“..popularidade de Bolsonaro não é sustentável..”, diz Flávio Dino

 

dino_bozo

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), alertou o campo progressista, nesta sexta-feira (14), para não desanimar com a pesquisa DataFolha que revela crescimento da popularidade de Bolsonaro.

Para Flávio Dino, o crescimento significativo do governo e de Bolsonaro, a melhor desde o início, não é sustentável. De acordo com ele, os problemas familiares e no próprio governo deverão reverter esse cenário.

Flávio Dino também aconselhou o campo progressista a continuar apresentando alternativas para os problemas do país de maneira “clara, viável e conectadas com as necessidades da população”.

Flávio Dino agradece Lula e Dilma ao entregar Residencial José Chagas

 

24954_whatsapp_image_2020_08_07_at_15.20.36_2981761419706369253

O governador Flávio Dino agradeceu nas redes sociais neste sábado (8), aos presidentes Lula e Dilma, pela realização do sonhho das 256 famílias contempladas com apartamentos do Residencial José Chagas, que moravam em palafitas na Ilhinha em São Luís.

A política habitacional que deu oportunidade para milhares de famílias do Maranhão, conseguissem a casa própria, foi criado nos governos Lula e Dilma, através do PAC e o programa “Minha Casa, Minha Vida.

Os recursos e autorização são do governo federal e executado pelos governos estaduais.

“STF demonstrou ontem ‘abuso de autoridade’ de Moro”, diz Flávio Dino

 

triplex
Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino, também ex-juiz federal, comentou na manhã desta quarta-feira (5), o resultado favorável ao ex-presidente Lula, ontem na 2ª turma do STF.

Notório crítico da condução dos processos contra Lula, no âmbito da Lava Jato, disse que no julgamento ficou demonstrado ‘abuso de autoridade’ do ex-juiz Sérgio Moro.

“Com o julgamento no STF ontem, estão demonstrados ABUSOS DE AUTORIDADE cometidos por Sérgio Moro contra o presidente Lula. Se o intuito de um ato judicial era produzir um fato eleitoral, como afirmado no STF, há grave desvio de finalidade.”, disse Dino nas redes sociais.

Sema passada um vídeo divulgado pelo próprio Flávio Dino, nas redes sociais, ele comenta com base técnica, o que chamou de ‘razões jurídicas’ para caracterizar a parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro, dando como exemplo o caso do “triplex”.

Maranhão reduz mortes por coronavírus e aumenta empregos

 

Secap-gov-1-2

O Maranhão está entre os estados do país que teve queda nas mortes por coronavírus, com 33% de redução, segundo do G1/Consórcio de Veículos de Imprensa.

Também é o primeiro do Nordeste e o quarto estado do país na geração de empregos, segundo o Governo Federal, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Outro dado positivo se refere aos leitos para atendimento da doença, com apenas 46% ocupados, que significa alta na oferta de leitos para outros atendimentos.

“Isso significa a confirmação de uma trajetória conquistada arduamente, e faço o convite para que continuemos com a atitude que tivemos até aqui, com menos danos que em outros locais. É um indicador altamente relevante e que levamos alguns meses para conquistar. A expectativa é que essa curva continue declinante para agosto”, disse Flávio Dino em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (31).

JPesquisa mostra peso eleitoral de Flávio Dino e Edivaldo Jr em São Luís

 

EdivaldoeDino-1024x675

O governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), estão em alta com a população de São Luís.

É o que revela a JPesquisa divulgada nesta quarta-feira (29).

Segundo o levantamento, o governador Flávio Dino tem apoio de 62%, já o prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior, é aprovado por 52% dos ludovicenses.

Os números da JPesquisa mostram que os dois gestores juntos ou separados tem grande peso na sucessão municipal de 2020, em São Luís.

Foram ouvidas 1000 pessoas na capital maranhense nos dias 19 e 24 de julho, a margem de erro é de 3% para mais ou para menos. A pesquisa registrada com o número MA-02519/2020.

“além de ironizar o desemprego, está desinformado sobre o Maranhão”, Dino para Bolsonaro

 

Governador Flávio Dino lamentou a ironia do presidente Jair Bolsonaro sobre desemprego e disse que insitirá no Pacto Nacional do Desemprego/Reprodução

O presidente Bolsonaro (Sem Partido), ao usar o ‘cercadinho’ na saída do Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (28), como era esperado respondeu com ironia à proposta do governador do Maranhão, Flávio Dino(PCdoB), que em ofício solicitou um Pacto Nacional pelo Emprego, em razão do agravamento do desemprego no país nos próximos meses.

Tem governador agora que quer que eu faça um pacto pelo emprego. Mas, ele continua com o estado dele fechado, disse o Bolsonaro.

Flávio Dino lamentou a ironia do presidente quanto a sua sugestão, e acrescentou que Bolsonaro é desinformado em relação ao Maranhão. Ele também disse que  insitirá no Pacto.

“O presidente Bolsonaro, além de ironizar indevidamente o tema do desemprego, está desinformado sobre o Maranhão. Estamos com praticamente 100% das atividades econômicas funcionando, há muitas semanas (..) Considero que o desemprego não é assunto a ser tratado com ironias. Espero que o presidente da República leve a sério a urgencia de ações efetivas. É impossível tratar do tema no “cercadinho” do Alvorada. Por isso, insisto na ideia do Pacto Nacional pelo Emprego”, destacou Flávio Dino nas redes sociais.

O deputado, Márcio Jerry, vice-líder do PCdoB na Câmara Federal, reagiu em tom de indignação à posição do presidente Bolsonaro, sobre a sugestão do governador Flávio Dino. Para ele, o presidente é preguiçoso, negligente e irresponsável. Por isso reagiu assim.

