Auxilio moradia e alimentação de Guedes dá para quase quatro viagens por mês para Disneilândia

 

guedes
Ministro Paulo Guedes, Economia/Foto: Reprodução

Ministro Paulo Guedes (Economia), que chamou servidores públicos de “parasitas” e criticou viagens de empregadas domesticas para a Disneilândia com o preço baixo do dólar, recebe dos cofres públicos R$ 8,2 mil de auxílios moradia e alimentação. Fundador do Banco Pactual recebe R$ 30,9 mil de salário na função.

O valor que recebe de auxílios por mês daria para pagar quase quatro viagens à Disneilândia, no pacote mais econômico, de 3 diárias, vendido pela CVC a R$ 2.131.

Só de auxílio-moradia, Guedes recebe R$ 7.733 por mês, o teto permitido por lei, além de passagens para ir de Brasília ao Rio, onde tem moradia fixa. Entre as 60 viagens bancadas com dinheiro público no ano passado, 38 aconteceram a partir de quinta-feira, tendo como destino o Rio.

Segundo a coluna Painel, da Folha de S.Paulo nesta sexta-feira (14), citando dados do Portal Transparência, dos 22 ministros, ao menos 5 não recebem auxílio para alimentação e 11 não ganham o de moradia. (Com informações da Folha de SP)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s