“Somos o país que mais preserva o meio ambiente”

 

brumadinho
Brumadinho/Foto: Reprodução

Tragédia anunciada, após três anos do desastre em Mariana agora foi Brumadinho. Quantas ainda precisarão acontecer para mostrar que preservar o meio ambiente é desenvolvimento e defesa da vida…

img_20190126_074406
Brumadinho/Foto: Reprodução

Imagens mostram o momento da tragédia na igreja em Campinas

 

Euler
Atirador: Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos/Foto: Reprodução

O atirador que se suicidou após matar cinco pessoas e ferir outras no interior da Igreja Católica em Campinas, nesta terça-feira (11), foi identificado como sendo o analista de sistemas, Euler Fernando Grandolpho, 49 anos. Segundo a polícia, ele não tinha antecedentes criminais, e morava com os pais e fazia tratamento contra depressão.

De acordo com as  informações prestadas até o momento o ataque ocorreu durante a missa realizadas às 12h15, o atirador teria entrado na igreja por volta das 13h. Ele ficou sentado nos últimos bancos da igreja acompanha a celebração, quando de repente passou atirar nas pessoas, segundo testemunhas cerca de vinte disparos.

Foram mortos Sidnei Vitor Monteiro, José Eudes Gonzaga, Cristofer Gonçalves dos Santos e Elpídio Alves Coutinho, em seguida tirou a própria vida. Várias pessoas foram feridas e levadas para hospitais próximos a igreja. Os feridos foram identificados como: Jandira Prado Monteiro, 65 anos; Heleno Severo Alves, 84 anos; e Maria de Fátima Frazão, 68 anos.