Datafolha: 29% não sabem o número de presidenciáveis 

Pesquisa Datafolha, divulgado neste sábado, dia 10, mostram que 29% dos eleitores não sabem o número do candidato à Presidência da República que pretendem votar.

Eleitores de Lula, 17% dizem não saber o número do petista. Enquanto os de Jair Bolsonaro são 30%.

De acordo com a pesquisa, 65% das pessoas acertam os números dos candidatos e 4% erram.

Esse recorte da pesquisa favorece Lula, porque sempre disputou eleições com número 13 do PT. Já Bolsonaro está no 9º partido, esse ano concorre pelo PL com o número 22.

A pesquisa ouviu 2.676 pessoas, entre 8 e 9 de setembro, em 191 municípios. Margem de erro é de 2% e confiança de 95%. Registro TSE – BR-07422/2022.

TRE-MA: definido tempo no horário eleitoral no Rádio e TV

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão definiu nesta sexta-feira, dia 19, durante audiência com partidos políticos, federações, coligações, emissoras de televisão e de rádio, o plano de mídia para uso da parcela do horário eleitoral gratuito.

A TV Mirante e a Rádio Difusora foram os veículos de comunicação escolhidos para gerar a propaganda.

O governador Carlos Brandão (PSB), candidato a reeleição pela coligação ‘Para o Bem do Maranhão’, com 5 minutos e 14 segundos, terá o maior tempo entre os candidatos ao Governo do Estado.

Weverton Rocha (PDT), coligação ‘Todos Pelo Trabalho’, terá 2 minutos 33 segundos; Edivaldo Holanda Júnior (PSD), coligação ‘Maranhão Melhor Para Todos’, terá 55 segundos; Simplício Araújo (Solidariedade), terá 26 segundos; Enilton Rodrigues (PSOL), terá 23 segundos; Lahésio Bonfim (PSC), coligação ‘Coragem Para Mudar o Maranhão’, terá 8 segundos.

O ex-governador Flávio Dino (PSB), candidato ao Senado Federal, com 3 minutos e 7 segundos, o maior tempo entre os candidatos no Maranhão, para o cargo. O senador Roberto Rocha (PTB), candidato a reeleição terá 1 minuto e 34 segundos; Antônia Corionga (PSOL), ficou com 18 segundos; Saulo Arcangeli (PSTU) e Ivo Nogueira (DC), ficaram sem tempo.

A divisão do horário eleitoral e inserções estarão disponíveis na no site www.tre-ma.jus.br.

Horários

Segundas, quartas e sextas

Senador: das 7h (sete horas) às 7h05 (sete horas e cinco minutos) e das 12h (doze horas) às 12h05 (doze horas e cinco minutos), na rádio; das 13h (treze horas) às 13h05 (treze horas e cinco minutos) e das 20h30 (vinte horas e trinta minutos) às 20h35 (vinte horas e trinta e cinco minutos), na televisão;

Deputado Estadual: das 7h05 (sete horas e cinco minutos) às 7h15 (sete horas e quinze minutos) e das 12h05 (doze horas e cinco minutos) às 12h15 (doze horas e quinze minutos), na rádio; das 13h05 (treze horas e cinco minutos) às 13h15 (treze horas e quinze minutos) e das 20h35 (vinte horas e trinta e sete minutos) às 20h45 (vinte horas e quarenta e cinco minutos), na televisão;

Governador: das 7h15 (sete horas e quinze minutos) às 7h25 (sete horas e vinte e cinco minutos) e das 12h15 (doze horas e quinze minutos) às 12h25 (doze horas e vinte e cinco minutos), na rádio; das 13h15 (treze horas e quinze minutos) às 13h25 (treze horas e vinte e cinco minutos) e das 20h45 (vinte horas e quarenta e cinco minutos) às 20h55 (vinte horas e cinquenta e cinco minutos), na televisão.

Terças, quintas e sábados

Presidente: das 7h (sete horas) às 7h12m30 (sete horas, doze minutos e trinta segundos) e das 12h (doze horas) às 12h12m30 (doze horas, doze minutos e trinta segundos), na rádio; das 13h (treze horas) às 13h12m30 (treze horas, doze minutos e trinta segundos) e das 20h30 (vinte horas e trinta minutos) às 20h42m30 (vinte horas, quarenta e dois minutos e trinta segundos), na televisão;

Deputado federal: das 7h12m30 (sete horas, doze minutos e trinta segundos) às 7h25 (sete horas e vinte e cinco minutos) e das 12h12m30 (doze horas, doze minutos e trinta segundos) às 12h25 (doze horas e vinte e cinco minutos), na rádio; das 13h12m30 (treze horas, doze minutos e trinta segundos) às 13h25 (treze horas e vinte e cinco minutos) e das 20h42m30 (vinte horas, quarenta e dois minutos e trinta segundos) às 20h55 (vinte horas e cinquenta e cinco minutos), na televisão;

Para veiculação da propaganda eleitoral gratuita é considerado o horário de Brasília (DF).

