Irmão de Bolsonaro disse que ‘o pai deles nunca deixou um filho trabalhar’

 

bolsonaro-jair-evaristo-sa-afp-918x540
Presidente Jair Bolsonaro/Foto: Reprodução

(Do Correio Brasiliense)

Após o presidente Jair Bolsonaro dizer que trabalhou desde os “9, 10 anos”, internautas recuperaram uma entrevista com a família do então deputado federal, em março de 2015, na qual um dos irmãos de Bolsonaro nega que qualquer um deles tenha trabalhado quando criança.

A reportagem, da revista Crescer, ouviu a mãe de Bolsonaro, Olinda Bolsonaro, e um dos irmãos, Renato Bolsonaro, que, em determinado momento fala da relação dele e dos irmãos com o pai.

“Meu pai tinha o estilão dele, boêmio. Mas nunca deixou um filho trabalhar, porque achava que o filho tinha que estudar”, disse.

O relato de Renato vai de encontro com o de Bolsonaro na última quinta-feira (4/7). Em mais uma de suas transmissões ao vivo pelo Facebook, Bolsonaro sugeriu que era a favor do trabalho infantil. “Trabalho dignifica o homem, a mulher, não interessa a idade”, disse.

A entrevista voltou à tona pelo Twitter. Muitos internautas comentaram a entrevista.

bozo 3

bozo 2

bozo 1

bozo 4

Parceria: Vale investirá R$ 60,3 milhões em educação, patrimônio histórico e segurança no MA

 

Foto_Gilson-Teixeira-Assinatura-Protocolo-de-Intenções-1
Cerimônia da Assinatura do Protocolo de Intenções (Foto: Gilson Teixeira)

A Vale anunciou nesta terça-feira (2),  investimentos no Maranhão nas áreas de educação, saúde, patrimônio histórico e segurança. Um termo de cooperação foi assinado pelo governador Flávio Dino e o diretor-presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, no valor de R$ 52,2 milhões.

O investimento inclui a construção e reforma de escolas, novos laboratórios técnicos, apoio na formação de educadores, alfabetização de crianças e restauro de prédios no centro histórico da capital.

As ações devem ser iniciadas ainda este ano. Além da parceria com o Governo, a Vale anunciou a doação de R$ 8,14 milhões ao Corpo de Bombeiros, em reconhecimento ao serviço prestado pela corporação à população do estado.

“Hoje estamos assinando um importante documento de parcerias com a empresa que atua no Maranhão, a Vale, acordo esse que implicará a realização de investimentos em várias áreas. Destaco a adesão da empresa ao programa Nosso Centro, recentemente lançado. Só nessa área de restauração de patrimônio histórico são R$ 15 mi. E esse é um protocolo que tem consequências práticas e muito significativas girando em torno de R$ 60 mi”, pontuou o governador Flávio Dino.

Como serão distribuído o recurso:

– 36 mi para Educação
– 15 mi Patrimônio Histórico
– 1,4 mi Saneamento Básico
– 4 imóveis da Vale cedidos para implantação de Complexo das Polícias Vitoria, alto alegre, Açailândia e São Pedro da Água Branca
– 8,14 mi para Corpo de Bombeiros
– Total de 60,3 mi

Emoção e gratidão marcaram a entrega das obras do Nazaré Ramos em São Luís Gonzaga do Maranhão

 

nazaré
Secretário de Educação do Estado, Felipe Camarão, recebendo o carinho e agradecimento dos professores do Nazaré Ramos/Foto: Reprodução

O governo do Maranhão através da Secretaria de Estado da Educação está entregando obras de recuperação de unidades de ensino estaduais em vários municípios. A ação de valorização da Educação pelo governo vai além da estrutura física das escolas, esse aspecto pode ser testemunhado na emoção e geralmente lágrimas dos munícipes contemplados, que sempre marcam as entregas.

O Secretario de Educação do Estado, Felipe Camarão, voltou entregar várias obras nesta quarta-feira (26), um dos municípios contemplados foi São Luís Gonzaga do Maranhão. No mês em que completou 165 anos, não poderia receber melhor e maior presente que a completa reforma do Centro de Ensino Médio Nazaré Ramos, escola do estado, mas patrimônio do povo gonzaguense. O prefeito de São Luís Gonzaga, Dr. Junior (PDT), comemorou e agradeceu a entrega das obras concluídas.

“Em nome de toda população de São Luís Gonzaga, agradecemos a reconstrução da escola, porque foi mais que uma reforma. E ela veio através de um governo que trata o povo com respeito e carinho”, disse o prefeito.

