Obras de recuperação da Capela de Pedro em São Luís estão avançando

ão

As obras de recuperação Capela de São Pedro em São Luís segue através do Programa Nosso Centro, do Governo do Estado.

A obra inclui tanto a Capela, quanto as estruturas que fazem parte do complexo.

A obra está em fase de construção do passeio e início da recuperação da estrutura metálica da cobertura e do gradil do entorno. Em seguida será iniciada a construção do muro de arrimo.

Ao todo, será revitalizada uma área de aproximadamente 4.500m².

Os serviços incluem recuperação de calçadas e da estrutura de contenção; instalações elétrica e hidráulica; pinturas; paisagismo; serviços complementares, além da estrutura da Capela propriamente dita.

38 será o número do Aliança Pelo Brasil, o mesmo calibre do revolver

 

bolsonaro-arma-2-600x400
Foto: Reprodução

Da Folha:

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o número eleitoral de seu novo partido, a Aliança pelo Brasil, será o 38 —igual ao calibre de um dos revólveres mais conhecidos do país.

“Tínhamos poucas opções e acho que o 38 é o mais fácil de gravar”, afirmou Bolsonaro durante live em rede social, na qual não fez a associação da escolha do número com a arma.

O armamento da população é um dos nortes da sigla —que recebeu uma obra feita de cartuchos de bala com seu nome e símbolo.

Aliança Pelo Brasil: Dino e Eliziane destacam paradoxo em bandeiras ‘religiosa’ e ‘armamentista’

 

dino e eleiziane

O partido da família Bolsonaro  é um dos assuntos mais comentados dentro e fora dos meios políticos. Ainda não existe formalmente, mas seu presidente já foi anunciado e será Jair Bolsonaro e o vice Flávio Bolsonaro e ainda Jair Renan um dos conselheiro, este o filho mais novo de Bolsonaro.

APBPelo menos dois aspectos das bandeiras defendidas do Aliança Pelo Brasil o ‘religioso’ e ‘armamentista’ chamaram atenção de Flávio Dino (PCdoB) e Eliziane Gama (Cidadania), respectivamente católico e evangélica. Os políticos maranhenses viram um grande paradoxo.

“Jesus Cristo não andou com espadas e lanças. Uma pessoa que realmente leu os Evangelhos sabe disso. Logo, há incompatibilidade entre apologia a armas e a mensagem cristã. Essa é uma Verdade que realmente liberta”, governador Flávio Dino.

“Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus. Mat. 5,9”, senadora Eliziane Gama.

Sancionada lei que permite aluno faltar aulas por motivos religiosos

 

sala_de_aula_ensino_medio-750x430
Foto: Reprodução/Agencia Brasil

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta sexta-feira (4) a lei que autoriza alunos das redes públicas e particulares a perderem provas e aulas por razões religiosas. A regra não se aplica a colégios militares.

De acordo com o texto da Lei 13.796/2019 (leia a íntegra), a instituição de ensino é obrigada a repor, sem qualquer prejuízo ou custo ao aluno, o conteúdo perdido por razões religiosas. A reposição pode ser feita por aulas extras ou aplicação de trabalhos, em dias ou turnos diversos, a serem definidos pela instituição e com aval do estudante.

O estudante, porém, deve informar à escola ou faculdade com antecedência. A forma e prazo da comunicação serão escolhidas livremente pela coordenação pedagógica.

Na Câmara dos Deputados, a relatoria foi de Maria do Rosário (PT-RS), que emitiu parecer favorável e conclusivo, ou seja, que dispensa a votação em plenário. Para Maria do Rosário, a lei garante o preceito constitucional de liberdade religiosa.

A lei entra em vigor em 60 dias e as instituições de ensino têm até dois anos para se adaptarem.

Do Congresso em Foco