Brandão discute estratégia para enfrentar danos das chuvas no MA

O governo do Maranhão reuniu, nesta quarta-feira (12), secretários e técnicos para traçar um plano de prevenção contra chuvas no estado.

O vice-governador, Carlos Brandão. que liderou a reunião explicou que cada local tem sua especificidade e, consequentemente, as ações devem ser de acordo com cada caso.

“Para compreendermos os agravantes dos alagamentos nas cidades após as fortes chuvas, precisamos estudar cada caso e as suas motivações. Isso nos permitirá medidas preventivas, inclusive reduzindo os impactos das cheias dos rios, algo que carece de um planejamento integrado das ações, incluindo a participação de empresas privadas que se coloquem à disposição para colaborar com essas iniciativas, a partir destes estudos”. 

De acordo com os relatórios meteorológicos deste ano, o maior índice de chuvas deve acontecer entre o fim de janeiro e início de fevereiro. O volume de crescimento das chuvas deverá ser de 20% e 80% acima das médias históricas. 

O Governo deverá formar um grupo de trabalho para tratar especificamente do planejamento de ações de prevenção e combate aos danos causados pelas chuvas.

Sobe para 10 os mortos na queda da rocha em Capitólio MG

Do Uol

Já são 10 os mortos com a queda de uma rocha em um cânion de Capitólio (MG). A informação é do Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil, neste domingo dia 9, após resgates de corpos e “fragmentos corpóreos” das vítimas.

Quatro lanchas foram atingidas após o desmoronamento, segundo os bombeiros. Sete corpos já haviam sido localizados no sábado (8).

A operação de busca com mergulhadores foi reiniciada às 5h deste domingo, e continua, mesmo após a confirmação das dez mortes.

Comitiva liderada por Brandão visita atingidos pelas chuvas

O vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), nesta sexta-feira, dia 7, lidera comitiva do governo do estado em visita aos municípios de Mirador, Grajaú, Barrado do Corda, Jatobá e Paraibano atingidas até o momento mais gravemente pelas chuvas no Maranhão.

Com Covid-19, o governador Flávio Dino (PSB), impossibilitado de está nas regiões e municípios acompanha e coordena à distância as ações.

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, em nota divulgada ontem, informou que equipes da corporação, viaturas e embarcações estão sendo enviadas para as regiões mais atingidas.  

Participam da comitiva os secretários de Estado Carlos Lula (Saúde), Clayton Noleto (Infraestrutura) e Márcio Jerry (Cidades e Desenvolvimento Urbano), e pelo comandante do CBMMA, coronel Célio Roberto.

Em Mirador o nível do rio Itapecuru provocou a destruição de casas, interrupção de vias públicas e deixou mais de 200 famílias desabrigadas e desalojadas, algumas vias do município começaram a ser liberadas, com o volume de água do rio, que diminui nas últimas 24 horas.

O governo enviou nesta semana cestas básicas às famílias atingidas. Foram entregues 4.250 cestas de alimentos, sendo 2.150 cestas básicas para a cidade de Colinas e região, 1.000 para a cidade de Mirador e 750 para a cidade de Imperatriz. 

Brandão prioriza atenção aos atingidos pelas enchentes no MA

O vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), informou nesta quarta-feira, dia 5, que suas atividades políticas ao longo do mês de janeiro estão canceladas.

Ele dedicará seu tempo prioritariamente ao acompanhamento e atenção à população e regiões impactadas com as chuvas e enchentes no estado.

O vice-governador deverá, ainda nesta semana, cumprir intensa agenda de viagens aos munícipios e regiões onde a ‘equipe de acompanhamento’ criada pelo governo, já está atuando e auxiliando as pessoas e municípios atingidos.

As ações e atenções se intensificaram nos últimos dias principalmente em Imperatriz e Mirador. Mas, a situação também e preocupante nos municípios de Barra do Corda, Jatobá e Grajaú.

A Defesa Civil já alertou também para a situação em Itapecuru-Mirim, Coroatá, Pirapemas, Cantanhede, Santa Rita e Rosário, Trizidela do Vale, São Luís Gonzaga, Pedreiras e Bacabal.

