Após fala de Bolsonaro, com a palavra o ministro Marcelo Queiroga

O presidente Jair Bolsonaro colocou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em uma verdadeira ‘encruzilhada’, nesta quinta-feira, dia 10, onde o conceituado médico terá que escolher entre a ciência, carreira e história profissional ou obediência incondicional ao seu presidente.

“..acabei de conversar com um tal de Queiroga, não sei se vocês conhecem. É nosso ministro da Saúde, ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara para quem já foi vacinado ou infectado..”, disse o presidente.

Covid-19: CGU e PF investigam empresas suspeita de fraude na compra de máscaras no MA

 

Foto: Reprodução

A Polícia Federal e CGU (Controladoria Geral da União) deflagraram nesta terça-feira (9), a operação batizada de “Cobiça Fatal” que investiga fraude em licitações com o objetivo de desviar recursos que seriam usados no combate ao coronavírus.

Foram cumpridos três mandados de prisão, 14 de busca e apreensão, além do sequestro de bens e bloqueio de contas dos investigados no valor de R$ 2,3 milhões.

Um dos alvos é a Secretaria Municpal de Saúde em São Luís, que segundo primeiras informações, foram verificados indícios de superfaturamento na compra de 320 mil máscaras. Elas teriam custado R$ 9,90 a unidade, quando de acordo com a PF, o preço médio é R$ 3,17.

A PF e CGU investigam contratos das mesmas empresas alvos da Operação “Cobiça Fatal” nos muncípios de Timbiras/MA, e Matinha/MA. O fornecimento dos mesmos insumos já teriam sido formalizados também da mesma forma em Icatu/MA, Cajapió/MA, Lago do Junco/MA, e Porto Rico do Maranhão/MA.

Lançado Edital para compra de mascaras feitas por costureiras na Ilha e Região Tocantina

 

IMG_3312
Foto: Reprodução

Já está à disposição das costureiras da Ilha de São Luís e Região Tocantina o Edital lançado pelo governo do Maranhão com as regras para participação e inscrições. O objetivo é produzir 300 mil máscaras de tecido que serão compradas pelo estado para serem usados no enfrentamento do novo coronavírus.

O edital só vale para pessoas físicas, ou seja, não vale para empresas.

As máscaras serão distribuídas para a população mais carente e para servidores do Estado. A compra também é uma maneira de gerar renda para os costureiros e costureiras maranhenses.As inscrições podem ser feitas até o dia 27 de abril, no site http://mapa.ma.gov.br/pregoes-online/.

Os costureiros devem morar em uma destas cidades: São Luís, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar, Imperatriz, João Lisboa, Senador La Rocque, Buritirana, Davinópolis, Governador Edison Lobão, Montes Altos ou Ribamar Fiquene.

Serão 220 mil máscaras na Ilha de São Luís e 80 mil na Região Tocantina. Cada unidade será adquirida por R$ 2,5, no limite máximo de mil unidades para cada credenciado. Ou seja, com valor de até R$ 2,5 mil para cada costureiro ou costureira.

Inscrições

As inscrições são feitas pelo e-mail credenciamento05.2020@mapa.ma.gov.br, com envio da documentação exigida, mencionando o seguinte assunto: CREDENCIAMENTO Nº 05/2020 – DNML/MAPA – MAIS SAÚDE.

Os documentos necessários são: cédula de Identidade (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF); cópia digital do comprovante de endereço recente, em nome próprio, ou declaração de residência; declaração de próprio punho de que exerce a atividade de costureira e de que dispõe dos Equipamentos de Costura necessários; dados Bancários da pessoa física, com nome do Banco e números da agência e conta corrente ou poupança para fins de pagamento.

O resultado será divulgado em 30 de abril.  Veja aqui o Edital

Enquanto alguns empresários demitem, outros se unem para salvar vidas no Maranhão

 

Respiradores-governo-ma-768x1024No Maranhão enquanto alguns empresários se aproveitam da crise sanitária para demitir funcionários, outros e empresas se uniram ao governo para enfrentar o Covid-19 e salvar vidas.

Nos próximos dias 107 respiradores adquiridos através de doação de empresários chegarão ao estado. Os aparelhos foram comprados na China, e fazem parte de um lote de 187 que foram encomendados.

Os equipamentos chegaram no inicio desta semana em São Paulo, serão destinados a pacientes com o vírus em hospitais públicos do Estado. Até o dia 20 de abril mais 80 respiradores chegarão ao Maranhão, junto com mais de 200 mil máscaras.

A parceria realizada através de empresários e o governo do Maranhão já levantou cerca de R$ 10 milhões, para enfrentar a Covid-19 no estado. A iniciativa privada também tem colaborado, segundo a Secretaria de Industria e Comércio, com termômetros, álcool 70 e em gel, testes rápidos e serviços gratuitos a profissionais de saúde locais.

Empresas que fazem parte da parceria: Ômega Energia, Alumar, Eneva, Grupo Mateus, EDP Linhas de Transmissão, Suzano, Gera Maranhão Energia, Universidade Ceuma, Heineken, Lavronorte, Fribal, Grupo Maratá, Comercial Rofe, Centro Elétrico, Potiguar, Roque Aço Cimento, Revest Com. e Serviços, COC, Dínamo Engenharia, Faculdade ISL Wyden, Vale, Canopus, Sinduscon, Silveira Engenharia, Dimensão Engenharia, Construtora Escudo, Lua Nova Engenharia, Alfa Engenharia, RJ distribuição, RBC Construções e Constans.

As empresas Agro Serra, Ambev, Grupo Maratá, FC Oliveira, Guaraná Psiu e Solar Coca-Cola se uniram e estão doando mais de 600 mil litros de álcool para unidades de saúde do Estado.