Marco Aurélio e Zé Inácio lamentam fim da bonificação na UFMA

Os deputados Marco Aurélio (PSB) e Zé Inácio (PT) se pronunciaram nesta terça-feira (8), na Assembleia Legislativa do Maranhão, sobre o cancelamento da bonificação de 20% no Enem garantida aos estudantes maranhenses para o ingresso na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

“A maioria dos estudantes aprovados vem de outras regiões do país. A UFMA oferece vários cursos muito concorridos, como Medicina, que poderia estar formando profissionais que se dedicariam em mudar a realidade dos problemas daqui. No antigo formato, o estudante vinha e, na primeira oportunidade, transferia-se, ou, mesmo se ficasse, quando formava, ia embora sem mudar nada”, afirmou Marco Aurélio.

Já o deputado deputado Zé Inácio lembrou que a bonificação é uma vitória histórica da luta dos estudantes.

“É importante que esta Casa se manifeste sobre a importância da bonificação aos maranhenses. Com ela, eles podem ter acesso à Universidade Federal. Além disso, evita que estudantes de outros estados concorram de forma desigual pelas vagas e, depois de formados, não fiquem no Estado”, disse Zé Inácio.

Segundo o deputado Marco Aurélio, que é da região tocantina, que apenas 20% dos estudantes de Medicina da UFMA de Imperatriz eram maranhenses, mas, a partir da bonificação, passou a 60% a 70%.

Apresentado Plano Estratégico da Assembleia para 2021-2031

Foi apresentado, nesta segunda-feira, dia 6, o plano estratégico da Assembleia Legislativa do Maranhão para o ciclo 2021-2031. O presidente do Parlamento Estadual, deputado Othelino Neto (PCdoB), afirmou que metas e diretrizes a curto e médio prazo são fundamentais para o bom funcionamento da Casa, além de garantir maior eficiência à gestão pública.

“Todos os setores foram ouvidos e houve o estímulo à participação dos servidores, que puderam dar suas opiniões e sugestões sobre os principais pontos positivos e, também, sobre aquilo que precisava ser melhorado. Foi um processo bem participativo, que nos permitiu ter um diagnóstico preciso do funcionamento da Assembleia e dos desafios para que possamos atingir nossas metas”, enfatizou o parlamentar.

A assessora-chefe de Planejamento da Alema, Rafaela Lago, explicou que o diagnóstico foi elaborado a partir de um grupo de trabalho composto por servidores da Assembleia, sob a orientação do professor Anderson Myranda, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Ela frisou, ainda, que o plano estratégico serve como um direcionador para a tomada de futuras decisões nas gestões dos presidentes da Casa. 

Integrante do grupo de trabalho responsável pela elaboração do plano, a diretora adjunta de Comunicação da Alema, jornalista Silvia Tereza, disse que é a primeira vez que a Casa se prepara com um planejamento que ficará para as futuras gestões. 

Iniciada vacinação de profissionais da Educação em São Luís

A Prefeitura de São Luís, capital do Maranhão, iniciou nesta segunda-feira (19), a vacinação dos profissionais da Educação. Estão sendo vacinados profissionais da ativa, de 55 anos ou mais, que atuem nas escolas da rede municipal de educação.

“Antes de discutirmos o retorno às aulas presenciais é fundamental termos os nossos professores vacinados. Iniciamos hoje este trabalho com São Luís sendo a primeira capital do Nordeste a vacinar os seus profissionais da rede de ensino. Temos todo o nosso planejamento pronto para avançarmos rápido com a vacinação e vamos fazer isso à medida que novas doses de vacina forem chegando”, disse o prefeito Eduardo Braide. 

O atendimento está sendo realizado exclusivamente no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), das 8h às 18h.

São Luís é a primeira capital do Nordeste a iniciar a vacinação dos profissionais de educação.

