Dino destaca apoio do PT a Brandão e unidade com PSB e PCdoB

A temperatura nos meios políticos no Maranhão aumentou, após os encontros desta segunda-feira, dia 31, entre o governador Flávio Dino e lideranças partidárias da base de apoio ao seu governo.

Nesse contexto de ‘definições e indefinições’, chamou atenção o posicionamento do presidente estadual do PT, Francimar Melo, em apoio ao vice-governador Carlos Brandão ao governo, que deverá ter um petista companheiro de chapa.

O governador Flávio Dino deu destaque nas suas redes sociais à decisão do PT no Maranhão.

De acordo com, Francimar Melo, a decisão será confirmada no encontro de tática do PT no Maranhão, que acontecerá em março, e ratificada pela direção nacional do partido.

O fato é que o improvável entendimento não alcançou mesmo desejado. Três nomes oriundas do grupo à sucessão de Flávio Dino foram oficializadas hoje: Carlos Brandão (PSDB), que deverá até o fim de semana se filiar ao PSB; Weverton Rocha (PDT); e Simplício Araújo.

O senador Weverton Rocha foi o primeiro a anunciar nas redes sociais sua decisão.

Em seguida foi o vice-governador Carlos Branão, que também em coletiva de imprensa, confirmou seu compromisso em continuar o governo Flávio Dino, com sua candidatura.

O Secretário de Industria e Comércio, Simplício Araújo (Solidariedade), também aproveitou a temperatura alta na política no Maranhão, para anunciar que a partir de amanhã terça-feira, dia 1º, deixa a pasta no governo, para se dedicar à sua pré-candidatura.

Investimentos de R$ 112 milhões vão gerar cerca de 2 mil empregos no MA

Com investimentos de R$ 112 milhões os municípios de Presidente Dutra, São Jose de Ribamar, Timon, Imperatriz, Bacabal e São Luís poderão aumentar os empreendimentos, através da aprovação do projeto de incentivos fiscais do Conselho Deliberativo do Programa de Atração e Apoio às Industrias e Agroindústrias do Maranhão (Condep), presidido pelo secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo.

No total, serão gerados 1.750 empregos diretos e 460 empregos indiretos, em fábricas de vidros, fertilizantes, colchões, sabão, entre outros produtos.

“Mais de 2 mil empregos gerados e, mais uma vez, um grande investimento dentro do Maranhão. Através do Condep, e de ações em diálogo com todo o governo, a Seinc tem reforçado suas ações em atrair novos empreendimentos e empresas para o território maranhense, com ampliação e modernização de negócios”, analisou o secretário.

Além da Seinc, fazem parte do Condep, as Secretarias de Estado de Fazenda (Sefaz), Planejamento e Orçamento (Seplan) e de Trabalho e Economia Solidária (Setres).