É um preguiçoso, além de negligente e irresponsável. Por isso reage assim. Nem aí para trabalhar por emprego para a população. Bolsonaro reage com ironia a pacto pelo emprego sugerido por Flávio Dino”, reagiu Márcio Jerry no twitter.

O governador Flávio Dino é um dos principais adversários de Bolsonaro e de seu governo, também poderá enfrentá-lo nas urnas em 2022. Através de ofíco enviado a Bolsonaro, ele propos união de empresas, empresarios, sindicatos e governadores, com coordenação do presidente, para viabilizar um Pacto Nacional pelo Emprego”, e enfrentar crise.

Pelo comentário do presidente, ele deverá usar como estratégia para justificar o desemprego, culpar os governadores, a ter que com eles encontrar saída para crise, que já era muito grave antes da pandemia.

Covid-19: Maranhão entre os que estão em queda de óbitos no país

 

queda covid

O Brasil tem 87.748 mortes por coronavírus confirmadas até o início da manhã desta terça-feira (28), de acordo com dados mais recentes das secretarias estaduais de Saúde.

Quanto a situação de mortes por coronavírus, segundo o levantamento, 7 estados estão com queda no país, entre eles, o Maranhão, que no último boletim apresentou: 2.943 mortes e 114. 585 casos confirmados.

O governador Flávio Dino destacou a situação atual do Maranhão em relação ao enfrentamento da pandemia e pediu que a população continue colaborando “Seguimos na luta diária. Reiteramos a imperatividade de cumprimento das normas sanitárias”.

Além do Maranhão, também estão em queda de óbitos: Ceará, Acre, Amazonas, Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

queda

Em ofício Flávio Dino propõe a Bolsonaro Pacto Nacional pelo Emprego

 

dino-bolsonaro-600x300

O governador do Maranhão, Flávio Dino, em ofício ao presidente Bolsonaro nesta segunda-feira (27), sugeriu que ele convoque governadores, empresas e trabalhadores para junto enfrentarem o aumento do desemprego no país.

A iniciativa de Flávio Dino aconteceu após entrevista públicada na Folha de SP com o secretário de Política Econômica do governo Bolsonaro sobre aumento do desemprego no Brasil.

 

Escolas estão recebendo equipamentos para retomada das aulas presenciais

 

unnamed-2020-07-24T171222.589

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) iniciou a entrega centenas de termômetros digitais infravermelhos nas regiões do Maranhão.

Já foram adquiridos 1.500 deles para serem usados nas escolas.

As escolas públicas devem reabrir as portas a partir do dia 31 de julho. Já estudantes que cursam a 3ª série do Ensino Médio devem regressar no dia 10 de agosto.

Já receberam equipamentos as Unidades Regionais de Educação (UREs) dos municípios de Viana, Pinheiro, Santa Inês, Açailândia, Imperatriz, Balsas, São João dos Patos, Presidente Dutra e Barra do Corda.

A segunda leva de equipamentos do tipo será entregue nas UREs de Rosário, Itapecuru-Mirim, Chapadinha, Codó, Caxias, Timon, Pedreiras e Bacabal.

Os termômetros digitais infravermelhos vêm sendo usados em vários países do mundo desde o início da pandemia de Covid-19. O equipamento é utilizado para rastreio de possíveis casos de infecção, já que a febre é um dos sintomas mais frequentes da Covid-19.

Além dos termômetros também está sendo entregue  646.174 máscaras de tecido (para serem distribuídas entre os alunos e o corpo administrativo das escolas) e 1.157 vasilhames de álcool gel 500 ml, para reduzir ainda mais os riscos de contaminação no ambiente escolar.

Assinada Medida Provisória com benefícios em débitos de IPVA no MA

 

IPVAO Governo Flávio Dino assinou nesta quarta-feira (22), a Medida Provisória que instituiu, excepcionalmente, o pagamento e parcelamento de débitos fiscais do IPVA (Imposto de Propriedade de Veículos Automotores), com anistia de multa e juros.

A adesão vai até 30 de setembro de 2020, por meio da emissão e pagamento do Documento de Arrecadação (DARE), à vista ou da primeira parcela em até 5 dias da data da adesão, disponível no site da Secretaria de Fazenda no sefaz.ma.gov.br.

 IPVA 2019 e anos anteriores

Os débitos cujos fatos geradores ocorreram até 31 de dezembro de 2019, terão redução de multas e juros de 100% para pagamento à vista ou 60% para parcelamento, em até 12 parcelas, sendo o valor mínimo de R$ 30,00 para motocicletas e similares e de R$ 100,00 para veículos automotores.

IPVA 2020

O Estado está oferecendo redução de 10% do valor principal e exclusão de multas e juros, para os contribuintes que realizarem o pagamento a vista, até 30 de setembro de 2020.

Já quem optar pelo parcelamento poderá parcelar em até 5x o valor principal, acrescido de multas e juros, com vencimento da última parcela até 30 de dezembro de 2020.

Para veículos novos adquiridos a partir de 1° de julho de 2020, o prazo de vencimento do IPVA fica fixado em até 60 dias após a data de emissão da nota fiscal de aquisição do veículo, ou seja, a MP estende o prazo de pagamento do imposto em mais 30 dias.

Os honorários advocatícios, quando cabíveis, serão recolhidos em conformidade com o número de parcelas concedidas.

Vale destacar que ao optar pelos benefícios, o contribuinte reconhece a desistência de eventuais ações ou embargos à execução fiscal, com renúncia ao direito sobre o qual se fundam, bem como à desistência de eventuais impugnações, defesas e recursos apresentados no âmbito administrativo ou judicial.