São Luís tem tarifa aérea mais baixa entre as capitais do Nordeste

Levantamento sobre passagens áreas realizada entre os dias 28 de novembro a 2 de dezembro de 2022, mostra que o maranhão tem os preços mais baixos entre as capitais do Nordeste. Foram analisadas como ponto de partida as principais capitais do centro do país.

São Luís tem o destino mais barato a partir de Minas Gerais (R$ 2.542,17) e Distrito Federal (R$ 2.184,21); a segunda tarifa mais barata quando a saída é do Rio de Janeiro (R$ 2.721,58) e a quarta quando o voo parte de São Paulo (R$ 3.899,62). 

“Neste ano, o Maranhão teve um grande crescimento no número de desembarques no estado, superior ao período pré-pandêmico. Também diminuímos impostos que influenciaram no aumento da nossa malha aérea e temos agora novas linhas internacionais. Quanto mais passageiros, mais baratas as passagens”, comemorou o secretário de Turismo, Paulo Matos.

A pesquisa teve como foco o período de réveillon. A média de preços aéreos de ida e volta podem ser constados nos sites oficiais das companhias aéreas. A média de preços pesquisada corresponde a passagens de ida e volta.

O aumento das busca pelos Maranhão como destino turístico temo como fator a tarifa hoteleira. Na categoria Hotel de Luxo, São Luís tem a segunda tarifa mais barata, no valor de R$ 398,00. Na categoria superior, é a terceira tarifa mais barata (R$ 328,00) e na econômica ocupa a sexta colocação (R$ 248,00).

A pesquisa dos preços dos hotéis também foi realizada nas mesmas datas e foi baseada nos valores cotados para uma diária, sem inclusão de taxas ou impostos, no site TripAdvisor.

“A gente faz análise dos principais estados que enviam turistas pra cá, e depois analisamos se está saindo em conta ter o Maranhão como destino turístico. O resultado do levantamento responde a essa pergunta”, analisou a coordenadora do Observatório do Turismo, Letícia Cynara.  

Este foi o décimo nono levantamento divulgado pelo Observatório em 2022.

Governo Lula: Nordeste lidera em nomes para Ministérios

Do UOL

O Nordeste tem sete ministros anunciados até aqui para o governo do presidente Lula (PT). Já foram conhecidos 23 nomes, desses a região comandará pastas importantes como: Educação, Desenvolvimento Sociais, Justiça e Defesa.

Justiça – Flávio Dino (PSB), ex-juiz, ex-governador do Maranhão e senador eleito pelo estado;

Defesa – José Múcio Monteiro (sem partido), pernambucano e ex-ministro do TCU (Tribunal de Contas da União);

Casa Civil – Rui Costa (PT), governador em fim de mandato da Bahia;

Cultura – Margareth Menezes (sem partido), cantora baiana;

Educação – Camilo Santana (PT), ex-governador e senador eleito do Ceará;

Desenvolvimento Social – Wellington Dias (PT), ex-governador e senador eleito pelo Piauí;

Ciência e Tecnologia – Luciana Santos (PCdoB), vice-governadora em fim de mandato de Pernambuco;

Secretaria-Geral da Presidência – Márcio Macedo (PT), deputado federal por Sergipe.

Faltando mais 16 nomes serem anunciados para equipe ministerial de Lula, a possibilidade é que o Nordeste seja contemplado com outras as pastas.

Guedes e Bolsonaro sabiam sobre falta de verba para carros-pipa no NE

Do UOL

O MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) alertou, em três oportunidades neste ano, por meio de ofícios ao Ministério da Economia e à Presidência da República, sobre a falta de verba para a manutenção da Operação Carro-Pipa no Nordeste. A ação está paralisada, deixando sem água potável 1,6 milhão de pessoas da zona rural em áreas de seca.

A informação foi dada pela pasta em resposta a um pedido da DPU (Defensoria Pública da União), que cobrou do ministério informações sobre a paralisação e a retomada da operação.

Em um dos ofícios enviado ao Ministério da Economia no dia 16 de agosto, há um primeiro alerta sobre a falta de verba para atender a população depois de outubro.

Governo Bolsonaro corta verba para água no Nordeste

Do UOL

A operação Carro-Pipa, do governo federal, que leva água potável às famílias no semiárido nordestino há mais de 20 anos, teve os recursos cortados neste mês, levando os caminhões a pararem o fornecimento do produto a moradores do interior no Nordeste.

O corte de recursos ocorreu logo após o segundo turno da eleição, no dia 30 de outubro, em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) saiu derrotado.

Segundo a planilha do Exército, que coordena a operação, 1,6 milhão de pessoas teriam direito ao abastecimento em novembro em oito estados do Nordeste, mas estão prejudicadas.

A operação Carro-Pipa é financiada com recursos do Exército Brasileiro em parceria com o MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional). O MDR diz que alertou o Ministério da Economia sobre a falta de recursos, sem retorno.

