Flávio Dino e Eduardo Leita participam de evento sobre “Lockdown no Brasil”

O governadores Flávio Dino (Maranhão) e Eduardo Leite, Rio Grande do Sul, participaram nesta quinta-feira, dia 29, do evento “Lockdown no Brasil: desafios e aprendizados do Maranhão e Rio Grande do Sul”.

Organizado pela ONG Impulso Gov, responsável pelo movimento #AbrilpelaVida, está realizando diálogos propondo três semanas de bloqueio total no Brasil para controlar a Covid-19.

Questionado sobre o período do lockdown no Maranhão, em maio de 2020, Dino destacou a adesão da população, gestores e lideranças, reduzindo os indicadores da doença.

“Nós sabíamos que seria um esforço decisivo, e foi muito bem sucedido, não há dúvidas [que evitou o colapso hospitalar], mas não no sentido, obviamente, de erradicar o coronavírus. Não houve nenhuma resistência do Poder Executivo [ao bloqueio] e a população maranhense participou bastante, como de modo geral tem participado, fruto desse diálogo que nós temos mantido (..) O lockdown foi fruto de uma convergência. O segredo de tudo é o diálogo, a mediação, é o envolvimento da gestão estratégica com o nível operacional, aproximar esses dois fatores para poder tomar uma decisão rápida. Havia uma convergência [entre população, políticos e comitê científico], e se o Ministério Público não tivesse pedido e o Judiciário não tivesse decretado eu teria feito [o lockdown], porque, naquele momento, começo de maio, estávamos numa trajetória ascendente, e a recepção foi bastante favorável, com engajamento alto da sociedade, pequena resistência”, contou Flávio Dino.

O Maranhão segue com o estado com melhor desempenho do enfrentamento a doença.