“Ninguém é obrigado a continuar como ministro meu..”. E aí Paulo Guedes??

 

guedes e bosa
Paulo Guedes e Jair Bolsonaro/Foto Reprodução

O todo poderoso ministro da Economia, Paulo Guedes, o ‘Posto Ipiranga’ do presidente Jair Bolsonaro, parece não desfrutar mais dessa condição. Após sua declaração publicada na revista Veja, que pegará um avião e vai embora se a Reforma da Previdência for transformada em ‘reforminha’, teve que engolir uma resposta no minimo intrigante.

“Ninguém é obrigado a continuar como ministro meu. Logicamente, ele está vendo uma catástrofe. E é verdade, concordo com ele se nós não aprovarmos uma reforma muito próxima da que nós enviamos para o parlamento..”, disse Bolsonaro em solo nordestino nesta sexta-feira (24).

Decisão de Flávio Dino para 2022 definirá cargo majoritário que Othelino Neto deverá disputar

 

dep Othelino
Deputado Othelino Neto (Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão)/Foto: Reprodução

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, voltou presidir a sessão no plenário da casa nesta terça-feira (21), após rápida e marcante passagem no comando do governo do Estado.

Em entrevista ao blog upaonews.com e o jornalista Henrrique Pereira, ele fez um balanço da experiência à frente do governo, falou também brevemente sobre a conjuntura política no estado e nacionalmente, e ainda, a respeito da união do grupo político liderado pelo governador Flávio Dino.

Quanto a disputa majoritária em 2022, principal assunto nos meios políticos durante os dois dias no governo, ele ratificou sua determinação e interesse em concorrer a uma das vagas, mas diferente de alguns seguimentos políticos e da imprensa foi mais cauteloso.

“Já disse que vejo com simpatia a possibilidade de disputar o Senado, mas ainda não é algo concreto, até porque precisamos ver também qual será a decisão do governador Flávio Dino em relação a 2022. Se ele vai mesmo disputar a eleição de Presidente da República ou Senado. A partir dessa decisão dele é que outras peças vão se mexendo. Essa intensão minha como de outros, em participar da chapa majoritária é legitima. Nós precisamos é ter o discernimento para que não façamos de nossos desejos algo impositivo. Em política essas coisas se resolvem no dialogo para atender os interesses das mais diversas forças políticas, mas claro, antes de decidirmos quem será candidato a governador, vice-governador e senador precisamos ouvir sua excelência o povo”, disse Othelino Neto.

Ainda relativamente jovem, mas já de notória habilidade política, o deputado Othelino desfruta do bom momento político com prudência e colhe os frutos do trabalho que vem realizando.

Ouça aqui a entrevista com o deputado Othelino Neto

Othelino Neto retorna à presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão maior politicamente

 

3112cba6-337d-4b63-9ab7-089a0855fbc8-633x390
Rodrigo Lago, Edivaldo Holanda Júnior, Othelino Neto e Osmar Filho durante reunião no Palácio dos Leões (Foto: Gilson Teixeira)

O vice-governador Carlos Brandão (PRB), reassumiu o governo do Maranhão neste sábado (18), após passagem rápida, marcante e consolidadora do deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), à frente do Poder Executivo Estadual.

O governador Flávio Dino retorna ao comando do Estado, na segunda-feira (20), após participação num evento sobre Justiça e Segurança na London School of Economics and Political Science, na Inglaterra.

Othelino Neto assumiu o governo na última quinta-feira (16), em razão de um gesto político facilmente compreendido e de união do grupo político liderado por Flávio Dino. No exercício do governo Othelino adotou sua marca já conhecida de político habilidoso e agregador. Características que o torna atualmente quase unanimidade na Presidência do Parlamento Estadual.

Nas agendas internas e externas durante exercício do governo do Maranhão, Othelino Neto, viu seu prestigio político confirmado e fortalecido por vários seguimentos da sociedade, entre eles, a classe política.

O momento político favorável do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, é notório e atento a isso, o próprio já não esconde sua pretensão de alçar voos mais alto na política.

Apesar do tempo, Othelino já não é tratado apenas nos bastidores políticos como liderança forte e consolidada no Maranhão, tanto que é fato a inclusão do parlamentar na lista de potenciais nomes na disputa de uma das três vagas majoritárias no pleito de 2022, são elas: Governador, vice-Governador e Senado.

No Brasil manifestação só quando for para apoiar o governo

 

bolsonaro-moro
Presidente Jair Bolsonaro e o ministro Sérgio Moro/Foto: Reprodução

Da Revista Fórum

Está publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (17), Portaria assinada pelo ministro Sérgio Moro autorizando o emprego da Força Nacional de Segurança Pública na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, por 33 dias a partir de hoje.

A portaria atende a um pedido do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, “no qual solicita o emprego da Força Nacional de Segurança Pública na região da Praça dos Três Poderes e da Esplanada dos Ministérios”.

O objetivo da ação seria a “preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, na defesa dos bens e dos próprios da União”. Mas, na prática, a Força Nacional está sendo escalada para reprimir manifestações marcadas para o local.

Há a expectativa de uma marcha de indígenas e atos de movimentos sociais para os próximos dias.

As manifestações de indígenas em Brasília fazem parte do ATL (Acampamento Terra Livre), uma marcha de indígenas de diversas partes do Brasil à capital federal que ocorre há 15 anos. Neste ano, o acampamento está previsto para acontecer entre os dias 24 e 26 de abril. Em 19 de abril, celebra-se o Dia do Índio.

O acampamento de indígenas em Brasília foi alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro (PSL), na semana passada. Durante uma transmissão ao vivo via Facebook, o presidente se referiu ao evento como “encontrão” e disse que quem iria pagar a conta seria o “contribuinte”.

População da Baixada está revoltada com o deputado Edilázio Júnior

 

edilazio justo
Charge: Reprodução

Não convidem o deputado federal Edilázio Júnior e qualquer morador da Baixada Maranhense para curtirem juntos um reggae e saborearem uma jabiraca, arroz de jaçanã ou um bagre cozido.

A população da região não tem economizado nas criticas e xingamentos ao parlamentar após sua opinião sobre a construção do Cais da Península da Ponta D’Areia, ser divulgadas nas redes sociais com conotação preconceituoso às pessoas que mais serão beneficiadas com a obra. O deputado até já tentou se desculpar, mas não adiantou muita coisa.