Ricardo Capelli é nomeado interventor na Segurança em Brasília

O presidente Lula (PT), em pronunciamento neste domingo, dia 8, sobre o vandalismo promovido nos prédios dos três poderes em Brasília, assinou decreto de intervenção na Segurança Pública de Brasília, que ficará a cargo de Ricardo Capelli, Secretario Executivo do Ministério da Justiça, ficará em vigor até 31 de janeiro.

Sobre as providencias em relação aos atos de vandalismo em Brasília, ele disse que todos os lideres e financiadores dessas praticas terroristas serão identificas e punidos. Lula também criticou a postura da policia militar de Brasília.

“Os policiais que ajudaram os terroristas hoje em Brasília não podem ficar impunes e não podem ficar na corporação, porque não são de confiança. Eles devem ser punidos”, disse Lula.

Moro deixa governo Bolsonaro numa situação gravíssima

 

Pedido de demissão do ex-ministro Sérgio Moro nesta sexta-feira (24), causou perplexidade pelos detalhes da crise envolvendo a crise na Polícia Federal. O ex-juiz elencou uma serie de denuncias gravíssimas contra o governo Bolsonaro, deixando a possibilidade de desdobramentos significativas.