Márcio Jerry quer fim da prisão domiciliar de Fabrício Queiroz

 

marcio

O vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA) questionou a validade da manutenção da prisão domiciliar de Fabrício Queiroz e de sua mulher, Márcia Aguiar.

“Queiroz mentiu sobre cheques para Michelle Bolsonaro. E aí, continuará ‘premiado’ com a prisão domiciliar ou voltará para a cadeia? A dúvida, com resposta mais lógica para a volta à cadeia, deixou Bolsonaro insone desde a revelação dos novos cheques”, afirmou Márcio Jerry.

Queiroz e Márcia são acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de operacionalizar o esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro, filho do presidente, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, quando este ainda exercia o cargo de deputado estadual.

Na sexta-feira a revista Crusoé revelou que, após a quebra de sigilos, o casal depositou 27 cheques que somam R$ 89 mil (valores não corrigidos) em nome da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, entre janeiro de 2011 e dezembro de 2017.

Covid-19: parlamentares maranhenses reagem a descaso de Bolsonaro com mortos

 

bosa

A declaração do presidente Bolsonaro no facebook, na noite de ontem quinta-feira (6), sobre a marca de 100 mil mortos por coronavírus, que o Brasil deve atingir nas próximas horas, continua repercutindo negativamente.

“Vamos chegar a 100 mil mortos, mas vamos tocar a vida”, disse Bolsonaro

Parlamentares maranhenses como senador Weverton (PDT), os deputados federais Márcio Jerry (PCdoB) e Gastão Viera (PROS) reagiram com indignação ao que consideraram descaso do presidente do Brasil, com os milhares de mortos e seus familiares.

weverton-34

“Com quase 100 mil mortos pela Covid-19, Bolsonaro diz que é preciso continuar tocando a vida. Se tivesse compromisso com o povo, o presidente não se daria por satisfeito sabendo que isso não é mais possível para quase 100 mil brasileiros. Seu descaso com a vida é revoltante.”, senador Weverton.

marcio

“O estúpido presidente fala sobre 100 mil mortes com a naturalidade de um mensageiro da morte.”, declarou Márcio Jerry.

gastão

“Fernando Lins, Luis Pinheiro Alves, Ezon Ferraz, Ricardo Archer, José Gentil, João Cebola , Plinio Nesello e esposa, Pedro Ivo, pedem que avise Bolsonaro QUE ESTÃO TOCANDO A VIDA, revoltados com seu descaso e brutalidade com a vida do ser humano.A dor, a saudade, são imensas (..) A dor das famílias ainda nem acomodou o luto pelos 100 mil mortos, e o governo quer mais..chegar aos 200 mil. Ontem, já pediu ao TCU autorização para gastar o que sobrou das verbas que deveriam ir para o combate ao vírus. É eleição gente, 2022, a prioridade..”, comentou Gastão Vieira.

Márcio Jerry na luta por uma reforma tributária “justa e sustentável”

 

Deputado Federal Márcio Jerry (PCdoB-MA)/Foto: Reprodução

O deputado federal Márcio Jerry, líder do PCdoB na Câmara,  defendeu, nesta quinta-feira (6), uma reforma tributária que seja mais “justa e solidária”, em substituição ao atual modelo, que taxa os mais pobres e isenta os mais ricos ricos.

Em 2019, PCdoB, PT, PSOL, PDT, PSB e Rede já haviam apresentado uma proposta sobre o assunto ao país e pretendem, neste ano, levar o debate adiante no Congresso Nacional.

“Nós defendemos uma reforma tributária justa, solidária e sustentável. O objetivo é taxar bens de luxo, grandes fortunas, cobrar imposto sobre grande-heranças, como acontece em países como os Estados Unidos, por exemplo. É preciso taxar o patrimônio dos super-ricos, não bens de consumo”, definiu o parlamentar.

A comissão especial mista encarregada de analisar as propostas reuniu-se nesta semana, pela primeira vez, desde que o Congresso recebeu um projeto do governo federal. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), já declararam que pretendem aprovar a medida até o fim deste ano.

Hoje durante lançamento da campanha “Taxar os super-ricos para reconstruir o país”, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), destacou que quando se fala em “progressividade” da carga tributária, a classe média é levada a crer que seria impactada com aumentos de impostos. Não é o caso da proposta de Reforma Tributária Justa e Solidária.

“Estamos tratando dos super-ricos, aqueles que realmente detêm grandes patrimônios. Na verdade, a nossa proposta protege a classe média brasileira e o mercado interno. E garante condições fiscais para a retomada de um ciclo de prosperidade no Brasil”, destacou o governador. Dino afirmou que, no seu estado, zerou impostos sobre a venda de motos populares, enquanto elevou as alíquotas que incidem sobre grandes heranças.