Campanha no MA, dia 12: “Lula, a esperança das crianças do Brasil”

Após ato de agradecimento e apoio a Lula no centro de São Luís, capital do Maranhão, na última segunda-feira, dia 3, o governador Carlos Brandão (PSB), o Senador eleito Flávio Dino (PSB) e o vice-governador Felipe Camarão (PT), no final de semana foi realizado um adesivaço na Praça Maria Aragão, que mobilizou grande número de apoiadores de Lula, que obteve no estado 68% dos votos para presidente no 1º turno.

O próximo movimento de campanha anunciado pela coordenação de campanha de Lula no Maranhão será quarta-feira, dia 12, ‘Dia da Criança’, com o ato “Lula, a esperança das crianças do Brasil”.

“Adesivaço neste sábado, na Praça Maria Aragão, foi muito bom. Agora vamos preparar o dia 12: “Lula, a esperança das crianças do Brasil”, destacou Flávio Dino.

O objetivo dos apoiadores do petista é ampliar o número de votos no Maranhão. O ex-presidente Lula venceu nos nove estados da região nordeste, o mesmo que já havia ocorrido em 2018, quando Fernando Haddad também venceu Jair Bolsonaro na região.

Maranhão é 2º no Nordeste e 9º no Brasil em geração de emprego

O governador Maranhão, Flávio Dino (31), comemorou a colocação do estado na geração de empregos em 2021. O Maranhão está na 2ª posição no Nordeste e na 9ª no Brasil.

O levantamento é o CAGED (Cadastro Geral de Empregos e Desempregados), de responsabilidade do governo federal.

Governadores do NE garantem que Estados defenderão legalidade e paz

O Fórum dos Governadores do Nordeste reunidos no Rio Grande do Norte, nesta quarta-feira, dia 25, atenderam a proposta do governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), e divulgaram uma Carta à Nação defendendo a legalidade no país.

“Fiz agora a proposta e foi acolhida, por unanimidade, no Fórum de Governadores do Nordeste, reunido em Natal, uma Carta à Nação defendendo a legalidade e reiterando que as forças policiais estaduais não participarão de tumultos e golpes”, destacou Dino nas redes sociais.

Lula é recibo por Dino no Maranhão, onde cumpre extensa agenda

O ex-presidente Lula foi recebido em São Luís na noite desta quarta-eira, dia 18, pelo governador Flávio Dino (PSB), e por militantes políticos.

Lula fica em São Luís até sexta-feira, dia 20, onde tem encontros agendados com com lideranças políticas e movimentos sociais.

l

Lula retorna ao MA nesta quarta, dia 18, onde cumpre extensa agenda

O ex-presidente Lula volta ao Maranhão nesta quarta-feira, dia 18, onde segue com sua visita política no Nordeste, após passar pelos estados de Pernambuco e Piauí.

Lula desembarca em São Luís onde cumprirá extensa agenda com participação em entrevista coletiva, encontros com lideranças políticas, entre elas, o governador Flávio Dino (PSB), movimentos sociais e militantes do PT.

Segundo a coluna Radar da Veja, o avanço de Lula no Nordeste onde já é muito forte, está tirando o sono no Palácio do Planalto.

Enquanto Jair Bolsonaro insiste na estratégia suicida de ataques ao STF e de golpe militar, o ex-presidente Lula segue costurando apoios e defendo vacina contra a Covid-19, o combate à fome, desenvolvimento regional, emprego, incentivo a micro e pequena empresa, educação e saúde.

Lula começa agenda no Nordeste, na próxima semana estará no MA

Da Folha de Pernambuco

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) começa nesto domingo dia 15, por Pernambuco uma agenda política no Nordeste para estreitar alianças com governadores e traçar estratégias para as eleições de 2022.

O objetivo da viagem é aparar arestas na construção de palanques locais e formar uma base de apoio mais ampla com apoio local de legendas como PSB, MDB, Cidadania, PP e Republicanos. Lula desembarca neste domingo (15) no Recife e fica na região até 26 de agosto, passando por Piauí, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte e Bahia.

Entre aliados do ex-presidente, a avaliação é que o apoio sólido dos governadores será crucial para barrar o avanço da máquina federal no Nordeste e atrair localmente apoios fora do campo da esquerda.

Em sua visita a estados do Nordeste, Lula trabalhará para amarrar o apoio de governadores da região e seus respectivos partidos aliados. Para isso, contudo, precisa desatar alguns nós na construção de palanques locais.

No Maranhão, Lula tem outro nó para desatar. Aliado de primeira hora, o governador Flávio Dino (PSB) trabalha o nome do vice-governador Carlos Brandão (PSDB) para sua sucessão.

A candidatura, contudo, enfrenta resistências dentro do PT, que teria dificuldade em apoiar um tucano para o governo maranhense. Parte da cúpula do partido prefere que o candidato seja o senador Weverton Rocha (PDT-MA).