmente no Brasil, onde também responderam perguntas dos participantes.

Othelino Neto retorna à presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão maior politicamente

 

3112cba6-337d-4b63-9ab7-089a0855fbc8-633x390
Rodrigo Lago, Edivaldo Holanda Júnior, Othelino Neto e Osmar Filho durante reunião no Palácio dos Leões (Foto: Gilson Teixeira)

O vice-governador Carlos Brandão (PRB), reassumiu o governo do Maranhão neste sábado (18), após passagem rápida, marcante e consolidadora do deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), à frente do Poder Executivo Estadual.

O governador Flávio Dino retorna ao comando do Estado, na segunda-feira (20), após participação num evento sobre Justiça e Segurança na London School of Economics and Political Science, na Inglaterra.

Othelino Neto assumiu o governo na última quinta-feira (16), em razão de um gesto político facilmente compreendido e de união do grupo político liderado por Flávio Dino. No exercício do governo Othelino adotou sua marca já conhecida de político habilidoso e agregador. Características que o torna atualmente quase unanimidade na Presidência do Parlamento Estadual.

Nas agendas internas e externas durante exercício do governo do Maranhão, Othelino Neto, viu seu prestigio político confirmado e fortalecido por vários seguimentos da sociedade, entre eles, a classe política.

O momento político favorável do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, é notório e atento a isso, o próprio já não esconde sua pretensão de alçar voos mais alto na política.

Apesar do tempo, Othelino já não é tratado apenas nos bastidores políticos como liderança forte e consolidada no Maranhão, tanto que é fato a inclusão do parlamentar na lista de potenciais nomes na disputa de uma das três vagas majoritárias no pleito de 2022, são elas: Governador, vice-Governador e Senado.

Movimentos ‘Vem Pra Rua’ e ‘NasRuas’ não estão organizando manifestações

 

vemprarua

Segundo o blog O Antagonista, os movimentos Vem Pra Rua e NasRuas não estão convocando manifestações nas redes sociais marcadas para o próximo dia 26/05.

“Não apoiamos políticos nem governos, apoiamos ideias e iniciativas. A Nova Previdência, a Reforma Tributária e o Pacote Anticrme são ideias que apoiamos. Mas as pautas dessas manifestações do dia 26 são confusas e dispersas”, diz Adelaide Oliveira, coordenadora nacional do Vem Pra Rua.

“O Movimento Nas Ruas não está administrando ou organizando a manifestação divulgada”, afirma Tomé Abduch, porta-voz do grupo.

Parece fadado ao fracasso o movimento antes mesmo de começar.

Causa de demissão no Inep teria começado com pedido de acesso a dados sigilosos de estudantes

 

elmer-vicenzi
Elmer Coelho Vicenzi /Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Da Revista Veja

A confusão que culminou na demissão do agora ex-presidente do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais (Inep), Elmer Vicenzi, começou quando o ministro da Educação Abraham Weintraub pediu acesso a dados sigilosos de estudantes, solicitação que foi negada pelo procurador-chefe do órgão.

Segundo um ex-funcionário da pasta, durante a ausência do procurador, Vicenzi insistiu com o vice, que também negou o pedido e acabou demitido. A situação causou um tremendo mal-estar entre os procuradores do Inep, que fizeram uma greve geral.

Para completar a “fritura” de Elmer Vicenzi no órgão, circulou pelo Ministério da Educação (MEC), na quarta-feira 15, uma carta assinada pelo ex-presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues, solicitando que o sucessor retificasse suas declarações à Comissão de Educação da Câmara dos Deputados no dia 14 de março.

Na ocasião, o ex-policial afirmou que a comissão criada para avaliar questões no Enem seria “só mais uma comissão entre muitas que participam da elaboração da prova”. Rodrigues afirma na carta que as falas deixaram dúvidas sobre “o real trabalho realizado e os resultados obtidos pela comissão”.

Flávio Dino falará sobre ‘Justiça e Segurança’ em evento na Inglaterra

 

londonO governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), participará neste sábado ((18), da edição 2019 do BrazilForum UK, na Inglaterra. Com o tema “Justiça e Segurança Pública: a relação entre o Judiciário e Políticas Públicas de Segurança”, ele falará sobre a experiência e avanços na área da Segurança no Maranhão, entre 2014 e 2018.

Realizado pela London School of Economics and Political Science, o evento será transmitido ao vivo, a partir das 6h (horário de Brasília), no site /www.brazilforum.com.uk/. O evento reunirá especialistas de diferentes setores da sociedade que debateram vários temas como desenvolvimento econômico, social e ambiental do Brasil.