Paulo Velten participa de almoço com Lula no Rio Grande do Norte

O ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), iniciaram ontem uma agenda por vários estados e regiões do país. Após participarem do lançamento da candidatura de Eduardo Kalil (PSD), para o governo de Minas Gerais, os pré-candidatos à presidência da república estão nesta quinta-feira, dia 16, no Rio Grande do Norte, onde intensificam as articulações políticas pelo nordeste.

“Ótimo almoço hoje com governadores do Consórcio do Nordeste. Uma oportunidade para escutar sobre a situação dos Estados e pensar em saídas para o nosso país voltar a crescer e desenvolver todas as regiões”, destaca Lula.

O governador em exercício do Maranhão, Paulo Velten, participou nesta quinta-feira, dia 16, de um almoço com o ex-presidente Lula (PT), no Rio Grande do Norte, onde também participaram governadores do Consorcio Nordeste.

O governador Carlos Brandão (PSB), candidato à reeleição no Maranhão, continua em São Paulo se recuperando de uma cirurgia.

Lançado pelo Maranhão e Consórcio Nordeste aplicativo de monitoramento da Covid-19

 

consorcioPensando no bem-estar e na importância da concepção de novas alternativas para monitorar e informar a população sobre a Covid-19, o Governo do Maranhão, em parceria com o Consórcio Nordeste, grupo formado em prol do desenvolvimento sustentável dos estados da região, lança o Aplicativo Monitora COVID-19, que fará o registro de informações da população com suspeita da Covid-19.

“Seguimos buscando soluções para garantir o diagnóstico e acompanhamento correto e, ao mesmo tempo, preservar a população, para que, caso não seja necessário auxílio médico fora do ambiente domiciliar, continue em casa contribuindo para evitar a contaminação pela Covid-19”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

O gestor do Conecta SUS, João Cunha, fala sobre a importância desta nova ferramenta de monitoramento aos casos do novo coronavírus.

“A plataforma é uma parceria do Consórcio Nordeste, da qual o Maranhão faz parte, e estabelece a possibilidade dos pacientes que foram infectados pela Covid-19 serem auxiliados por profissionais de saúde para acompanhamento dos sintomas e do quadro clínico dos mesmos”, explicou.

O integrante do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, Hêider Pinto, explica que ao utilizar o aplicativo, os pacientes terão a retaguarda de profissionais de saúde que vão fazer essa orientação e acompanhamento.

“O Monitora Covid-19 é um aplicativo importantíssimo para garantir o apoio clínico e a orientação, mas também o acompanhamento, monitorando a situação da saúde da pessoa, de maneira que ela possa ser atendida em casa e com todo o cuidado. Acompanhando a situação da saúde dela para que, identificando qualquer piora, poder fazer a melhor orientação possível”, afirmou.

A tecnologia do app está articulada ao registro eletrônico de saúde e possibilita à equipe de monitoramento e à gestão do SUS um painel de controle que permitirá visualizar o tempo de quarentena de cada paciente, dentre outras informações que servirão de base para tomada de decisões.

“Esse aplicativo tem uma lógica bem interessante, pois não será o cidadão que irá atrás do serviço, o serviço que irá atrás do cidadão. Desde que ele entre no aplicativo e se posicione em relação ao quadro clínico que ele está sentindo”, explica o secretário de Estado de Políticas Públicas, Marcos Pacheco.

Como funciona

No app Monitora COVID-19, disponibilizado de forma gratuita, o especialista viabiliza atendimento remoto e auxilia no acompanhamento de pessoas infectadas. Na página inicial do aplicativo, o usuário deverá escolher o Estado e a cidade de origem, logo após, ao apertar próximo, será levado a vários informativos até encontrar a opção de realizar o login ou fazer um cadastro, informando nome, CPF, nome da mãe e número do cartão SUS.

Depois o usuário preenche um formulário, com todos os sintomas apresentados, que posteriormente será avaliado por uma equipe de profissionais de saúde. Quando as informações relacionadas aos sintomas da doença são preenchidas, o usuário recebe diferentes classificações: verde, quando não apresentar sintomas característicos da doença; amarelo, caso apresente sintomas leves; laranja, quando os sintomas já começam a se agravar; e vermelho, ao apresentar sintomas mais graves que inspirem cuidados médicos.

Caso seja detectado risco do usuário, um profissional da saúde entrará em contato pelo próprio celular. Nos casos sinalizados como amarelo, o usuário recebe a ligação em até 48 horas, já nos casos identificados como laranja e vermelho, em até 24 horas e posteriormente, com monitoramento diário. Em caso de piora, o usuário tem a opção de edição do perfil, o que consequentemente altera a cor de classificação. Com o avanço dos sintomas, o usuário será contactado e de acordo com a avaliação médica da gravidade dos sintomas será direcionado para a unidade de referência mais próxima.

Neste primeiro momento, o Monitora Covid-19 estará disponível apenas para Android na Play Store. Em breve o aplicativo estará disponível também no sistema IOS, para iPhone, pela Apple Store.

Governadores do Nordeste se reunirão nesta segunda-feira (29), na Bahia

 

nordeste governadores
Governadores do Nordeste voltam se reunirem nesta segunda-feira (29), na Bahia/Foto: Reprodução

Governadores do Nordeste voltam se reunir segunda-feira (29), na Bahia. A primeira reunião, após a polêmica envolvendo o presidente Bolsonaro e os governadores da região e na Bahia, onde o presidente cumpriu recentemente agenda, é mera coincidência, não tendo nenhuma relação direta com o fato.

De acordo com os governadores, inclusive Flávio Dino (PCdoB) do Maranhão, apontado por Bolsonaro como o pior dos governadores ‘paraíbas’, a pauta da reunião será o Consorcio Nordeste.

“Enquanto uns querem conflitos com o Nordeste, nós desejamos trabalho, ação e resultados. A reunião terá como foco principal Consórcio Nordeste”, destaca Flávio Dino.

A espera de uma mudança de postura do presidente em relação ao Nordeste, o governador Flávio Dino chama atenção para os interesses do país, segundo ele, antipatias políticas e ideológicas não podem se sobrepor ao enfrentamento dos problemas do Brasil, que não são poucos. O Consórcio do Nordeste dará certa independência financeira à região.

“A nação deve estar acima de preferências políticas ou eventuais antipatias partidárias. E em uma federação em que as competências estão divididas entre governo federal, estados e prefeituras, a maior cooperação possível deve ser buscada”, disse Flávio Dino.

Em recente pesquisa realizada pelo site Congresso em Foco, com Congressistas, três dos governadores da Região Nordeste, e que fazem oposição ao governo Bolsonaro foram escolhidos como os melhores, o melhor é Flávio Dino (Maranhão), em seguida vem Rui Costa (Bahia) e Wellinton Dias (Piauí).

Ranking dos governadores, segundo os líderes do Congresso