Flávio Dino se reunirá com Bolsonaro, mas avisa que continuará crítico responsável e contumaz

 

dino-bolsonaro-600x300 (1)
Flávio Dino e Jair Bolsonaro devem se reunir em Brasília, na quinta-feira (9)/Foto: Reprodução

Para quem imaginava remota a possibilidade de Flávio Dino (PCdoB) e Jair Bolsonaro (PSL), sentarem à mesa para tentarem se entender e discutir demandas do Brasil e o Maranhão, terá que rever o modo de vê política.

Durante entrevista no último sábado (4), na TV Difusora, ao ser questionado sobre a relação com Bolsonaro, o governador do Maranhão Flávio Dino, um dos mais contumazes e duros críticos do presidente e as medidas que vem adotando, informou que eles se reunirão na próxima quinta-feira (9), em Brasília.

A reunião de Bolsonaro e Dino ocorrerá dias antes da visita que o presidente fará ao Maranhão, ainda este mês, como vem sendo comentado nos bastidores da política e imprensa local.

O encontro deve agitar a agenda política em Brasília, considerando atual conjuntura política e social no país, colocará frente a frente visões completamente antagônicas. Ao falar da reunião Flávio Dino avisou que independente de qualquer coisa, não recuará da sua postura critica em relação ao governo Bolsonaro.

“A minha principal contribuição que possa prestar ao governo federal, é continuar fazendo uma boa oposição. Critico o governo firmemente lutando pra ver se acha um bom caminho. É a primeira vez que sou chamado pelo presidente da República para uma audiência que acontecerá, na quinta-feira. Lá estarei. Eu já havia pedido formalmente desde janeiro. Se o presidente vier ao Maranhão também, se depender de mim, se ele quiser, será bem recebido, como eu recebo todo mundo com educação e nos termos da lei, independentemente da minha posição crítica”, destacou Flávio Dino.

Presidente Bolsonaro é criticado após postar vídeo ‘contra o carnaval’

 

bolsonaro-carnaval

Recluso e criticado nos dias de folia, Jair Bolsonaro (PSL) compartilhou na noite de terça-feira (5) um vídeo de um homem urinando em outro para “expor a verdade” sobre os blocos de rua no Carnaval.

“Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões (SIC)”, tuitou.

A publicação causou revolta nos foliões, que denunciaram o vídeo por conteúdo impróprio e publicaram uma avalanche de críticas nos comentários.

O vídeo veiculado pelo presidente começa com um homem com as nádegas de fora dançando em cima de um ponto de táxi. Em seguida, ele se abaixa e um outro homem urina em sua cabeça.

Segundo relatos de usuários do Twitter, o caso teria ocorrido no Blocu, bloco de carnaval que passou ontem por ruas do centro de São Paulo. O vídeo publicado por Bolsonaro mostra um prédio e um ponto de táxi que ficam na Rua Boa Vista, uma das que faziam parte do trajeto do bloco.

Indignado 1

indignados 2

indignados 3

Além de críticas ao fato de Bolsonaro ter divulgado um vídeo de conteúdo adulto, alguns internautas consideraram que o presidente estaria violando a Lei do Impeachment (lei 1.079/1950). O parágrafo 7º do artigo 9º diz que “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo” é crime de responsabilidade contra a probidade na administração pública.

Informações Revista Forum