“Negligência e imperícia matam”, Dino sobre governo Bolsonaro ignorar Pfizer

O governador, Flávio Dino (PCdoB), reagiu com indignação à confirmação nesta quarta-feira, dia 12, na CPI da Covid-19 no Senado, que o governo Bolsonaro negligenciou a oferta da vacina Pfizer.

“Atrasar irresponsavelmente a compra da vacina Pfizer custou a vida de dezenas de milhares de pessoas. Negligência e imperícia matam. Quem responderá por isso?”, Flávio Dino.

Hoje na CPI, o ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro, Fábio Wanjgarten, confirmou o recebimento de uma carta da Pfizer enviada ao governo em 12 de setembro com objetivo de negociar a compra de 70 milhões de doses da vacinas que foi ignorada.