Maioria das Convenções Partidárias já tem data marcada no MA

Com o inicio das Convenções Partidárias marcado para quarta-feira, dia 20, e término em 5 de agosto, alguns atos que oficializaram as candidaturas majoritárias e proporcionais nas Eleições 2022 no Maranhão já estão confirmadas entre elas, do Solidariedade, PSB, PDT, PSD, MDB, PSC, Solidariedade e PSOL.

Dia 27 de Julho

O Solidariedade realiza sua Convenção dia 27 julho, às 19 horas, no Rio Poty Hotel, Ponta D’Areia . O partido terá como candidato ao governo Simplício Araújo (ex-deputado federal e Secretario de Estado da Industria e Comércio). Ele deve apoiar o ex-governador Flávio para o Senado. Ainda não foi definido a vaga de vice na chapa.

Dia 29 de Julho

Convenção do PDT no Estádio Nhozinho Santos, a partir às 16h, onde o senador Weverton Rocha terá sua candidatura ao governo confirmada. Seu vice será o deputado estadual Hélio Soares (PL), e o senador Roberto Rocha, à reeleição ao Senado.

Dia 30 de Julho

Convenção do PSD ocorrerá às 14h, no Vila Reale, na Av. dos Holandeses, oficializará o nome do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PSD). Os candidato ao Senado e a vice ainda não foram anunciado.

Convenção do PSB a partir das 16h, no Aterro do Bacanga, no Parque João Paulo, homologará a chapa Carlos Brandão (PSB), para o governo; o ex-secretário de Educação, Felipe Camarão (PT); e o ex-governador Flávio Dino (PSB), Senado.

Dia 31 de Julho

Convenção do PSC, que formalizará a candidatura ao governo do bolsonarista, Lhaésio Bonfim, ex-prefeito de São Pedro dos Crentes. Ele ainda não anuncio o nome do vice da chapa. O candidato ao senado deverá ser Roberto Rocha.

Dia 5 de Agosto

Convenção do PSOL, que terá como candidato ao governo, Enilton Rodrigues, a partir de 8h no dia 5 de agosto. O local ainda não foi divulgado. Antonia Carionga será a candidata ao Senado da legenda.

O PSTU que já tem pré-candidato ao Governo e ao Senado, Hertz Dias e Saulo Arcangeli respectivamente, ainda não informou data, local e horário da sua convenção.

Dino conduz reunião com líderes partidárias que apoiam Brandão

O ex-governador e pré-candidato ao Senado Flávio Dino (PSB), reuniu nesta segunda-feira, dia 30, lideranças partidárias que apoiam Carlos Brandão (PSB). Entre os objetivos do encontro, o alinhamento das legendas.

“Reunimos dirigentes de 11 partidos que estão unidos em apoio à pré-candidatura de Carlos Brandão a governador. O Conselho Político está formado sob a minha coordenação, na condição de presidente estadual do PSB. E vamos vencer.”, disse Flávio Dino.

O ex-secretário de Educação, Felipe Camarão (PT), que deverá ter o nome confirmado no encontro de tática eleitoral do PT nos próximos dias 4 e 5, como vice-governador na chapa encabeçada por Carlos Brandão, destacou o encontro nas redes sociais.

Eleições 2022: partidos acreditam que Bolsonaro tentará golpe

Da Folha de SP

Partidos acreditam que o presidente Jair Bolsonaro (PL), poderá tentar um golpe eleitoral nas eleições deste ano. As siglas que se posicionarem são as seguintes: PT, União Brasil, MDB, PSDB, PDT, PSB, Novo e PSTU.

Procurados para falarem sobre a questão os presidentes da Câmara Federal, Senado, STF e MPF não se posicionaram. Algumas entidades também procuradas, mas apenas 2 responderam.

Entre as entidades que preferiram não se posicionarem estão: CNBB (Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil; OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo); CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil); e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

Time Lula e Alckmin no Maranhão se reúne nesta sexta dia 13

Em evento aberto lideranças e filiados ao PSB, PT, PCdoB, PV e REDE, movimentos sociais e artistas se reúnem nesta sexta-feira dia 13, em São Luís, em ato de apoio a chapa presidencial Lula e Alckmin.

“..vamos reunir apoiadores do Time de Lula no Maranhão, que estão com Carlos Brandão e Felipe Camarão. Vamos tratar da organização da pré-campanha e dos debates sobre programa de governo..”, convocou Flávio Dino, nas redes sociais.

