Câmara enterra Voto Impresso e aplica derrota em Bolsonaro

A ‘novela’ da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do voto impresso, defendido pessoalmente pelo presidente Bolsonaro, como era esperado foi rejeitada nesta terça-feira, dia 10, derrota política direta do presidente e do governo.

O resultado foi de 229 (SIM) e 218 (NÃO) e 1 (ABSTENÇÃO) o total de votos foi de 448. Não votaram 64 deputados. O governo precisava de 308 votos para aprovar a PEC.

Governistas ainda tentaram adiar a votação e parlamentares informaram que foram pressionadas para para evitar uma derrota acachapante.

Como votou a bancada maranhense:

Aluisio Mendes (PSC-MA) -Votou Sim

André Fufuca (PP-MA)

Bira do Pindaré (PSB-MA) -Votou Não

Cleber Verde (Republican-MA) -Votou Sim

Edilazio Junior (PSD-MA) -Votou Não

Gil Cutrim (Republican-MA) -Votou Não

Marreca Filho (Patriota-MA) -Votou Não

Gastão Vieira (PROS-MA) -Votou Não

Hildo Rocha (MDB-MA)

João Marcelo S. (MDB-MA)

JosimarMaranhãozi (PL-MA) -Votou Não

Josivaldo JP (Podemos-MA) -Votou Sim

Junior Lourenço (PL-MA) -Votou Não

Juscelino Filho (DEM-MA)

Pastor Gil (PL-MA) -Votou Sim

Pedro Lucas Fernan (PTB-MA) -Votou Não

Rubens Pereira Jr. (PCdoB-MA) -Votou Não

Zé Carlos (PT-MA) -Votou Não

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s