Flávio Dino diz que está atento as cheias dos rios no MA

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), usou as redes sociais nesta quarta-feira, dia 29, para informar que o governo não está indiferente aos riscos das cheias dos rios no estado, em razão do inicio das chuvas.

O drama que vive a Bahia em razão das chuvas intensas com cidades inteiras praticamente submersas, desabrigados, mortos, desaparecidos e estradas rompidas ascendeu o sinal de alerta também no Maranhão.

Em Imperatriz com o volume do Rio Tocantins subindo, a preocupação também aumentou.

Além da região tocantina o governo também monitora a situações em outras partes do estado através do Corpo de Bombeiros em relação das cheias de rios que cortam vários municípios.

Bombeiros do Maranhão são enviados a Bahia

O governo do Maranhão em solidariedade ao estado da Bahia e o povo baiano está enviando apoio através do Corpo de Bombeiros, para atuarem em razão das as intensas chuvas que estão ocorrendo no estado.

A Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado e as prefeituras dos municípios atingidos contabilizaram 4.185 desabrigados e 11.260 desalojados.

Já são 286 pessoas feridas com a população total atingida de 378.286. Desde o início do mês, 17 pessoas morreram em decorrência dos estragos causados pelas tempestades.

Marília Mendonça morre aos 26 anos em acidente de avião

Do G1

A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, e mais quatro pessoas morreram na tarde nesta sexta-feira (5) após a queda de um avião de pequeno porte perto de uma cachoeira na serra de Caratinga, interior de Minas Gerais.

“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos.”, informou em nota a assessoria da cantora.

Os bombeiros também confirmaram a morte através da seguinte nota: “O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais.”

A cantora nasceu em Cristianópolis (GO) em 22 de julho de 1995. Ela surgiu como ícone do “feminejo” em 2016, com sucessos como “Infiel” e “Eu sei de cor”. Antes, ela já era compositora de sucessos do sertanejo.

A aeronave era um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros. Segundo a Anac, o avião está em situação regular e tem autorização para fazer táxi aéreo.

Antes de embarcar fez um vídeo em que aparecia entrando no avião e publicou no Twitter.

20 milhões passam fome e favelas dobram no Brasil

Da Folha de SP

De acordo com a Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimenta, cerca de 20 milhões de brasileiros declararam passar pelo menos 24hs ou mais sem ter o que comer.

24,5 milhões não têm certeza de como se alimentarão no dia a dia e já reduziram a quantidade e qualidade do que comem.

74 milhões vivem inseguros se passaram pela mesma situação.

Preso suspeito de assassinar médico em Imperatriz

O policial militar, Adonias Sadda, suspeito de assassinar o médico, Bruno Calaça Barbosa, 24 anos, em Imperatriz, foi preso nesta terça-feira, dia 27, e conduzido para a Delegacia Regional.

A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança, Jefferson Portela, nas redes sociais.

“Informo que o soldado Adonias Sadda acaba de ser preso na cidade de Imperatriz. Nesse momento, ele está sendo conduzido para a Delegacia Regional”, informou Jefferson Portela nas redes sociais.

O crime aconteceu na madrugada do último domingo, dia 25, e teve grande repercussão na região e no estado.

Três maranhenses entre os mortos na queda da torre de energia no Pará

Do G1

As sete vitimas fatais na queda da torre de transmissão de energia no Pará foram identificadas neste sábado, dia 17, três são do Maranhão.

A tragédia ocorreu ontem sexta-feira, dia 16, na comunidade Bom Jardim, entre os municípios de Anapu e Pacajá.

13 pessoas ficaram feridas; sete delas receberam alta. Cinco foram transferidas em estado grave para o Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira; uma delas morreu a caminho.

Os vitimas fatais são:

Luís Carlos Pereira, (MA)

Oziel da Silva Passos (SE)

Expedito Bezerra dos Santos Filho (SE)

Romário Santos (MA),

Fagner Martins da Silva (MA),

José Neponuceno Guimarães (PI)

Alex da Natividade Rodrigues (morreu a caminho do Hospital Regional da Transamazônica)