Ex-ministro do STF desqualifica Bolsonaro, ao declarar apoio a Lula

O ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, após declarar voto ao ex-presidente Lula, nesta terça-feira, dia 27, movimentou os meios políticos e a imprensa.

O posicionamento é considerado muito relevante por se tratar de um ex-ministro do STF, que apesar de indicado pelo então presidente Lula, foi o relator do caso Mensalão , durante o governo petista.

Joaquim Barbos, no vídeo divulgado nas redes sociais, não se limita a declarar voto em Lula para decidir a eleição no 1º turno, ele

“..Jair Bolsonaro não é um homem sério, não serve para governar um país como nosso, não está a altura, não tem dignidade para ocupar o cargo dessa relevância..”, disse Joaquim Barbosa.

Lula com 50% dos votos validos, vitória no 1º turno mais próximo

Da Folha de SP

Pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira, dia 22, mostra que Lula cresceu 2 pontos dos votos validos chegando a 50%, em relação a pesquisa anterior, ampliando as chances de vitória no 1º turno.

A força eleitoral de Lula continua destacadamente entre os pobres. Entre os que ganham até 2 salários mínimos, ele foi de 52% para 57% em comparação a pesquisa anterior.

Nesse seguimento Bolsonaro oscilou negativamente de 27% para 24%.

O Datafolha ouviu 6.754 nos dias 20, 21 e 22 de setembro em 343 cidades. Foi encomendada pela Folha de SP e TV Globo, e está registrado no TSE com número 04180/2022.

Eleições 2022: Bolsonaro foi ‘mais do mesmo’ em discurso na ONU

Do UOL

O presidente Jair Bolsonaro (PL), nesta terça-feira, dia 20, um discurso completamente previsível ao transformar o púlpito da ONU (Organização das Nações Unidas), em palanque eleitoral.

Ele discursou por 20 minutos na abertura da Assembleia-Geral da ONU, em Nova York, após ser criticado por usar o funeral da rainha Elizabeth 2ª para fazer campanha. Por tradição, desde 1955, o Brasil é o primeiro país a discursar na abertura da Assembleia da ONU.

Datafolha: 29% não sabem o número de presidenciáveis 

Pesquisa Datafolha, divulgado neste sábado, dia 10, mostram que 29% dos eleitores não sabem o número do candidato à Presidência da República que pretendem votar.

Eleitores de Lula, 17% dizem não saber o número do petista. Enquanto os de Jair Bolsonaro são 30%.

De acordo com a pesquisa, 65% das pessoas acertam os números dos candidatos e 4% erram.

Esse recorte da pesquisa favorece Lula, porque sempre disputou eleições com número 13 do PT. Já Bolsonaro está no 9º partido, esse ano concorre pelo PL com o número 22.

A pesquisa ouviu 2.676 pessoas, entre 8 e 9 de setembro, em 191 municípios. Margem de erro é de 2% e confiança de 95%. Registro TSE – BR-07422/2022.

Eleições 2022: Notas sobre o debate presidencial Band/Uol

Do Blog do Rovai

1) O debate teve uma audiência maior do que a esperada. Só no YouTube da Band até às 9h da manhã desta segunda-feira (29) as visualizações batiam em 8,3 milhões.

2) A repercussão nas redes também foi imensa. Pela análise de redes feita pela equipe do DataFórum, ela representou aproximadamente 60% da repercussão da entrevista do JN com Lula, que foi o ponto alto dessas eleições até o momento.

3) Lula escolheu uma estratégia de evitar o confronto com Bolsonaro que veio preparado exatamente para fazer o oposto. Isso ficou claro no primeiro embate entre os dois no segundo bloco, o que faz com que sua participação esteja sendo mal avaliada pela militância. A ver o que o povão achou disso nas próximas pesquisas.

4) Tebet foi o destaque da noite assumindo uma posição mais dura com o atual presidente, o que mostra que não se pode normalizá-lo. É preciso assumir riscos e ir para o confronto atacando-o de forma firme.

5) Ciro foi bem em alguns momentos, mas a gravação que vazou da cena em que ri enquanto Bolsonaro ataca Vera Magalhães deve lhe custar muito mais do que o que ganhou. A ver.

6) Soraya e Luiz Felipe D’Avila saíram como entraram: não pontuaram.

7) Bolsonaro foi o grande derrotado da noite porque atacou uma mulher de maneira absolutamente grosseira quando precisa derrubar rejeição neste segmento do eleitorado. Sua militância adorou e vai fazer muito barulho nas redes. Mas falar pro cercadinho ele já o faz há 4 anos. Seu desafio era convencer os indecisos. E pelo Datafolha ele foi o pior avaliado numa pesquisa qualitativa com esses eleitores.

Brandão contesta Bolsonaro sobre a Fome, e mostra ações no MA

O governador do Maranhão e candidato a reeleição, Carlos Brandão (PSB), reagiu a fala do presidente Jair Bolsonaro (PL), que na última sexta-feira, dia 26, na Jovem Pan, ao ser questionado sobre a fome no Brasil, disse “..fome no Brasil não existe da forma como é falado. O que é extrema pobreza?..”.