“além de ironizar o desemprego, está desinformado sobre o Maranhão”, Dino para Bolsonaro

 

Governador Flávio Dino lamentou a ironia do presidente Jair Bolsonaro sobre desemprego e disse que insitirá no Pacto Nacional do Desemprego/Reprodução

O presidente Bolsonaro (Sem Partido), ao usar o ‘cercadinho’ na saída do Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (28), como era esperado respondeu com ironia à proposta do governador do Maranhão, Flávio Dino(PCdoB), que em ofício solicitou um Pacto Nacional pelo Emprego, em razão do agravamento do desemprego no país nos próximos meses.

Tem governador agora que quer que eu faça um pacto pelo emprego. Mas, ele continua com o estado dele fechado, disse o Bolsonaro.

Flávio Dino lamentou a ironia do presidente quanto a sua sugestão, e acrescentou que Bolsonaro é desinformado em relação ao Maranhão. Ele também disse que  insitirá no Pacto.

“O presidente Bolsonaro, além de ironizar indevidamente o tema do desemprego, está desinformado sobre o Maranhão. Estamos com praticamente 100% das atividades econômicas funcionando, há muitas semanas (..) Considero que o desemprego não é assunto a ser tratado com ironias. Espero que o presidente da República leve a sério a urgencia de ações efetivas. É impossível tratar do tema no “cercadinho” do Alvorada. Por isso, insisto na ideia do Pacto Nacional pelo Emprego”, destacou Flávio Dino nas redes sociais.

O deputado, Márcio Jerry, vice-líder do PCdoB na Câmara Federal, reagiu em tom de indignação à posição do presidente Bolsonaro, sobre a sugestão do governador Flávio Dino. Para ele, o presidente é preguiçoso, negligente e irresponsável. Por isso reagiu assim.

É um preguiçoso, além de negligente e irresponsável. Por isso reage assim. Nem aí para trabalhar por emprego para a população. Bolsonaro reage com ironia a pacto pelo emprego sugerido por Flávio Dino”, reagiu Márcio Jerry no twitter.

O governador Flávio Dino é um dos principais adversários de Bolsonaro e de seu governo, também poderá enfrentá-lo nas urnas em 2022. Através de ofíco enviado a Bolsonaro, ele propos união de empresas, empresarios, sindicatos e governadores, com coordenação do presidente, para viabilizar um Pacto Nacional pelo Emprego”, e enfrentar crise.

Pelo comentário do presidente, ele deverá usar como estratégia para justificar o desemprego, culpar os governadores, a ter que com eles encontrar saída para crise, que já era muito grave antes da pandemia.

Márcio Jerry e Weverton mais influentes parlamentares maranhenses nas redes sociais

 

Deputado, Márcio Jerry, vive-líder do PCdoB na Câmara Federal, e o Senador Weverton (PDT), únicos da bancada do Maranhão no “Top 100 #FSBinfluênciaCongresso”

O deputado federal Márcio Jerry, líder do PCdoB na Câmara Federal, é o parlamentar maranhense mais influente no 1º semestre de 2020. É o que aponta o levantamento divulgado nesta quarta-feira (22), pela FSB, maior agência de comunicação da América Latina.

A pesquisa monitorou as publicações dos deputados federais e senadores de 1º de janeiro e 30 de junho.

Entre os 589 parlamentares, Jerry ocupa a 68ª posição. O segundo melhor colocado do Maranhão é o senador Weverton Rocha (PDT), que está em 88º lugar.

Eles são os únicos da bancada do Maranhão no “Top 100 #FSBinfluênciaCongresso”. Em terceiro lugar aparece o deputado Juscelino Filho (DEM), na 121ª colocação.

O método de monitoramento da FSB analisa o grau de engajamento de todas as publicações feitas pelos parlamentares no Facebook, no Instagram e no Twitter. É calculado seguidores, publicações, alcance das publicações e o engajamento (curtidas, comentários e compartilhamentos) em cada rede social.

Márcio Jerry comemora aprovação do Fundeb e diz que é ‘vitória da Educação’

 

img20200721150230330MED

A Câmara Federal aprovou em primeiro turno, por 499 votos a 7, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/15, que torna permanente o Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e aumenta a participação da União no financiamento da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio. Falta analisar destaques que podem alterar o texto.

O deputado Márcio Jerry, vice líder do PCdoB, que votou a favor comemorou o resultado, ‘aprovamos o novo Fundeb. Vitória da Educação’.

“Incômodo confirma acerto na pré-candidatura de Rubens Jr”, diz Márcio Jerry

 

WhatsApp-Image-2020-02-11-at-21.45.36
Deputado Márcio Jerry. presidente Estadual do PCdoB, e Ruben Júnior, pré-candidato do partido à Prefeitura de São Luís

O deputado federal, Márcio Jerrry, presidente do PCdoB no Maranhão, reagiu nesta terça-feira (21), às críticas contra o pré-candidato do seu partido, Rubens Júnior, para a Prefeitura de São Luís.

