Estado e Município avançam na municipalização do Ensino Fundamental

 

moacir e felipe
Ao centro Moacir Feitosa (Secretário de Educação de São Luis) e Felpe Camarão (Secretário de Estado da Educação)/Foto: Reprodução

As Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de São Luís, reuniram na sexta-feira (15), para juntas avançarem o processo de municipalização do Ensino Fundamental, como estabelecido pela Constituição e a LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional).

Na reunião ficou encaminhadas as providencias relacionadas à demanda de professores em escolas municipalizadas e o remanejamento de outros profissionais da escola; infraestrutura das unidades escolares; oferta do Ensino Fundamental em regiões da capital como: Itaqui-Bacanga, Vila Maranhão, João Paulo, Cohatrac, Turu e Maracanã, entre outros pontos.

“Foi um encontro de fortalecimento do regime de colaboração com o município de São Luís, no sentido de seguirmos avançando no processo de municipalização das escolas de Ensino Fundamental pertencentes à rede estadual. Além disso, a parceria para a recuperação de escolas da rede municipal e a implantação do Colégio Militar na Cidade Olímpica”, pontuou o secretário Felipe Camarão.

“A reunião foi muito produtiva, um dos pontos abordados foi a municipalização das escolas. As secretarias Estadual e Municipal vão trabalhar juntas num regime de colaboração e planejamento, pensando no estudante e em prol da qualidade da educação”, pontuou o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa.

Assembleia Legislativa comemora Bonificação no ENEM para o MA

 

Deputados estaduais do Maranhão reconheceram durante sessão de ontem, segunda-feira (11), da Assembleia Legislativa do Maranhão, a grande importância da Bonificação de 20% nas notas do ENEM, para estudantes do Maranhão.

Em apartes ao pronunciamento do deputado e professor Marco Aurélio (PCdoB), que liderou o movimento que resultou no beneficio aos estudantes, os parlamentares de várias regiões do estado se comprometeram em defender mais ativamente as próximas etapas da medida.

Tragédias, mortes, dor e Esperança…

 

“Eu queria falar, no meu poema de hoje, sobre como a gente encara a dor. A gente está vivendo um momento muito dolorido, e as pessoas se aproximam pela alegria e também pela dor. A diferença é que o sorriso é laço; e a dor é nó. Isso significa que sempre haverá alguém por perto quando doer”, diz Bráulio.

Dep. Marco Aurélio comemora Bonificação no ENEM para estudantes do Maranhão

 

marco deputado
Deputado Marco Aurélio (PCdoB)/Foto: Reprodução

O deputado e professor Marco Aurélio (PCdoB-MA), comemorou e publicou nas redes sociais nesta sexta-feira (8), decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região em Brasília, que garante em caráter liminar a Bonificação no ENEM para estudantes do Maranhão para ingresso na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Aprovada pelo Conselho de Educação Pesquisa e Extensão da UFMA em 2017, ficou determinado que tinha direito a Bonificação de 20% nas notas do Enem, os alunos que tivessem cursado, pelo menos, o último ano do ensino fundamental e todo ensino médio em escolas maranhenses.

Porém o Ministério Público Federal entrou com uma Ação Civil Pública requerendo a suspensão da Bonificação, e a Justiça Federal suspendeu a resolução, que impediu que os estudantes tivessem o acréscimo nas notas já para primeira chamada do SISU 2018.

A Bonificação foi uma das principais causas defendidas por Marco Aurélio durante seu primeiro mandato de deputado estadual. Inicialmente uma luta praticamente solitária, mas que passou contar com apoio de estudantes, professores e principalmente da Universidade Federal do Maranhão, Assembleia Legislativa do Estado, juristas, políticos e vários outros colaboradores.

 

WhatsApp Image 2019-02-08 at 17.03.11

WhatsApp Image 2019-02-08 at 17.03.09

WhatsApp Image 2019-02-08 at 17.03.11 (1)

WhatsApp Image 2019-02-08 at 17.03.13

Flávio Dino deve anunciar ainda hoje mais dois ou três novos Secretários

 

Flavio Dino UNE
Governador Flávio Dino nesta sexta-feira (8), no Palácio dos Leões/Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino disse nesta sexta-feira(8), durante entrega de mais oito Ônibus Escolares para municípios maranhenses, que deverá anunciar ainda hoje ou até segunda-feira (11), mais dois ou três nomes para compor seu secretariado.

As mudanças como já foi informado serão poucas. Esta semana o deputado Marcelo Tavares retornou ao governo para Casa Civil. Segundo Dino, serão mais seis ou cinco nomes que deverão ser anunciados até o final do mês de fevereiro.