Mais de 40% da população já foi infectada pela Covid-19 no Maranhão

O Governo do Maranhão divulgou nesta terça-feira (25), o resultado do Inquérito Sorológico para avaliar o cenário atual da pandemia no estado.

O estudo evidenciou como as ações de enfretamento a Covid-19 impactaram em baixa letalidade, visto que a estimativa de infecção seja de mais de 2,8 milhões maranhenses, mais de 40% da população.  

“Nesta fase já não se pode falar em imunidade de rebanho. Já temos conhecimento de um caso em Hong Kong de reinfecção, também soubemos de situações semelhantes na Bélgica e na Holanda. Devemos ter cuidados com esses casos de reinfecção, não quer dizer que haverá reinfecção de todos os casos, mas é possível, por isso não poderemos nos descuidar sobre as medidas de prevenção, distanciamento social, uso de máscaras”, disse Carlos Lula. 

Segundo o estudo a taxa de letalidade registrado no Maranhão foi mais baixa que a maioria dos estudos realizados no mundo.

“.. A taxa foi de um óbito para cada mil infectados e se levarmos em conta o atraso de notificação e o sub registro essa letalidade vai ser no máximo 2 a cada mil. E continua sendo uma das mais baixas do mundo”, avaliou o coordenador geral do inquérito Antonio Augusto Moura. 

Aqui mais informações sobre o Inquérito Sorológico

Inquérito Sorológico no Maranhão será divulgado nesta terça (25)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (SES) apresenta, nesta terça-feira (25), às 9h, coletiva de imprensa para apresentar o resultados do Inquérito Sorológico, realizado para avaliar o cenário atual da pandemia no estado.

Realizado em parceria com Universidade Federal do Maranhão (UFMA) nas 19 Regionais de Saúde do Maranhão, contribuirá para conhecer o estágio da infecção dos maranhenses pela Covid-19.

Covid-19: professor da UFMA mostra resultado positivo de prevenção no Maranhão

 

IMG_20200504_094148
Governador Flávio Dino e professor e doutor Allan Kardec da da UFMA (Universidade Federal do Maranhão)

Um estudo do professor e doutor, Allan Kardec, da UFMA (Universidade Federal do Maranhão), sobre medidas preventivas contra o coronavírus adotados no Maranhão, pelo governo e autoridades da área de saúde, mostram que a tendência de óbitos pelo coronavírus estão abaixo de previsões iniciais no estado.

O governador Flávio Dino destacou dados do levantamento nas redes sociais. Para ele, o estudo do professor Allan Kardec mostram que as medidas preventivas são essenciais.

“Neste gráfico, feito pelo Prof. Dr. Allan Kardec, da UFMA, temos mais uma demonstração de que a curva real no Maranhão, quanto a óbitos por coronavírus, está menor do que as tendências antes verificadas. Ou seja, as medidas preventivas são essenciais e salvam vidas”, destacou Flávio Dino.

Allan Kardec

Obras serão retomadas no curso de Medicina da UFMA em Imperatriz

 

ufma-sisu
Foto: Reprodução

A Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) da Universidade Federal do Maranhão assinou termo de aditivo para a continuidade das obras do bloco 1 do prédio do curso de Medicina do Câmpus de Imperatriz.

O investimento é de R$ 345.492,86, e os reparos serão na parte hidráulica e elétrica do pavilhão, complementação da cobertura, instalação de equipamentos de combate a incêndio, revestimentos, piso e pintura em geral. A obras serão iniciadas na próxima semana, e a previsão de conclusão é no mês de maio.

Segundo Geovane Bezerra da Silva Júnior, diretor de Planejamento e Controle da Sinfra, os trabalhos no prédio estavam parados havia muito tempo, e uma das ações imediatas da nova gestão da Universidade é resolver a situação de várias obras inacabadas.

“Uma das prioridades do reitor Natalino Salgado é dar continuidade à reforma do bloco do prédio do curso de Medicina do Câmpus de Imperatriz. Isso beneficiará toda a comunidade acadêmica do curso, dando suporte em termo de infraestrutura, como salas de aulas e banheiros”, esclareceu.