D98TLK1XUAA9wRv
Centro de Ensino Médio Nazaré Ramos, em São Luís Gonzaga do Maranhão/Foto: Reprodução

Referência na região do Médio Mearim e fundada em 1942  a escola é responsável por abrir portas de um futuro melhor para várias gerações. A importância da reforma do Nazaré Ramos, como é chamado e conhecido na região, foi descrita por sua diretora, Denise Santos Miranda Pereira, com a emoção de quem se dedica e ama a escola a exemplos de todos gonzaguenses.

“Todo gonzaguense, que concluiu o Ensino Médio nessa cidade, passou por esta escola. Por isso, nós dizemos que ela é parte da nossa história e da nossa vida. Essa escola tem valor tradicional, histórico, emocional, um valor educacional. E estava deteriorada pelo tempo e pela falta de reforma”, destacou a gestora Denise Santos.

A escola de 77 anos passou por três pequenas intervenções durante todo esse tempo. Sendo que a estrutura permanecia praticamente a mesma de quando da sua fundação. A última pequena reforma que o Nazaré Ramos foi submetido aconteceu há 23 anos, por tanto em 1996.

A obra custou mais R$ 800 mil, e envolveu toda estrutura do prédio, incluindo a climatização das salas. Mais de mil estudantes serão beneficiados. Diante da obra pronta, a diretora da escola Denise Santos, disse que o sentimento da população de São Luís Gonzaga, em especial estudantes e professores é de gratidão.

“Pela primeira vez alguém olhou para nós, para essa escola com olhar humanizado. Quando o secretário Felipe Camarão veio aqui, percebeu que não podíamos ficar do jeito que estávamos. E, graças a Deus, agora estamos recebendo uma escola nova, e que merecemos. O que estamos sentindo é gratidão”, disse a professora Denise, gestora da escola.

nazaré 1
A gestora da Escola, Denise Santos Miranda, agradecendo a entrega do Nazaré Ramos completamente reformado/Foto: Reprodução

Gratidão também foi o tom que deu o Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, na sua fala ao povo de São Luís Gonzaga. Ele também fez um apelo à população, estudantes e professores.

“Trago algumas palavras do governador Flávio Dino. Queremos agradecer pela paciência e compreensão que vocês tiveram conosco em relação a obra. Também agradecer a parceria com a Prefeitura, que esteve sempre dando apoio do começo ao fim do trabalho. Pedimos a cada estudante que cuide dessa escola, porque ela é de vocês, façam bom proveito, estudem, e deem o melhor de cada um de vocês”, disse Felipe Camarão.

Faltou educação ao Ministro da Educação Abraham Weintraub

 

mau educado
Abraham Weintraub (Ministro da Educação)/Foto: Reprodução

Do Blog O Antagonista

Abraham Weintraub foi abordado pela comissária de bordo pouco antes da decolagem do avião em que ele embarcou no domingo passado (16) para Brasília, informa Bela Megale em O Globo.

Ela perguntou se o ministro da Educação poderia atender ao pedido de um pai que sentava na fileira de trás e gostaria de trocar de lugar para sentar com a mulher e os filhos.

O lugar oferecido a Weintraub era uma poltrona com mais espaço para as pernas. O ministro não se convenceu, e a família viajou separada até Brasília.

Maranhão concederá medalha do Mérito Timbira (in memoriam) a Paulo Freire

 

Paulo freire

O Maranhão reconhece nesta quinta-feira (13) o educador Paulo Freire como um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia. Na solenidade sera concedida a medalha do Mérito Timbira (in memoriam), grau Grã-Cruz, ao educador Paulo Freire. A medalha entregue a Ana Maria Freire, viúva do educador.

Corte na CAPES atingirão principalmente as regiões Norte e Nordeste

 

Ministro Abraham Weintraub e presidente Jair Bolsonaro
Ministro Abraham Weintraub (Educação) e o presidente Jair Bolsonaro/Foto: Carolina Antunes

O novo corte na Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior), anunciado ontem, terça-feira (4), pelo governo Bolsonaro, prejudicará mais as regiões Norte Nordeste.

A medida acentua as desigualdades e concentra mais a pesquisa no Centro-Sul do Brasil. Estão sendo cortados o corte de mais 2,7 mil bolsas: 2.331 de mestrado, 335 de doutorado e 58 de pós-doutorado. Este é o segundo corte em menos de 1 mês.

Estudantes e professores devem estar de voltas às ruas no próximo dia 14 de junho.