PF conclui que delegação de Palocci contra Lula não tem provas

 

Moro_Palocci

A delação do ex-ministro, Antônio Palocci, sobre pagamento de propina para Lula que seria operada junto ao BTG, não tem provas. Foi o que concluiu as investigações da Polícia Federal, como destaca neste domingo (16), a jornalista Mõnica Bergamo.

A  delação de Palocci foi liberada pelo então juiz Sergio Moro, às vésperas das eleições presidencial de 2018, vencida por Bolsonaro que nomeou o ex-juiz da Lava Jato, ministro da Justiaça.

“Parecem todas terem sido encontradas em pesquisas na internet, sem acréscimo de elementos de corroboração, a não ser notícias de jornais”, trecho do inquérito assinado pelo delegado Marcelo Daher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s