Carnaval bate record de público no Maranhão e consolida Circuito Beira Mar na capital

 

Carnaval-de-Todos-2019
Foto: Reprodução

De acordo com a Secretaria de Estado da Cultura Cerca de 500 mil pessoas participaram do Carnaval realizado pelo governo do Maranhão, nos circuitos oficiais em São Luís: Beira Mar, Madre Deus, Ceprama e Pracinha da Lagoa, que começou na sexta-feira (1º) e terminou nessa terça-feira (5).

Carnaval-de-Todos-2019-13
Foto: Reprodução

“Fizemos o maior carnaval da história do Maranhão. Agradeço à população, aos artistas e grupos culturais, à Secretaria de Cultura liderada por Diego Galdino, à Secretaria de Segurança e aos policiais, à Prefeitura de São Luís e aos demais parceiros públicos e privados”, afirmou o governador Flávio Dino.

Carnaval-de-Todos-2019-3
Foto: Reprodução

O local que mais reuniu multidões foi o Circuito Beira Mar, criado em 2017. O circuito tem crescido ano a ano e já se tornou referência para o Carnaval.

Foram-500-mil-pessoas-em-5-dias-de-festa-4-1024x576
Foto: Reprodução

Flávio Dino é contra fim da estabilidade dos servidores públicos

O governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), usou as redes sociais nesta sexta-feira (16), para dizer que não concorda nem apoia a proposta de flexibilização dos critérios para demitir servidores públicos, apresentada ao presidente eleito Jair Bolsonaro, pelos governadores eleitos e reeleitos liderados por João Doria (PSDB), Ibanes Rocha (MDB) e Wilson Witzel (PSC), de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro respectivamente.

Para Flavio Dino acabar com estabilidade dos funcionários públicos não resolverá o problema das contas públicas. Por isso avisou que não contem com ele para empreitada.

DINO

A proposta consta na carta entregue ao presidente, Jair Bolsonaro, na ultima quarta-feira (14). Participaram 19 governadores, sendo apenas um da região Nordeste, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT). Há possibilidade de um novo encontro na próxima quarta-feira (21), com Jair Bolsonaro, dessa vez apenas com os nove governadores nordestinos.

Hoje a estabilidade é garantida para servidores concursados, sendo a demissão permitida apenas em casos extremos. Há também possibilidade de demissão para limite com despesas, mas nesses casos acabam em mais problemas na justiça.