Para Flávio Dino manifestações de domingo podem dar ‘errado’ mesmo dando ‘certo’

 

flavio e bosa
Governador do Maranhão Flávio Dino/Foto: Reprodução

Em matéria pública no site Uol nesta quinta-feira (23), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), alerta para possibilidade das manifestações de domingo (26), agravarem ainda mais a capacidade do governo Bolsonaro conduzir o país.

Não foi em razão do conselho de Flávio Dino, mas o presidente Jair Bolsonaro que chegou a dizer que poderia participaria das manifestações, após até convocar seus aliados e eleitores, ele avaliou melhor e resolveu desistir e ainda aconselhou seus ministros fazerem o mesmo.

Para Dino, as manifestações darão ‘errado’ mesmo dando ‘certo’.

“Essa manifestação tem tudo para da errado, mesmo se der certo. De duas uma: ou serão pequenas.., aí politicamente é muito ruim.., ou haverá manifestações importantes, mas com uma pauta contra o Congresso, contra o STF. Portanto, é uma pauta que pode ser entendida como violadora de deveres constitucionais, já que foi o próprio presidente quem convocou”, disse Dino.

O governador Flávio Dino estará entre os governadores do Nordeste, que se reunirão amanhã sexta-feira (24), em Pernambuco com Bolsonaro, na primeira viagem presidencial à região do país que foi derrotado nos nove estados.

Othelino Neto mantém unidade e se reelege Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

 

reeleito Othelino
Foto: Reprodução

Foi quase unanime o resultado da reeleição do deputado Othelino Neto (PCdoB), na presidência da Assembleia Legislativa, para o biênio 2021-2022, realizada no final da manhã desta segunda-feira (6). Dos 42 deputados que compõem o parlamento estadual apenas Hélio Soares (PR), não  compareceu à sessão e eleição.

Para o presidente reeleito Othelino Neto, a unidade na Assembleia Legislativa é a grande responsável pela realização da  eleição e consequentemente o resultado.

“O resultado demonstra este espírito de unidade. Respeitando as diferenças a diversidade. Aqui nesta mesa diretoria atual e na que foi eleita estão representadas as mais diversas forças da Assembleia inclusive o bloco de oposição. Embora não seja regimental, é habitual. É uma forma de reconhecer que a Casa não é de iguais, mas que tem objetivos em comum: legislar pelo Maranhão”, destacou Othelino Neto.

Com o nome “Igualdade e Democracia” a chapa eleita praticamente em consenso foi:

Presidente: Othelino Neto (PCdoB)

1º vice-presidente: Glalbert Cutrim (PDT)
2º vice-presidente: Detinha (PR)
3º vice-presidente: Rildo Amaral (SD)
4º vice-presidente: César Pires (PV)

1º secretário: Andreia Rezende (DEM)
2º secretário: Cleide Coutinho (PDT)
3º secretário: Pará Figueiredo (PSL)
4º secretário: Paulo Neto (DEM)

Crise: Jair Bolsonaro não atende apelos e Bebiano deixará o governo

 

montagem-carlos-bolsonaro-gustavo-bebianno
Carlos Bolsonaro vence Gustavo Bibiano que vai deixar o governo/Foto: Reprodução

BRASÍLIA —  O secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebiano,vai deixar o governo. Em conversa com o presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (15),  Bebianno foi convidado a ocupar a diretoria de uma estatal, mas não aceitou e, por isso, ficou decidido que vai sair do governo, segundo relato de auxiliares do presidente.

A permanência de Bebianno no governo tinha sido costurada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, mas Bolsonaro não ficou satisfeito. Queria rebaixar o auxiliar de posto, o que não foi aceito por Bebianno. O ministro teria dito que a oferta era uma demonstração de “ingratidão”.

Segundo esses auxiliares, o presidente e seu ministro até teriam combinado uma nova conversa na segunda-feira, mas a divulgação pela imprensa da intenção de Bolsonaro de exonerá-lo teria acelerado o processo.

Ao longo da semana, Bebianno tentou ser recebido por Bolsonaro diversas vezes, mas vinha sendo ignorado. Nesta tarde, o presidente, finalmente, resolveu atendê-lo. Em um primeiro momento, a conversa teve a participação do vice-presidente Hamilton Mourão, de Onyx e de Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional.

Ao final, o ministro e o presidente se reuniram sozinhos em um diálogo ríspido, com ataques de ambos os lados.