Segundo, Willian da Silva Lopes, coordenador do curso de Medicina em Imperatriz, a retomada das obras beneficiará em torno de 400 alunos e possibilitará o desenvolvimento de metodologias ativas que o curso exige.

“As obras paradas prejudicavam diretamente a dinâmica de aulas, pela limitação de salas. No período de provas, era preciso montar um planejamento para não ocorrer choque de horários. Na última avaliação do curso, feita pelo Ministério da Educação (MEC), perdemos pontos no quesito de infraestrutura e, com a retomada da obra, poderemos melhorar a nota do curso futuramente”, pontuou.

MPF propõe ação contra UFMA por falta de estrutura para deficientes visuais

 

ufma imp
Campos da UFMA em Imperatriz/Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão, em Imperatriz, ajuizou ação civil pública contra a Universidade Federal do Maranhão da cidade por falta de adaptação e condições de ensino que supram as necessidades dos alunos com deficiência visual.

O inquérito foi instaurado em 2018 depois da representação de alunos. O Campus da Ufma em Imperatriz não disponibiliza o profissional Ledor, responsável pela transposição de mensagens e imagens impressas para a comunicação oral, facilitando o entendimento do aluno.

A ação foi proposta após a verificação de negligência por parte da direção da instituição em relação aos recursos oferecidos aos estudantes, comprometendo, assim, o desenvolvimento acadêmico. A universidade deve assegurar o direito das pessoas com deficiência à aprendizagem com estrutura que atenda suas necessidades especiais. (Informações MPF-MA)

continue lendo aqui

UFMA: critério para nomear Natalino Salgado não serviu para Alan Kardec

 

nata e cardec
Professores Natalino Salgado e Alan Kardec/Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro nomeou no último dia 6 de novembro, o professor e médico Natalino Salgado para Reitor da Universidade Federal. Primeiro colocado na lista tríplice, a nomeação só teria ocorrido após forte articulação de políticos maranhenses.

Na mesma eleição foi eleito vice-reitor da UFMA o também professor Alan Kardec, mas agora ficou claro que a articulação para garantir a nomeação de Natalino não incluía Alan Kardec. O que nesta terça-feira (26), levou o deputado federal Márcio Jerry(PCdoB), protestar e lamentar nas redes sociais.

ufma

O deputado Othelino Neto, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, também utilizou as redes sociais para demonstrar seu descontentamento com o tratamento dado ao professor Alan Kerdec, eleito primeiro da lista pela comunidade acadêmica da UFMA.

“Minha solidariedade ao prof. @akardecbarros e a toda a comunidade universitária, que teve sua autonomia desrespeitada pelo reitor Natalino Salgado, ao nomear vice-reitor da UFMA o terceiro colocado na consulta interna” disse Othelino Neto. 

Greve da meia passagem em São Luis completa 40 anos

 

Hoje está completando 40 anos da greve em defesa da meia passagem em São Luís ocorrida em 1979. O movimento foi marcado por por forte repressão policial às passeatas e assembleias.

O Início da greve se deu após o terceiro aumento das passagens de ônibus no mesmo ano pelo prefeito Mauro Fecury. Estudantes da Universidade Federal do Maranhão deflagraram greve e foram reprimidos ao saírem em passeata para o centro da cidade. 

Os dias 17 e 18 de Setembro concentraram a maior parte da violência. O ato público na Praça Deodoro reuniu 15 mil pessoas no dia 17 e foi reprimido por forças policiais. O dia 18 amanheceu com o comércio fechado, transporte público parado e mais enfrentamento entre a polícia e manifestantes.

No dia 28 foi sancionada a leia da meia passagem e no dia 1º de Outubro entrou em vigor.A greve foi de grande significado para a política do Maranhão e João Castelo foi muito criticado pela ação repressiva da polícia aos manifestantes.