PDT anuncia apoio reeleição de Rodrigo Pacheco no Senado Federal

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), candidato a reeleição no próximo dia 1º de fevereiro, recebeu nesta segunda-feira, dia 23, a confirmação do apoio do PDT.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, também ministro da Previdência do governo Lula, anunciou o apoio em reunião com Rodrigo Pacheco, no diretório do partido em Brasília.

“Quero agradecer imensamente o apoio do PDT para a minha recondução à Presidência do Senado, anunciado nesta segunda-feira, pelo presidente nacional da legenda, o ministro Carlos Lupi (…) O anuncio do PDT referenda a minha gestão, caracterizada pelo trabalho em favor do povo brasileiro, da democracia, e legitima o nosso compromisso na defesa de conquistas sociais, mas sem se esquecer da responsabilidade fiscal, e com a implantação das reformas que o país almeja.”, destacou Pacheco.

Pacheco disputará a reeleição contra Rogério Marinho (PL-RN), aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Para Márcio Jerry querem botar ‘placa de Bolsonaro’ em obra das gestões Dilma e Dino

O deputado federal, Márcio Jerry (PCdoB), classificou de ‘oportunismo’ a agenda do ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Social), em São Luís, nesta quinta-feira (27), ao vistoriar o Residencial José Chagas, entregue no início de agosto na capital maranhense.

“Cenas de oportunismo explícito do ministro Rogério Marinho em querer colar placa de Bolsonaro em obra realizada com recursos do Minha Casa Minha Vida assegurados pela ex-presidenta Dilma Rousseff e executada pelo gov Flávio Dino. Coisa feia, ministro!”, destacou Márcio Jerr no twitter.

O Residencial contem 256 apartamentos e contemplou mais de mil pessoas, que moravam em palafitas em São Luís. A obra foi autorizada e construída com recursos destinados pelo governo, Dilma Rousseff, e executado na gestão de Flávio Dino.

O senador, Roberto Rocha (PSDB), eleito em 2014 ao lado de Flávio Dino, e que em seguida se tornou adversário, acompanhou o ministro Rogério Marinho.