“extrato da reunião de líderes no Senado”, CPI apenas após eleições

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), cede a pressão do Palácio do Planalto e decidiu nesta terça-feira, dia 5, que a CPI do esquema no MEC só depois das eleições em outubro.

Também nas redes sociais o senador Randof Rodrigues (REDE-AP), autor do pedido de instalação da CPI do MEC, informou que vai esperar até amanhã a leitura do do requerimento, caso não seja feito acionará o STF.

A decisão está sendo comemorado pelos aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL), que consideram o anuncio de Pacheco como uma vitória, pois temiam o impacto eleitoral negativo na campanha de reeleição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s