PDT anuncia apoio reeleição de Rodrigo Pacheco no Senado Federal

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), candidato a reeleição no próximo dia 1º de fevereiro, recebeu nesta segunda-feira, dia 23, a confirmação do apoio do PDT.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, também ministro da Previdência do governo Lula, anunciou o apoio em reunião com Rodrigo Pacheco, no diretório do partido em Brasília.

“Quero agradecer imensamente o apoio do PDT para a minha recondução à Presidência do Senado, anunciado nesta segunda-feira, pelo presidente nacional da legenda, o ministro Carlos Lupi (…) O anuncio do PDT referenda a minha gestão, caracterizada pelo trabalho em favor do povo brasileiro, da democracia, e legitima o nosso compromisso na defesa de conquistas sociais, mas sem se esquecer da responsabilidade fiscal, e com a implantação das reformas que o país almeja.”, destacou Pacheco.

Pacheco disputará a reeleição contra Rogério Marinho (PL-RN), aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro.

PSB e PDT estudam criação de uma federação a partir de 2023

Do Poder 360

O PSB e o PDT estão estudando a criação de uma federação a partir de 2023. A ideia inicial é criar um bloco de ação legislativa com os 2 partidos para sentir se há confluência de ideias e ações.

Se a ideia evoluir, a nova federação teria 31 deputados federais (8ª maior bancada da Câmara) e 4 senadores (8ª maior bancada da Casa Alta, empatada com o PSDB) e 3 governadores: Paraíba (João Azevêdo, do PSB), Espírito Santo (Renato Casagrande, do PSB) e Maranhão (Carlos Brandão, do PSB). Além disso, teriam o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB).

PDT e PSB tiveram perdas relevantes na bancada de deputados federais, fator que baliza os fundos partidário e eleitoral. O PSB elegeu 32 deputados em 2018, em 2022 foram apenas 14. Já o PDT elegeu em 2018, já em 2022 foram apenas 17.

“Ciro endossa decisão do PDT”, Carlos Lupi sobre apoio a Lula

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, legenda que disputou a eleição presidencial no 1º turno, Ciro Gomes, anunciou nesta terça-feira, dia 4, apoio integral do partido ao Lula, no 2º turno.

O presidente do Cidadania, Roberto Freire, já declarou apoio a Lula, falta o partido oficializar.

Convenções: PSB e PDT movimentam meios políticos em São Luís

Os principais candidatos ao Governo do Maranhão, Carlos Brandão (PSB) e Weverton Rocha (PDT), realizam respectivamente sábado, dia 30, e nesta sexta-feira, dia 29, convenções partidárias que oficializarão suas duas chapas.

A movimentação em ambos os grupos é de utilizar os atos como demonstração de força eleitoral. Os locais escolhidos para realização das duas Convenções ratifica a expectativa para participação de apoiadores.

O PDT terá sua chapa formada com Weverton Rocha (PDT), para o Governador; Hélio Soares (PL) para vice-governador; e Roberto Rocha (PTB), à reeleição ao Senado Federal.

O PSB oficializará a chapa Carlos Brandão (PSB), para o Governo; Felipe Camarão (PT), vice-governador; e Flávio Dino (PSB), ao Senado Federal.

Ciro Gomes é o primeiro a realizar Convenção nesta quarta-feira, dia 20

Do UOL

A primeira candidatura à presidência da republica a ser homologada será a de Ciro Gomes (PD), nesta quarta-feira, dia 20, na sede do PDT em Brasília. O candidato a vice deverá ser anunciada até 15 de agosto, quando encerra o prazo para registro de candidatura.

O prazo para realização das Convenções acontecem entre 20 de julho a 5 de agosto. Os candidatos terão até 15 de agosto para realizarem os registros de candidaturas.

Ciro Gomes (PDT): 20 de julho, em Brasília

Lula (PT): 21 de julho, em São Paulo

André Janones (Avante): 23 de julho, em Belo Horizonte

Jair Bolsonaro (PL): 24 de julho, no Rio de Janeiro

Simone Tebet (MDB): 27 de julho, em conversão virtual

Luiz Felipe D’Ávila (Novo): 30 de julho, em São Paulo

Sofia Manzano (PCB): 30 de julho, em São Paulo

José Maria Eymael (DC): 31 de julho, em São Paulo

Vera Lúcia (PSTU): 31 de julho, em São Paulo

Luciano Bivar (União Brasil), 5 de agosto, em São Paulo

Leonardo Péricles (UP): a definir

Pablo Marçal (Pros): a definir

Deputado Othelino Neto se filiará ao PDT em março

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, dia 7, anunciou sua filiação no PDT em março, partido presidido no estado pelo senador Weverton Rocha, pré-candidato ao governo.

