Covid-19: Bolsonaro quer cancelar monitoramento em aeroportos do Maranhão

 

ETjzQUsWsAENFPK

O governador, Flávio Dino, lamentou neste domingo (22), a informação de que o governo federal recorreu à Justiça para impedir que profissionais da área de saúde no Maranhão, que estão fazendo a triagem e orientando das pessoas que chegam no estado nos aeroportos em São Luís e Imperatriz, continuem realizando o trabalho que foi autorizado pela Justiça Federal, a pedido do governo do estado.

“Soube agora que Governo Federal recorreu à Justiça para IMPEDIR que o governo do Estado faça controle e orientação sanitária no aeroporto. Realmente inacreditável. Não fazem e querem impedir que nós façamos (…) O Governo do Estado vai seguir lutando em favor da sociedade. Lamentamos muito a atitude de algumas pessoas do Governo Federal de impedir que possamos orientar e monitorar passageiros que chegam em aviões”, destacou Flávio Dino.

A iniciativa foi muito elogiada pela população e as pessoas que chegam a São Luís e Imperatriz e são examinadas. Mas, o governo Bolsonaro entendeu a medida invasão à atribuição da união. Porém, Flávio Dino, argumenta que a atitude se deu em razão da inercia do governo federal em adotar providencias para enfrentar a crise causada pelo novo coronavírus, que está avançando no país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s