CPI diz que Bolsonaro defende vacina com ‘atraso fatal e doloroso’

A cúpula da CPI do Covid-19 no Senado Federal, que apura as responsabilidades no enfrentamento à pandemia no Brasil, reagiu na noite desta quarta-feira, dia 2, ao pronunciamento em rede nacional do presidente Bolsonaro, que iniciou defendendo a vacinação contra a Covid-19.

A fala do presidente em cadeia de TV e Rádio foi acompanhada de um forte ‘panelaço’ várias capitais.

Através de uma nota assinada por vários membros da CPI, entre eles, os senadores Omar Aziz (Presidente), Randolfe Rodrigues (Vice-Presidente) e Renan Calheiros (Relator), destaca que postura de Bolsonaro em relação à pandemia chega com ‘atraso fatal e doloroso’.

“O Brasil esperava esse tom em 24 de março de 2020, quando inaugurou-se o negacionismo minimizando a doença, qualificando-a de gripezinha”, diz trecho da nota.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s