Recadastramento de aposentados e pensionistas começa dia 20 no MA

Reunião na sede do Ministério Público do Maranhão, nesta segunda-feira, dia 13, discutiu o recadastramento online de aposentados e pensionistas do Estado.

De caráter obrigatório o recadastramento será iniciado no dia 20 de setembro. Quem não atualizar os dados dentro do prazo está sujeito à suspensão e até cancelamento do benefício.

Será elaborado um termo de cooperação entre o MPMA, Iprev e o Conselho Estadual do Idoso, para estabelecer as atribuições de cada parte no processo de localização e orientação dos aposentados e pensionistas para a realização do recadastramento.

Projeto de Eliziane propõe beneficio de R$ 600 por mais 3 meses, governo quer mais 2 meses de R$ 200

 

Senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA)/Foto: Reprodução

A senadorra Eliziane Gama (Cidadania-MA) protocolou nesta quinta-feira (21), no Senado Federal, um Projeto de Lei que amplia por mais três meses o beneficio de R$ 600 para as pessoas de baixa renda.

O governo Bolsonaro também pensa estender o beneficio, mas por dois meses  e no valor de R$ 200. É o mesmo valor que o governo ofereceu no inicio da pandemia e o Congresso aumentou para R$ 500, e que no fim foi fixado em R$ 600.

Governo ainda não divulgou pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial

 

auxilio-emergencial-e1586530348969

O governo Bolsonaro ainda não divulgou a data para liberar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 durante a pandemia do coronavírus.

No início das inscrições para o programa, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, havia dito que a segunda parcela do benefício seria paga entre os dias 27 e 30 de abril, o que não ocorreu.

A terceira parcela ficaria para os dias 26 e 29 de maio. (Revista Fórum)

Governo Bolsonaro cancela antecipação da 2ª parcela do beneficio de R$ 600

 

lorenzoni
Ministro da Cidadania, Onix Lorenzoni, e o presidente Jair Bolsonaro/Foto: Reprodução

Após anunciar que anteciparia a segunda parcela do auxilio emergencial de R$ 600, o governo Bolsonaro, através do Ministério da Cidadania, disse ontem que não fará mais porque não tem condições.

Marcado para iniciar no próximo dia 27 de abril, a Caixa Econômica informou no inicio da semana a antecipação para está quinta-feira (23), porém não ocorrerá.

De acordo com o ministério, muitas pessoas não receberam ainda a primeira parcela, seria necessária a abertura de crédito suplementar para garantir a antecipação da segunda parcela e o pagamento dos valores restantes da primeira.

“Por fatores legais e orçamentários, pelo alto número de requerentes que ainda estão em análise, estamos impedidos legalmente de fazer a antecipação da segunda parcela do auxílio-emergencial”, diz a nota. O ministério não informou a nova data do pagamento da segunda parcela.

(Revista Fórum)