“..14 milhões de desempregados e Bolsonaro pede prioridade para porte de armas..”, diz Eliziane

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), nesta quinta-feira, dia 4, criticou nas redes sociais a lista de prioridades apresentadas pelo presidente Bolsonaro ao Congresso Nacional.

Para a senadora, o governo parece ainda está desconectado com as reais e mais urgentes prioridades do país.

“É inadmissível que num país com 14 milhões de desempregados, o presidente peça ao  Congresso p/priorizar ampliação do porte de armas. Sobre o auxilio emergencial, nenhuma palavra. A hora é de fazer reformas, garantir vacina para todos, alavancar a economia e gerar empregos (..) O presidente da República anunciar mais três decretos favorecendo o uso de armas é um acinte à nação. Esse tema não tem nenhuma prioridade, divide a sociedade. Arma mata as pessoas. Precisamos de armas pra matar o covid19 – a vacina e orientações seguras à população (..) Considero o acordo firmado da base de Alcântara positivo. Podemos até discutir alguns de seus aspectos à luz do novo gov. americano, mas tem que ser mantido. Acredito que a implementação na gestão Biden fica melhor, principalmente quanto aos quilombolas e questões ambientais.”, questionou Eliziane, .

Após prisões na casa de Astro de Ogum assessoria nega envolvimento dele em crime

 

astro.jpeg
Foto: Reprodução

A partir de uma denuncia de chantagem contra um jovem que denunciou a polícia, foi realizado na manhã desta quinta-feira (12), foram cumpridas prisões e apreensão na residência do vereador Astro de Ogum (PL), no bairro do Olho d’Agua. Ele é ex-presidente da Câmara Municipal de São Luís.

Pelas informações iniciais os alvos da policia foram dois assessores do vereador Astro de Ogum, que também conduzido passou mal e foi levado  para uma unidade de saúde. Na residencia do vereador foi apreendida uma arma e presos Raimundo Costa (o filho) e a transexual Raíssa Martins Mendonça. Eles poderão ser enquadrados por estupro mediante extorsão.

Os acusados estão sendo ouvidos na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC). As investigações estão sendo realizadas há mais de um ano.

Logo após a ação policial a assessoria de Astro de Ogum em nota fez alguns esclarecimentos sobre o ocorrido. No informe é destacado que o vereador nada tem a ver com o objeto da ação da Superintendência Estadual de Investigação Criminal, realizada na manhã de hoje.

NOTA 

Acerca de matérias jornalísticas publicadas na imprensa maranhense, tratando da prisão do vereador Astro de Ogum por posse de arma, em respeito à sociedade ludovicense, a defesa do parlamentar, faz este comunicado com base nos esclarecimentos abaixo narrados, para que se restabeleça a verdade dos fatos, equivocadamente divulgados em blogs, portais e emissoras de rádio.

1 – Sob comando da Superintendência Estadual de Investigações Criminais, por meio do Departamento de Crimes Tecnológico, sob o comando do delegado Odilardo Muniz, a Polícia Civil deflagrou uma operação na residência do vereador Astro de Ogum, mas os alvos foram dois de seus assessores: um homem e uma mulher.

2 – No local, a Polícia apreendeu aparelhos celulares e notebooks dos investigados. No entanto, no imóvel foi encontrada uma arma de propriedade de um dos funcionários que faz a segurança do imóvel. Por conta disso, o politico foi conduzido à Seic para explicar a arma encontrada em sua residência, fato que já foi devidamente esclarecido.

3 – Por fim, para comprovar a veracidade dos fatos, anexamos cópias dos mandatos de busca e apreensão para comprovar que Astro não tem envolvimento com o episódio cujo alvo foi seus funcionários.

São Luís (MA), 12 de setembro de 2019.

Itamargarethe Correia Lima
Advogada e jornalista