Nas redes sociais, Márcio Jerry, defendeu a escolha de Rubens Júnior para disputa na capital e destacou viabilidade eleitoral do pré-candidato.

“O incômodo visível de alguns setores com a pré-candidatura do dep Rubens Júnior a prefeito de nossa São Luís só confirma o acerto de tê-lo na disputa e sobretudo a viabilidade eleitoral do projeto por ele liderado. Avante, venceremos !”, disse Márcio Jerry no twitter.

Também nas redes sociais, Rubens Júnior, convidou Márcio Jerry para coordenar sua campanha.

“Nosso desafio é seguir os passos exitosos de Flávio Dino e por isso convidamos Márcio Jerry para ser o coordenador da pré-campanha. Ele coordenou as duas campanhas vitoriosas de Flávio ao governo e de Edivaldo Hoalnada Júnior à prefeitura. É pra valer, é pra vencer!”, anunciou Rubens Júnior.

Antes de ser o escolhido do PCdoB para disputar à Prefeitura de São Luís, Rubens Junior comandou a Secretaria de Estado das Cidades. Ele ainda não pontua acima de 1% nas pesquisas realizadas e divulgadas até o momento, mas é visto com potencial para o pleito.

“Que Bolsonaro seja curado da Covid-19, intolerância, ódio, falta de empatia..”, diz Márcio Jerry

 

IMG-20190821-WA1560
Deputado, Mércio Jerry, vice-líder do PCdoB na Câmara Federal/Foto: Reprodução

O deputa Márcio Jerry, vice líder do PCdoB na Câmara Federal, após o próprio presidente Jair Bolsonaro confirmar que testou positivo para Covid-19, desejou que ele seja curado do coronavírus e de outros “vírus”.

“Que o Bolsonaro seja curado da Covid-19.., mas também do vírus da intolerância, ódio, falta de empatia, irresponsabilidade e negligência com a saúde de milhões de brasileiros” disse Márcio Jerry no twitter.

Márcio Jerry diz que Bolsonaro deve ser tirado para tudo começar ‘voltar para o lugar’

 

Deputado Federal Márcio Jerry (PCdoB-MA)/Foto: Reprodução

O deputado Márcio Jerry, vice-líder do PCdoB na Câmara Federal, disse nesta quarta-feira(17), que para ‘tudo voltar ao seu devido lugar’, Bolsonaro terá que sair da presidencia da república, só para começar.

A posição do parlamentar foi motivada por mais uma declaração ameaçadora do presidente Bolsonaro hoje onde ao se referir as ações do STF e PF contra deputados, blogueiros e empresários apoiadores do governo disse que “..está na hora de tudo ser colocado no seu devido lugar..”.

“Eu estou fazendo exatamente o que tem que ser feito. Eu não vou ser o primeiro a chutar o pau da barraca. Eles estão abusando, tá? Isso está a olhos vistos (..) O ocorrido no dia de ontem [terça-feira], no dia de hoje, quebrando sigilos de parlamentares, não tem história nenhuma vista numa democracia, o mais frágil que ela seja. Então, está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar”, disse Bolsonaro.

Os avanços das ações contra os envolvidos nas investigações das fake news no STF está preocupando o presidente e o governo. O objetivo é saber quem são os financiadores da pratica criminosa. Os desdobramentos poderá agravar a situação da Chapa Bolsonaro/Mourão que será julgado no TSE.

Márcio Jerry diz que Roberto Rocha está contaminado por ‘combo de vírus’

 

1589796154-223641297-747x429.png
Deputado Federala Márcio Jerry (PCDB) e o Senador Roberto Rocha (PSDB)/Foto: Reproduçaõ

O egocentro senador Roberto Rocha (PSDB), deve está em pânico quanto ao seu futuro na vida pública. Ao tempo que derrete politicamente assiste ao governador Flávio Dino (PCdoB), que o elegeu senador e foi transformado em adversário, aumentar sua projeção política em meio a pandemia do Covid-19.

Ao que parece Roberto Rocha está convencido que para sobreviver nesse cenário desfavorável, precisa intensificar os ataques a Flávio Dino no Maranhão, e ao mesmo tempo agradar Bolsonaro até se consolidar seu aliado e garatir algum folêgo político para as eleições de 2020 e 2022.

Nesta quinta-feira (11), questionou o fato do Maranhão ser um dos estados que mais testes realizaram da Covid-19. Ao tentar desqualificar a informação comparou Flávio Dino ao personagem ‘Pantaleão’ de Chico Anísio, para dizer que o governador mente quanto ao enfrentamentoa da doença.

Também nas redes sociais o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), prontamente o retrucou dizendo que senador está contaminado pelos vírus da traição, mentira, insignificância e espanta voto.