Covid-19: Dino diz que história cobrará ‘ameaças a saúde’, e Jerry defende medidas no MA

 

jerr e flávio
Deputado Federal, Márcio Jerry, vice-líder do PCdoB na Câmara, e o governador do Maranhão, Flávio Dino/Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino em entrevista coletiva nesta segunda-feira (27), prestou informações sobre as ações e medidas de enfrentamento contra o coronavírus no estado. Ele também criticou o presidente Jair Bolsonaro e todos que negam a gravidade da pandemia. Para o governador, a história não poupará nenhum destes que se colocam contra a saúde do Brasil.

‘A história vai cobrar a conta desses irresponsáveis que estão colocando em risco a saúde no Brasil, colocando à frente seus interesses privados e de suas famílias’, disse governador.

O deputado federal Márcio Jerry (MA), vice líder do PCdoB na Câmara, defendeu as ações e estratégias do governador Flávio Dino para barrar a expansão do novo coronavírus no Maranhão.

“Governador Flávio Dino tem sido incansável nessa luta contra o novo coronavírus. Desde o início tomando as medidas necessárias, de forma direta, pessoalmente”, destacou Márcio Jerry.

O Brasil registrou hoje mais 338 novas mortes por coronavírus, fazendo com que o número de óbitos chegasse a 4.543 no Brasil. No Maranhão, o último boletim revelou 145 mortes e 2.528 mil casos da doença.

O governador revelou ainda que está mais próximo de decretar uma quarentena total do que liberar o comércio, uma vez que os casos vem crescendo no Maranhão e os leitos de UTI e clínicos tem sido ocupados.

Dino também informou que a suspensão das aulas provavelmente será prorrogada após o dia 12 de maio, mas deixou as escolas municipais e privadas deliberarem medidas em conjunto com prefeitos, gestores e pais.

Além destas ações, Dino informou que irá criar dois comitês, um na Grande São Luís e outro na cidade de Imperatriz, para uma maior cooperação na crise da covid-19. E ainda pediu que UFMA, UEMA e UniCeuma antecipem a formatura de estudantes que estão prontos para conclusão dos cursos. O Governo irá contratar estudantes de medicina em fim de cursos, para que eles possam ajudar no combate ao coronavírus.

Quanto às condições das UTIs, foi anunciado que 20 novos leitos serão abertos no Hospital Real (antigo Hospital Aliança) e mais 20 no Hospital Universitário (federal). Outros 20 leitos clínicos serão abertos na Unidade Mista do Itaqui-Bacanga.

Além disso, mais um hospital particular será alugado e mais 130 leitos clínicos serão abertos na próxima semana do Hospital Nina Rodrigues e na Clínica São José.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s