‘..o governador colocou a Timbira como prioridade..’, diz Robson Paz

A Rádio Timbira (1290 FM) completa 80 anos, neste sábado (14). Para comemorar a data, o secretário adjunto de radiodifusão do estado, Robson Paz, diretor-geral da emissora, concedeu entrevista ao Fala Timbira, programa apresentado por Edvaldo Oliveira e Mônica Moreira Lima.

Na ocasião, ele relembrou como a gestão Flávio Dino mudou para melhor a comunicação pública no Maranhão.

“O governador Flávio Dino, desde que assumiu, sempre colocou a Rádio Timbira como uma prioridade, né? Pela sensibilidade que o governador tem, entusiasta que é da comunicação pública, sempre colocou o resgate da Rádio Timbira como uma das metas a serem alcançadas e de pronto nós, desde 2015, já com a nova direção da emissora, tratamos de criar as condições para que a rádio voltasse a ter relevância”, disse.

Segundo Paz, a missão dada foi seguir “um preceito fundamental da comunicação pública, inclusive designada pela UNESCO, que é o princípio da universalidade”.

“Nós precisávamos fazer com que as pessoas, o cidadão, a cidadã pudessem ter acesso à rádio, independentemente de sua condição social e econômica, ter acesso à nossa emissora, e existia uma dificuldade muito grande naquele momento. Os ouvintes que sempre acompanharam a Timbira sabem que a Timbira passou por duas décadas, pelo menos, de completo abandono, ostracismo, chegando ao ponto de tentativa de privatização. Foi desmontada toda a estrutura da Rádio Timbira, passou por um período de muita dificuldade. Mas, de 2015 para cá, nós começamos trabalhar a reformulação também da equipe, no processo de renovação da rádio”, explicou.

De acordo com o diretor-geral da Rádio, além do sucateamento da rádio entre 1995 e 2015, outra dificuldade foi melhorar o sinal do transmissor, na época localizado no bairro do Maracanã.

“O parque de transmissores era um grande problema que a rádio tinha, localizado no Maracanã, uma área que tecnicamente, inclusive nós tivemos uma consultoria do engenheiro eletrônico Sidney Morato, que foi um profissional fundamental nesse processo, e é bom que a gente reconheça e resgate aqueles que contribuíram para que a gente conseguisse alcançar esse status que estamos hoje com a Rádio Timbira; (…) trouxemos o parque de transmissores para o Aterro do Bacanga, hoje ali ao lado do Parque João Paulo II, e, a partir de então, nós conseguimos com a aquisição de novas torres, novos equipamentos, a Timbira passou a ter novamente um sinal de qualidade, passou a ser ouvido em praticamente todo o Estado do Maranhão, diretamente no dial, além, claro, das plataformas digitais, que nós também avançamos muito no período, e hoje a gente cumpriu aquilo que eu disse no início que é esse princípio da universalidade, garantindo assim que as pessoas pudessem alcançar a Timbira, pudesse ouvir”, completou Paz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s