A saída do PCdoB, partido pelo qual foi eleito duas vezes deputado estadual, para o PDT já era esperada e foi realizada de maneira cordata e tranquila. Othelino Neto apoia o senador Weverton para o governo do estado.

A decisão de Othelino tornou-se inevitável após o lançamento das pré-candidaturas do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que se filiará ao PSB nos próximos dias, e que tem apoio do governador Flávio Dino (PSB); do senador Weverton Rocha (PDT); e do ex-secretário Simplício Araújo (Solidariedade), todos ligados ao grupo governista.

Sobre a formação dos blocos partidários na Assembleia Legislativa, que passam a ter nova composição. Disse que em razão das eleições e das opções diferenciadas, partidos que estão juntos há oito anos, no mesmo grupo, vão se separar.

“Será apenas a dinâmica normal do Poder Legislativo e as disputas internas que são naturais. Os debates poderão ser acalorados, porém respeitosos”, destacou.

Quanto à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, Othelino informou que foram eleitos os pedetistas Márcio Honaiser para presidente e Ricardo Rios como vice-presidente. 

Márcio Honaiser deixa SEDES e retorna à Assembleia Legislativa

O deputado, Márcio Honaiser, anunciou nesta terça-feira, dia 1º, que está retomando seu mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão, a partir de amanhã.

Eleito deputado estadual em 2018, disputará uma vaga na Câmara Federal.

Ele comandou a SEDES (Secretaria de Estado e Desenvolvimento Social), desde o inicio do segundo governo Flávio Dino.

No comunicado Márcio Honaiser agradeceu Flávio Dino e ao seu partido o PDT por estar secretário num momento de grande dificuldade econômica em meio a pandemia.

“Hoje deixo o comando da SEDES e estou retornando à Assembleia Legislativa, para as funções de deputado estadual (..) Agradeço ao governador @FlavioDino e ao meu partido PDT pela oportunidade de mais uma vez servir ao Maranhão como secretário de estado, especialmente nesse momento tão difícil de pandemia e crise econômica, onde as políticas sociais se tornaram ainda mais fundamentais (..) Me sinto abençoado, como cristão, de ter podido contribuir de alguma forma. E levo comigo para a Assembleia a bandeira da assistência social, a defesa dos que mais precisam e a busca por um Maranhão melhor e mais justo. Em frente!”, anunciou Marcio Honaiser.

Lupi tem agenda marcada com Dino para tratar das Eleições 2022

Da Coluna Radar/Veja

O presidente do PDT, Carlos Lupi, viajará ao Maranhão na semana que vem para uma visita ao governador Flávio Dino (PSB). 

A ideia é manter o nome de Ciro Gomes forte no campo da esquerda para as eleições do ano que vem, apesar de o presidenciável marcar cada vez mais sua posição ao centro, com ataques tanto a Lula quanto a Bolsonaro.

Outra parte desse plano é fortalecer o PDT nos estados do Nordeste antes mesmo das alianças nacionais serem sacramentadas.

PDT de Ciro se une a Bolsonaro pelo voto impresso

Da Veja

Segundo a coluna Radar da Veja, o presidente Jair Bolsonaro ganhou nesta quinta-feira, dia 27, um aliado improvável na cruzada pelo voto impresso nas eleições do ano que vem.

Presidente nacional do PDT, Carlos Lupi divulgou um vídeo defendendo a medida.

“Sem a impressão do voto, não há possibilidade de recontagem. Sem a recontagem, a fraude impera”, diz Lupi no vídeo do PDT.

Edivaldo Holanda Júnior anuncia saída do PDT após cinco anos

Como era aguardado o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, anunciou nesta sexta-feira, dia 7, sua desfiliação do PDT. Ele está se preparando politicamente para o pleito de 2022.

Edivaldo Holanda agradeceu a militância pelos cinco anos na sigla e aos presidentes Estadual e Municipal, respectivamente Weverton e Raimundo Penha.

“..Agradeço o carinho e apoio que recebi no PDT durante os cinco anos de convivência muito respeitosa. Sigo novos rumos a partir de agora, mas ressalto que permanecem a admiração e amizade. Obrigado ao presidente estadual, @wevertonsenador e o vereador @raimundopenha. Agradeço a aguerrida militância pedetista pela caminhada até aqui..”, destacou nas redes sociais Edivaldo.