Carlos Lula deve depor na CPI como testemunha na próxima semana

O Secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, confirmou nesta quarta-feira, dia 5, em entrevista a TV Mirante, que deverá prestar depoimento na próxima semana na CPI da Covid-19.

Há quatro requerimentos para participação de Carlos Lula como testemunha, enquanto presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (CONASS), na CPI que apura Ações e Omissões na pandemia.

Os trabalhos da Comissão iniciaram ontem, com depoimento do ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta. Hoje outro ex-ministro de Bolsonaro, Nelson Teich, prestará depoimento às 10h.

Felipe Camarão comemora vacinação de 45.438 mil profissionais da Educação

O Maranhão alcançou a marca nesta terça-feira, dia 4, de 45.438 mil profissionais de Educação contra a Covid-19. A vacinação da categoria inicio dia de 20 de abril.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, comemorou a marca e agradeceu ao governador Flávio Dino e o trabalho da SES, através do secretário Carlos Lula.

“Acabo de receber a confirmação que no Maranhão já temos quase 46 (quarenta e seis) mil profissionais da educação vacinados. Mais uma vez quero agradecer a sensibilidade do governador Flávio Dino e o trabalho conjunto da SES, liderada por Carlos Lula. Vamos vencer! ESPERANÇA”, disse Felipe Camarão.

A vacinação começou em trabalhadores com 55 anos ou mais, segue em ritmo acelerado e chegou à idade de 30 anos ou mais em algumas regiões do estado. 

No Maranhão, a vacinação inclui todos os profissionais da educação em atividade, abrangendo as redes públicas federal, estadual, municipais, privada. 

Anunciada vacinação de Grávidas e pessoas com Comorbidades

O governador Flávio Dino, na coletividades desta sexta-feira, dia 30, durante relato sobre as ações de enfrentamento à pandemia no Maranhão, prorrogou as medidas em vigor e anunciou vacinação de gravidas e pessoas com comorbidades.

Regime atual prorrogado até 09/05

Estado

  • Eventos continuam suspensos
  • Administração pública estadual: 50% da capacidade e revezamento
  • Igrejas: 50% de capacidade

Ilha de São Luís

  • Comércio e indústria entre 9h e 21h
  • Bar e restaurante: até 22h
  • Supermercados: das 6h à 0h
  • Supermercados, academias e salões 50% de capacidade
  • Grupo de risco afastado no setor público e privado

Vacinação

  • Novas doses para municípios que aplicaram 80% das vacinas recebidas
  • Entrega de 10 mil doses de vacina Pfizer para São Luís
  • Novos grupos prioritários: grávidas e pessoas com comorbidades; CIB irá adequar plano estadual de vacinação

Apoio à população

  • Jantar a R$ 1 nos Restaurantes Populares: mais de 180 mil servidos
  • Cestas básicas: mais de 400 mil já entregues

Flávio Dino e Eduardo Leita participam de evento sobre “Lockdown no Brasil”

O governadores Flávio Dino (Maranhão) e Eduardo Leite, Rio Grande do Sul, participaram nesta quinta-feira, dia 29, do evento “Lockdown no Brasil: desafios e aprendizados do Maranhão e Rio Grande do Sul”.

Organizado pela ONG Impulso Gov, responsável pelo movimento #AbrilpelaVida, está realizando diálogos propondo três semanas de bloqueio total no Brasil para controlar a Covid-19.

Questionado sobre o período do lockdown no Maranhão, em maio de 2020, Dino destacou a adesão da população, gestores e lideranças, reduzindo os indicadores da doença.

“Nós sabíamos que seria um esforço decisivo, e foi muito bem sucedido, não há dúvidas [que evitou o colapso hospitalar], mas não no sentido, obviamente, de erradicar o coronavírus. Não houve nenhuma resistência do Poder Executivo [ao bloqueio] e a população maranhense participou bastante, como de modo geral tem participado, fruto desse diálogo que nós temos mantido (..) O lockdown foi fruto de uma convergência. O segredo de tudo é o diálogo, a mediação, é o envolvimento da gestão estratégica com o nível operacional, aproximar esses dois fatores para poder tomar uma decisão rápida. Havia uma convergência [entre população, políticos e comitê científico], e se o Ministério Público não tivesse pedido e o Judiciário não tivesse decretado eu teria feito [o lockdown], porque, naquele momento, começo de maio, estávamos numa trajetória ascendente, e a recepção foi bastante favorável, com engajamento alto da sociedade, pequena resistência”, contou Flávio Dino.

O Maranhão segue com o estado com melhor desempenho do enfrentamento a doença. 

SES e EMSERH intensificam testes PCR-RT com pontos itinerantes em São Luís

A Secretaria de Saúde do Maranhão reforçou a testagem para Covid-19 na capital com pontos itinerantes. Até domingo, dia 2, serão oferecidos testes do tipo PCR-RT, considerado padrão ouro.  