‘Time de Lula no Maranhão’ se reunirá em São Luís na sexta dia 13

O ex-governador Flávio Dino (PSB), que disputará o Senado e coordena o ‘Time Lula no Maranhão’, anunciou nas redes sociais a realização da reunião do campo progressista e democrático no estado para discutirem a campanha eleitoral 2022.

“Dia 13, em São Luís, vamos reunir apoiadores do Time de Lula no Maranhão, que estão com @carlosbrandaoma e @FelipeCCamarao. Vamos tratar da organização da pré-campanha e dos debates sobre programa de governo. Evento aberto a todos que queiram participar”, destacou Dino nas redes sociais.

No Maranhão o palanque de Lula (PT) e Alckmin (PSB) será formado pelo grupo político liderado por Flávio Dino. A chapa para o governo tem o governador Carlos Brandão (PSB) e vice-governador Felipe Camarão (PT), que deverá ter o nome referendado no encontro de tática eleitoral petista que será realizado no final deste mês.

O grupo de apoio de Lula no Maranhão participou no último sábado dia 7, em São Paulo, do lançamento da chapa Lula e Alckmin, de onde voltaram mais motivados e confiantes do pleito vitorioso nas Eleições 2022 em nível nacional e no estado.

Rubens Jr. explica como funcionarão as Federações Partidárias

O deputado federal Rubens Pereira Jr (PCdoB-MA), após o STF confirmar a realização das federações partidárias, explicou de forma objetiva principais pontos de como funcionará.

Federação Partidária é quando dois ou mais partidos atuam como se fossem único.

“Esta união tem que ter duração mínima de 4 anos, que é justamente o tempo do mandato. Eles devem agir nacionalmente e de forma unificada. Além disso, é necessário, na constituição da Federação, apresentar um programa, um estatuto comum (..) A Federação é um casamento sério entre dois partidos que pensam parecido. A Coligação é só uma ‘ficada’ sem compromisso. Por isso, é ruim para a democracia e proibida pelo Supremo Tribunal Federal”, explica Rubens Jr.

Outro aspecto importante destacado por Rubens Jr. é sobre as composições legislativas que deverão ser replicadas em todas as casas: Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas, Câmara dos Deputados e Senado Federal. Ela vale para as eleições municipais subsequentes.

No Brasil, a Federação só é permitida entre partidos. No mundo, isso já avança, permitindo agremiação com frentes e movimentos.

Quanto ao prazo para essas Federações serem constituídas, a Lei cita até o fim das convenções, ou seja, início de janeiro, mas o STF determinou que elas devem ser formadas 6 meses antes da eleição, mesmo prazo para criação de um partido político. 

Excepcionalmente para as eleições de 2022, como o STF demorou neste julgamento e o instituto é novo, ficou marcado para 31/5 a formalização da federação, numa votação apertada, 6 a 4. (Lembrando que o pedido de federação demora 30 dias tramitando no TSE para ser apreciado).

Atos Fora Bolsonaro no sábado dia 2, reunirá vários partidos e políticos

Da Revista Fórum

As manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro, marcadas para o próximo sábado, dia 2, já foram confirmaram a realização dos atos em 160 cidades brasileiras e em 14 países.

A expectativa é que a manifestação seja maior que as anteriores já realizadas contra o governo Bolsonaro.

Em São Paulo as manifestações reunirá representantes de vários partidos, entre eles PT e PDT, apesar das divergências entre Lula e Ciro.

Líderes políticos destacam compromisso com governança e união pelo Maranhão

Movimentou os meios políticos no inicio da noite desta segunda-feira, dia 5, a reunião convocada e realizada pelo governador Flávio Dino, no Palácio dos Leões, com lideres de partidos da base de apoio ao governo e pré-candidatos do grupo ao Palácio dos Leões.

No encontro o governo Flávio Dino informou que é pré-candidato ao Senado e ratificou a necessidade do pacto pela união do grupo, para que o estado continue avançando.

“Nesta segunda, fiz reunião com líderes dos partidos que integram o nosso governo. Todos compareceram e fizemos ótimo debate sobre metas administrativas cumpridas e novos compromissos. A união faz a força, para seguir com políticas inovadoras e concretizando mudanças no Maranhão”, destacou Flávio Dino.

Sobre as eleições 2022, uma nova reunião será realizada em novembro quando serão definidas as regras e estratégias eleitorais, quando será escolhido o candidato do grupo ao governo do Maranhão.

Os critérios básicos para credenciar o escolhido são: apoios políticos, desempenho nas pesquisas e compromisso de gestão com prioridade para o Maranhão.

Lideranças políticas do grupo que participaram da reunião utilizaram as redes sociais para destacar o resultado do encontro.