De acordo com Brandão, a fome no Brasil “é um drama real para milhões de brasileiros”. Ele destacou ainda como vem sendo enfrentado o problema no Maranhão.

“A falta de ter o que comer é um drama real para milhões de brasileiros. Aqui no Maranhão nos encaramos o problema e estamos trabalhando muito desde 2015 para mudar a realidade para melhor. Nossa rede estadual de Restaurantes Populares é a maior do Brasil (..) Além dos Restaurantes Populares, temos o Banco de Alimentos, o Mais Pescado, o Vale-Gás. Combater a fome, a desnutrição, vai seguir sendo a missão maior do Maranhão. Já mostramos que sabemos o que fazer e como fazer. Vamos atender mais pessoas nos próximos 4 anos”, destacou Carlos Brandão.

Levantamento realizado no Brasil e divulgado em junho de 2022, pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania Alimentar e Nutricional (Rede PENSSAN), mostrou que atualmente 33,1 milhões de pessoas não tem o que comer diariamente, praticamente o dobro registrado em 2020. São 14 milhões de pessoas a mais que entraram no trágico grupo.

Pesquisa IPEC: Lula tem 66% das intenções de votos no Maranhão

A Pesquisa Ipec divulgada na noite de terça-feira, dia 23, confirmou o grande favoritismo de Lula (PT) no Maranhão, com 66% das intenções de votos.

O presidente Bolsonaro (PL) é o segundo colocado, com 18% dos votos. Na sequencia estão: Ciro Gomes (PDT) – 5%; Simone Tebet (MDB) – 2%; e Roberto Jefferson (PTB) – 1%. 

Está previsto o retorno de Lula ao Maranhão, dia 2 de setembro, o que deverá ratificar a popularidade do petista no estado.

A pesquisa ouviu 800 eleitores do Maranhão entre 17 e 23 de agosto. A confiança é de 95% e a margem de erro de três pontos. Está registrado no TSE sob o protocolo BR-03233/2022 e no TRE-MA sob o número MA-06254/2022.

FSB/BTG: Bolsonaro e Ciro lideram em rejeição

Divulgada nesta segunda-feira, dia 22, mais uma pesquisa FSB/BTG Pactual, para presidência da república. Entre os destaques está o índice de rejeição dos candidatos , com Bolsonaro (PL) ainda na liderança acompanhado por Ciro Gomes (PDT)

Pesquisa estimulada:

Lula (PT): 45%

Jair Bolsonaro (PL) 36%

Ciro Gomes (PDT) 6%

Simone Tebet (MDB) 3%

Vera Lucia (PSTU) 1%

Pablo Marçal (Pros) 1%

Luiz Felipe D’Avila (Novo) 0%

Soraya Thronicke (União Brasil) 0%

José Maria Eymael (DC) 0%

Sofia Manzano (PCB) 0%

Leonardo Péricles (UP)

0% Roberto Jefferson (PTB) 0%

Nenhum: 4%

Branco/nulo: 2%

Não sabe/não respondeu: 3%.

Foram ouvidas 2 mil eleitores por telefone entre 19 e 21 de agosto. A confiança é de 95%. A pesquisa custou R$ 128.957,83 e foi registrada no TSE com o número BR-00244/2022.

Zé Inácio cobra Bolsonaro solução para o caos na BR 135

O deputado estadual, Zé Inácio (PT), denunciou esta semana na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão, as precárias condições da BR 135. Ele culpou o governo Bolsonaro pelas péssimas condições da rodovia que dar acesso a capital maranhense e cobrou providências.

O parlamentar disse que em razão das condições da estrada é possível demorar cerca de 3 horas para percorrer 60 km entre São Luís e Santa Rita.

“Esta BR vem passando por obras, manutenções há vários anos e nunca se constatou uma situação como estamos vivenciando agora. O caos é relacionado diretamente ao desgoverno, à incompetência do Presidente da República. Até para fazer uma obra como essa, em vez de trazer a solução, ele traz o caos. Estamos passando quase três horas ou até mais para andar de carro, 60 quilômetros, daqui de São Luís até Santa Rita. O Bolsonaro que é incompetente e que não consegue fazer uma obra e garantir a trafegabilidade adequada como sempre ocorreu”, disse Zé Inácio.

DataFolha: Lula 47% e Bolsonaro 29%, diferença de 18 pontos

Pesquisa DataFolhaa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira, dia 28, mostra diferença de 18 pontos entre Lula (PT) tem 47% e Bolsonaro (PL) com 29%, de intenções de votos para presidência da república.

O levantamento mostra estabilidade nos números reforçando a possibilidade de vitória do ex-presidente Lula, no 1º turno.

Lula (PT): 47%; Jair Bolsonaro (PL): 29%; Ciro Gomes (PDT): 8%; Simone Tebet (MDB): 2%; André Janones (Avante): 1%; Pablo Marçal (Pros): 1%; Vera Lúcia (PSTU): 1%; Em branco/nulo/nenhum: 6%; Não sabe: 3%.

A pesquisa ouviu 2.556 pessoas nos dias 27 e 28 de julho em 183 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. Está registrada no TSE sob o número BR 01192/2022.