Quinta-feira (29) e sexta-feira (30), acontece na Reserva do Itapiracó, das 16h às 21h.

No sábado (1º), os testes estarão disponíveis à população na Avenida Litorânea, das 8h às 16h e no Espigão Costeiro da Ponta d’Areia das 16h às 21h.

No domingo (2), os testes poderão ser realizados novamente na Avenida Litorânea, das 8h às 12h. Os pontos itinerantes têm como apoio o ônibus de ações externas do Hemomar. 

Além dos pontos itinerantes, os testes poderão ser realizados de quinta (29) até a próxima terça-feira, dia 4 de maio, no estacionamento do São Luís Shopping, das 9h às 21h, com apoio da Carreta da Mulher.

Para a testagem, é necessário apresentar documento oficial com foto, cartão do SUS e comprovante de residência.  

O serviço está sendo executado pela Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). 

Othelino Neto anuncia volta das sessões presencias na AL-MA

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, informou nesta terça-feira, dia 27, a volta dos trabalho presencias a partir da próxima segunda-feira, dia 3 de maio.

As atividades serão retomadas com adoção de todos os procedimentos e recomendações sanitários. As sessões presencias foram suspensas em razão da Covid-19.

‘..irei aguardar manifestação técnica de cientistas..”, Dino sobre decisão da ANVISA

O governador Flávio Dino (PCdoB), usou as redes sociais na manhã desta terça-feira, dia 27, para dizer o que fará após o posicionamento contrário da ANVISA à importação e uso da vacina Sputnik, “irei aguardar manifestação técnica de cientistas brasileiros e russos”.

“Sobre decisão da Anvisa quanto à vacina Sputnik, irei aguardar manifestação técnica de cientistas brasileiros e russos. Posteriormente, teremos reunião com governadores da Amazônia e do Nordeste para avaliar fundamentos técnicos, a serem apresentados ao STF e à própria Anvisa”, disse Dino no twitter.

Um total de 14 estados tem interesse em adquirir a Sputnik, entre eles, o Maranhão. A vacina está sendo utilizada em mais de 60 país, inclusive 4 na America do Sul: Argentina, Paraguai, Venezuela e Bolivia.

ANVISA é contra importação e uso da vacina Sputnik V

Do Uol

Os diretores da Anvisa rejeitaram na noite de segunda-feira, dia 26, a importação e o uso da vacina russa Sputnik V pelo Brasil.

O relator Alex Machado Campos apontou a “falta de documentação” e os possíveis riscos do imunizante à saúde.

O colegiado se reuniu hoje para cumprir decisão do ministro do STF, Ricardo Lewandowski, que deu 30 dias para que a agência reguladora decidisse sobre o uso do imunizante.

A Anvisa chegou a recorrer do prazo, que vence na quinta-feira, dia 28, mas o ministro indeferiu o pedido.

Anvisa se reunirá hoje após STF negar prorrogação para aprovação da Sputink V

Do Conjur

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), se reunirá nesta segunda-feira, dia 25, para decidir sobre a aprovação da SputinK V, após ministro do STF, Ricardo Lewandowski, negar prorrogação do prazo que acaba no próximo dia 28.

“.. o elastecimento do prazo pretendido pela Anvisa não só contraria a letra da Lei 14.124/2021, como também o seu espírito, eis que sua edição foi motivada pela exigência de dar-se uma resposta célere aos pedidos de aprovação das vacinas já liberadas por agências sanitárias estrangeiras e em pleno uso em outros países (..) vencido o prazo definido pelos legisladores, sem manifestação da Agência, presume-se aprovada a vacina em processo de análise, salvo se, numa legítima inversão do ônus argumentativo, esta decidir, de forma tecnicamente motivada, pela desaprovação de seu uso no Brasil..”, destaca a decisão. 

Lewandowski manteve hoje a decisão que autoriza o Maranhão importar Sputnik V, se a Anvisa não se manifestar sobre o imunizante dentro do prazo máximo de 30 dias, que começou dia 29 de março. 

Mais 86.600 doses de CoronaVac e AstraZeneca são distribuídas no MA

O Maranhão está distribuindo novas doses de vacinas CoronaVac e AstraZeneca ontem sábado, dia 24.

No sábado foram entregues mais 2.030 novas doses de vacinas contra Covid-19 ao município de São Luís. 

As vacinas são destinadas para imunização dos profissionais da educação da rede privada, conforme já pactuado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB). 

A distribuição foi realizada simultaneamente na capital e nas Regionais de Saúde de Açailândia, Imperatriz, Balsas, Caxias, Timon, Presidente Dutra, Barra do Corda, São João dos Patos e Pedreiras. 

Neste domingo, dia 25, estão sendo enviada vacinas para as regionais de Bacabal, Santa Inês, Zé Doca, Codó, Pinheiro e para o município de Alcântara.

As doses das vacinas chegaram ao Maranhão na última sexta-feira, dia 23.

Foram 86.600 doses, sendo 19.600 de CoronaVac e 67.000 de AstraZeneca.