‘Estamos preparados. Esse pesadelo vai terminar’, Carlos Lula sobre vacinação

O Maranhão se prepara para a vacinação contra a Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), já está assegurando a aquisição dos insumos e definindo a logística para a realização da imunização da população contra a doença.

O estado já possui, por exemplo, 4 milhões de agulhas e seringas em estoque para a realização da primeira fase da vacinação contra a Covid-19, e agiliza processo para a aquisição de mais 6 milhões de unidades desse material.

O planejamento e a definição das estratégias refletem a preocupação da gestão estadual em garantir o acesso dos maranhenses à vacinação. Além da aquisição de insumos, a distribuição dos imunobiológicos também já foi planejada.

Após o recebimento das doses, será seguida uma programação de distribuição às Redes de Frio Regionais por meio de transporte aéreo. A partir desta distribuição, todos os municípios receberão as vacinas por meio do transporte terrestre com vans refrigeradas, já disponíveis em cada uma das regionais de saúde. 

As demais estratégias do Governo do Maranhão para a imunização estarão disponíveis e sistematizadas no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, que será divulgado no início da próxima semana.

Dino critica decisão de Bolsonaro, que suspendeu compra de seringas

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), mesmo em férias se mantém vigilante e ativo nas suas posições em relação ao governo Bolsonaro, nesta quarta-feira, dia 6, criticou a decisão do presidente que suspendeu a compra de seringas para vacinação contra a covid-19, sob alegação de anormalidade nos preços.

Para Dino, ‘decisão mais uma vez errada’, e mostrou como o governo deveria proceder.

“Decisão mais uma vez errada. O correto é usar o poder de requisição administrativa. Está na Constituição. E seria o caso de aplicar a Lei Delegada 4. Mas esta foi equivocadamente revogada em 2019 pela tal Lei da Liberdade Econômica”, criticou Flávio Dino no twitter.

Deputado Othelino Neto visita governador em exercício Carlos Brandão

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, visitou nesta terça-feira, dia 5, o governador em exercício, Carlos Brandão, com a licença do governador Flávio Dino.

O encontro aconteceu no Palácio dos Leões, onde foi reforçada a importância do diálogo, independência e boa relação institucional visando à melhoria da qualidade de vida dos maranhenses.

“É um prazer visitar o governador em exercício, Carlos Brandão, para que nós possamos conversar sobre temas importantes para o estado. Estamos sempre exercitando essa capacidade de diálogo, que é uma marca da relação harmônica e independente que mantemos entre os Poderes constituídos no Maranhão”, assinalou Othelino.

O governador em exercício, Carlos Brandão, destacou a boa relação entre o Legislativo e o Executivo ue tem sido mantido nos seis anos do governo.

“Desde o início da nossa gestão, sempre primamos por essa relação harmônica entre o Executivo e o Legislativo. Agradeço a visita do presidente Othelino Neto e quero reforçar a minha disposição em manter essa boa relação, afinal, temos que andar juntos nas parcerias em favor da nossa população”, afirmou Brandão.

Participaram do encontro, o secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, e o deputado federal Rubens Júnior (PCdoB), que assumirá no próximo dia 11, a Articulação Política do governo .

Flávio Dino anunciará a partir de hoje mudanças em sua equipe

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou sua conta no twitter nesta quarta-feira, dia 30, para informar que nos próximos 30 dias, a contar de hoje, estará realizando mudanças na sua equipe de governo.

“Anunciarei daqui a pouco algumas mudanças na nossa equipe de governo. Processo de ajustes irá se estender pelos próximos 30 dias. Manteremos o eixo principal: coesão política e dedicação no cumprimento de metas em 2021”, informou Dino nas redes sociais.

Flávio Dino elogia reação de Rodrigo Maia e Baleia Rossi após Bolsonaro atacar Dilma

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), elogiou os deputados Rodrigo Maia (DEM) e Baleia Rossi (MDB), nesta terça-feira, dia 29, após se solidarizarem com a ex-presidente Dilma Rousseff, alvo de deboche e ironia do presidente Jair Bolsonaro.

“Importantes posições dos deputados Rodrigo Maia e Baleia Rossi sobre deboche de Bolsonaro com a presidenta Dilma. Há fronteiras de dignidade e decência que estão acima de quaisquer disputas ideológicas ou políticas”, destacou Dino.

Ontem segunda-feira, dia 28, o presidente Bolsonaro, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, questionou a veracidade das torturas sofridas pela ex-presidente Dilma, durante o período da ditadura militar.

“Dizem que a Dilma foi torturada e fraturaram a mandíbula dela. Traz o raio X para a gente ver. Olha  que eu não sou médico, mas até hoje estou aguardando o raio X”, disse o presidente.

“.. amizade com Flávio Dino é sólida e baseada em respeito e dialógo..”, Weverton

O senador Weverton (PDT), no inicio da tarde desta quarta-feira, dia 18, foi às redes sociais chamar de ‘boatos’ informações sobre um suposto rompimento político entre ele e o governador Flávio Dino.

“A verdade é que minha amizade com @FlavioDino é sólida, baseada em respeito mútuo e diálogo”

O boato ao qual Weverton se refere começou após anuncio do apoio do deputado Neto Evangelista (DEM), e do vereador Osmar Filho (PDT), presidente da Câmara Municipal, ao candidato Braide em São Luís.

Eleição nos EUA faz Dino e Maia acreditarem na volta de valores democráticos

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), se pronunciaram neste sábado, dia 7, sobre a importância da vitória de Joe Biden nos EUA para os valores democráticas.

Dino diz que Bolsonaro será processado, após visita do presidente ao Maranhão

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse nesta quinta-feira, dia 29, que vai processar Bolsonaro, após a polêmica primeira passagem do presidente no Maranhão.

Para Dino, o presidente Bolsonaro foi desrespeitoso e preconceituoso com o Maranhão. Ele também classificou de gravíssimo o que considerou “uso de dinheiro público para fazer propaganda politica”.

“..um bom caminho é lançar um bolsonarista em 2022..”, Dino para Bolsonaro

O presidente Bolsonaro voltou atacar o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), nesta terça-feira, dia 27, sem citar seu nome.

‘É preciso tirar o PCdoB do governo do Maranhão’, disse o presidente Bolsonaro.

Bolsonaro tem visita prevista ao estado na quinta-feira, dia 29, e parece querer criar um clima de acirramento político e ideológico com Dino.

Ele passará em São Luís e Imperatriz, principais colégios eleitoras do Maranhão, onde tem interesse no resultado das eleições em 2020, para tentar tirar o grupo liderado por Flávio Dino no estado 2022.

Flávio Dino reagiu com um desafio ao presidente e o bolsonarismo no Maranhão.

“.. quer me tirar do governo do Maranhão, um bom caminho é lançar um bolsonarista assumido na eleição de 2022. Em 2018, não chegaram a 10% no Maranhão..”, reagiu Flávio Dino.

Flávio Dino reage e cita obras, após post de Braide que diz ‘São Luís foi enganada’

O governador Flávio Dino (PCdoB), reagiu nesta segunda-feira, dia 19, a postagem nas redes sociais atribuída ao candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), onde diz que ‘São Luís foi enganada’, se referindo ao governo do estado.

Em vídeo o governador diz que Braide falta com a verdade e cita obras, segundo ele, fruto da parceria do seu governo e a prefeitura da capital.

“..Ele diz que “São Luís foi enganada”. Mas inauguramos hospitais, escolas, parques, praças, pontes, fizemos ações sociais e dezenas de obras e programas estão sendo executados, em todas as áreas..”, disse Dino em vídeo divulgado nas redes sociais.