Envolto numa crise provocada pelo vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, que trabalha pela demissão do desafeto no governo, o ministro passou os últimos dias tentando se segurar no cargo. Bebianno enfrenta um processo de desgaste provocado por denúncias envolvendo irregularidades na sua gestão à frente do caixa eleitoral do PSL, partido dele e de Bolsonaro.

Informações do O Globo

Flávio Dino deve anunciar ainda hoje mais dois ou três novos Secretários

 

Flavio Dino UNE
Governador Flávio Dino nesta sexta-feira (8), no Palácio dos Leões/Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino disse nesta sexta-feira(8), durante entrega de mais oito Ônibus Escolares para municípios maranhenses, que deverá anunciar ainda hoje ou até segunda-feira (11), mais dois ou três nomes para compor seu secretariado.

As mudanças como já foi informado serão poucas. Esta semana o deputado Marcelo Tavares retornou ao governo para Casa Civil. Segundo Dino, serão mais seis ou cinco nomes que deverão ser anunciados até o final do mês de fevereiro.

Perguntado sobre sua participação na 11ª Bienal da UNE em Salvador está semana, Flávio Dino disse que foi simbólico, uma vez que a última vez que esteve na Bienal na Bahia foi a 30 anos como estudante.

O governador do Maranhão que falou aos participantes sobre os ’30 anos da Constituição Cidadã: Democracia e Ativismo Judicial’, também discorreu sobre as ações que vem adotando no Maranhão, com objetivo de tirar o estado do atraso que se encontrava a décadas.

Sobre a receptividade ao chegar no evento onde foi ovacionado com gritos “Queremos Flávio Dino Presidente do Brasil”, o governador disse que foi bom sempre ser lembrado.

Abaixo áudio onde Flávio Dino fala das mudanças no secretariado e da Bienal da UNE:

Flávio Dino cobra Bolsonaro postura de Presidente da República

 

dino-bolsonaro-600x300 (1)
Governador Flávio Dino e o Presidente Jair Bolsonaro/Foto: Reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino, assim como milhares de brasileiros, se posicionou sobre a decisão do deputado federal Jean Wyllys, que desistiu do mandato e resolveu deixar o Brasil, por medo de morrer.

Flávio Dino usou sua conta no twitter para sugerir ao presidente Jair Bolsonaro,  postura básica de respeito e defesa da democracia brasileira, em razão da posição e cargo que exerce.

O presidente teria comemorado, também no twitter, ao saber da decisão de Wyllys.

screenshot_2019-01-25-09-14-30

Jean Wyllys sai do país e abandona mandato; Presidente comemora

 

jean-wyllys-1
Deputado e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ), eleito para o 3º mandato decide abandonar o país por medo de ser morto/Foto: Reprodução

Em meio à grande repercussão da notícia de que o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) abandonou seu terceiro mandato e anunciou que deixará o Brasil, o presidente Jair Bolsonaro postou no Twitter a mensagem “grande dia”, sem citar nomes.

screenshot_2019-01-24-17-13-31

Primeiro e único parlamentar assumidamente gay no Congresso, Jean foi o principal rival de Bolsonaro na Câmara.

“Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé! ✊”, publicou o deputado em suas redes sociais.

A relação do comentário de Bolsonaro com Jean também foi feita por muitos internautas nos comentários da postagem, que passaram a criticar a xingar o presidente.

(Do  Brasil 247 com edição)

Presidente da AL-MA mantém agenda de trabalho mesmo durante recesso

 

othelino reunião
Desembargador Ricardo Dualibe (Presidente do TRE-MA) e o Dep. Othelino Neto (Presidente da Assembleia)/Foto: Reprodução

O deputado Othelino Neto (PCdoB), Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, mesmo a casa em recesso vem mantendo uma agenda de trabalho muito intensa. Na manhã desta sexta-feira (18), um dos primeiros a ser recebido foi o desembargador Ricardo Dualibe (Presidente do TRE-MA).

Reeleito para mais um mandato, Othelino Neto, também trabalha para garantir sua permanência na presidência do Parlamento Estadual.  Apesar de caminhar para uma eleição em tese tranquila, quer evitar surpresas durante a posse da nova legislatura e também a votação da nova Mesa Diretora para o biênio 2019-2020, que acontecerá no próximo dia 1º de fevereiro. .

Hoje também   recebeu vários deputados eleitos e reeleitos. Entre eles Adelmo Soares, Edson Araújo, Duarte Junior, Cleide Coutinho e outros. Tudo registrado nas redes sociais pelo deputado Othelino Neto.