Perguntado sobre sua participação na 11ª Bienal da UNE em Salvador está semana, Flávio Dino disse que foi simbólico, uma vez que a última vez que esteve na Bienal na Bahia foi a 30 anos como estudante.

O governador do Maranhão que falou aos participantes sobre os ’30 anos da Constituição Cidadã: Democracia e Ativismo Judicial’, também discorreu sobre as ações que vem adotando no Maranhão, com objetivo de tirar o estado do atraso que se encontrava a décadas.

Sobre a receptividade ao chegar no evento onde foi ovacionado com gritos “Queremos Flávio Dino Presidente do Brasil”, o governador disse que foi bom sempre ser lembrado.

Abaixo áudio onde Flávio Dino fala das mudanças no secretariado e da Bienal da UNE:

Flávio Dino é ovacionado e Ciro Gomes vaiado na 11ª Bienal da UNE

 

une 11
Governador Flávio Dino junto com outros debatedores sobre “30 anos da Constituição Cidadã: Democracia e Ativismo Judicial”/Foto: reprodução

O ex-candidato à presidente Ciro Gomes e o governador do Maranhão Flávio Dino estiveram nesta quinta-feira (7), na 11ª Bienal da UNE, que está acontecendo em Salvador na Bahia. Enquanto Dino foi recebido com manifestações de admiração e aplausos, Ciro foi praticamente expulso do evento.

Também estão participando da Bienal: Guilherme Boulous (PSOL), Sonia Guajajara (PSOL) e Manuela D’Ávila (PCdoB).

O governador do Maranhão ao chegar ao debate sobre  “30 anos da Constituição Cidadã: Democracia e Ativismo Judicial”, foi recepcionado com gritos de  “Queremos Flávio Dino presidente do Brasil”. 

Receptividade diferente teve o ex-candidato à presidente Ciro Gomes, grande parte dos participantes reagiram com hostilidade e gritos de protestos, após ele criticar o ex-presidente Lula. Em resposta, Ciro gritou: “Eu não sou corrupto. Eu tô solto! É o Lula que está preso, babaca!. Os estudantes responderam com “Lula livre”.

“Universidade é para elite intelectual”, defende Ministro da Educação

 

educação
Presidente Jair Bolsonaro e Ricardo Vélez Rodríguez Ministro da Educação/Foto: Reprodução

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, afirmou que “a ideia de universidade para todos não existe” e que devem ficar reservadas apenas à “elite intelectual”. Em entrevista ao Valor Econômico , Vélez defendeu que os jovens utilizem o ensino técnico, uma das bandeiras do presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha.

“As universidades devem ficar reservadas para uma elite intelectual, que não é a mesma elite econômica [do País]”, afirmou Vélez, que afirmou buscar um modelo de educação parecido com o da Alemanha. Segundo o ministro da Educação , não há a possibilidade de cobrar mensalidade em universidades públicas, mas é “urgente” reequilibrar os orçamentos.

Vélez também defendeu que haja enxugamento no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que já havia sido iniciado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB). Para ele, deve haver uma proximidade com o ensino técnico para que os jovens entrem mais rápido no mercado de trabalho, além de alteração em alguns pontos da reforma do Ensino Médio, aprovada por Temer no ano passado.

Para o ministro, os cursos técnicos trazem um retorno financeiro maior e mais rápido aos jovens do que a graduação e não faz sentido que um advogado estude por anos para “virar motorista de Uber”. “Nada contra o Uber, mas esse cidadão poderia ter evitado perder seis anos estudando legislação”, justificou.

Vélez ainda criticou o que chamou de “ideologia de gênero” nas escolas, que ensinam “menino a beijar menino e menina a beijar menina” e afirmou que a nova estratégia do MEC será “uma virada brusca” para atender municípios com apoio financeiro. “As pessoas chegaram até a escola, é hora de a escola chegar às pessoas”, afirmou.

A prioridade dos cem primeiros dias da gestão será o programa Alfabetização Acima de Tudo, que será comandado pelo secretário de alfabetização, Carlos Francisco Nadalim. Conhecido por suas posições conservadoras e um canal no Youtube onde faz críticas a educadores consagrados como Paulo Freire, ele garante que vai convocar uma conferência para ouvir especialistas de todas as vertentes em alfabetização.

ministro da Educação defendeu também defendeu as escolas cívico-militares, afirmou que o projeto é economicamente viável e disse que as escolas que quiserem aderir poderão manter seus projetos pedagógicos. “Exemplos já existentes mostram que basta meia dúzia de militares para que os traficantes parem de aliciar os jovens”, disse Vélez.

(Com informações do IG e Valor Econômico)