Flávio Dino disse que Lula continua a principal liderança popular do país

 

pcdob-1
Governador do Maranhão Flávio Dino e a vice-governadora de Pernambuco Luciana Santos/Foto: Reprodução

O ex-presidente Lula recebeu nesta quinta-feira (6), na Sede da Polícia Federal em Curitiba, o governador do Maranhão Flávio Dino e a vice-governadora de Pernambuco Luciana Santos. Após a visita eles falaram sobre o que conversaram com Lula.

De acordo com Dino, entre os vários assuntos tratados durante o encontro, ele citou o parecer favorável do MPF sobre a prisão do ex-presidente passar para o semiaberto. Para é um direito de Lula, mas ainda não é a Justiça.

“Minha visão jurídica é que ele tem o direito de sair. Espero que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) acolha a visão do MP. É importante lembrar que isso não é justo. Se tivéssemos justiça, não teríamos condenação. Mas, neste contexto, o semiaberto pode garantir parte de sua liberdade e que volte a ajudar na política brasileira.”, disse Dino.

Joice Rasselmann diz que estrada do vídeo é a ‘MA-240’ que liga Ribamar a Paço do Lumiar

 

joyce hasselman federal
Joice Hasselmann/Foto: Reprodução

A deputada Joice Rasselmann (PSL-SP), após ser criticada e cobrada nas redes sociais por milhares de maranhenses, entre eles, o deputado federal, Márcio Jerry (PCdoB), sobre o vídeo que usou para criticar o governo de Flávio Dino, disse nesta segunda-feira (2), que teria gravado o vídeo, na ‘MA 240’, que liga São José de Ribamar a Raposa.A estrada que liga esses dois municípios é a MA 204.

Que a parlamentar não conheça o Maranhão dá para entender, mas seus aliados bolsonarista no estado, aí é demais.

joice

Armar população pode ser “tiro na popularidade” de Jair Bolsonaro

 

 

Paulo-Guedes-Paraguai-MarioAbdoBenetez-12Mar2019
Presidente Bolsonaro/Foto: Reprodução

Pesquisa IBOPE divulgada nesta segunda-feira (3), mostra que o governo Bolsonaro precisa tomar muito cuidado com política de armar a população, para enfrentar a violência. Isto é, se estiver preocupado com o que pensa a população.

O levantamento publicado no jornal O Globo revela que 73% dos pesquisados são contra cidadãos andarem portando arma de fogo;  26% apoiam a medida; e 1% não opinou.

Foram ouvidas 2.002 pessoas em 143 municípios. O apoio às medidas do governo sobre as armas variam de acordo com a região do país, o sexo dos entrevistados e a cidade onde vivem. Nas regiões metropolitanas, o apoio é menor que nos municípios do interior.

Quanto ter armas em casa ou trabalho e repudiada por 61% dos entrevistados; 37% apoiam as mudanças; 2% não opinaram. A pesquisa foi realizada entre 16 e 19 de março, antes de dois decretos editados pelo governo com foco no porte de armas.

Companhias aéreas anunciam aumento de voos no Maranhão

 

LATAM-divulgacao-2

A partir de agosto, o número de voos diários no Aeroporto Hugo da Cunha Machado, em São Luís, segundo a companhia aérea LATAM Airlines Brasil, serão aumentado em mais cinco, o que elevará o volume de chegadas e partidas a partir da capital maranhense.

Os voos semanais aumentarão de 11 para 15, na rota Fortaleza – São Luís, em aeronaves Airbus A320. A companhia já opera regularmente na capital do Maranhão e em Imperatriz.

O secretário de Estado do Turismo (Setur), Catulé Júnior, destaca a importancia do incremento para o setor de turismo no Maranhão.

“É fundamental criarmos novas oportunidades e diálogos com empresas aéreas para rotas regionais, tanto entre estados vizinhos, como entre municípios maranhenses. O objetivo é oferecer mais opções para um eficiente trânsito de moradores, turistas e empresários em nossa região”, explicou o gestor da pasta.

A companhia aérea Azul vai operar voos extras em 37 aeroportos brasileiros durante a alta temporada de inverno, dentre eles, foram confirmados dois voos em aeroportos no Maranhão, Hugo da Cunha Machado, em São Luís, e Prefeito Renato Cortez Moreira, em Imperatriz.

A partir de 1º de julho, estarão disponíveis os voos adicionais entre Maranhão e São Paulo com os trechos de Imperatriz a Guarulhos e de São Luís a Campinas.

Corte de Privilégios: vereadores aprovam Lei que reduz próprios salários em 80%

 

Arco
Vista da cidade de Arcos em Minas Gerais/Foto: Reprodução

Em tempo de crises no Brasil, principalmente moral na vida pública, o exemplo dos vereadores do município mineiro de Arcos, com cerca de 40 mil habitantes, poderia ser seguido de modo geral pela classe política. Eles aprovaram um projeto de lei que reduz em 80% os próprios salários.

Os vencimentos de cada parlamentar cairão dos atuais R$ 6.149 para R$ 1.229. O prefeito e os secretários municipais também terão os salários reduzidos em 50% e 20%, respectivamente. A redução dos salários só depende agora da sanção do prefeito do município.

Leia mais aqui

(Do Congresso em Foco)