Maranhão reduzirá em 21,30% o ICMS dos combustíveis

O Maranhão reduzirá o ICMS dos combustíveis em 21,30%, anuncio foi feito nesta sábado, dia 2, pelo governador Carlos Brandão (PSB), com a medida o valor na bomba deverá ser reduzido em R$ 0,38 centavos (gasolina); R$ 0,12 centavos (diesel); e R 2,50 (gás de cozinha).

“Bom dia! Vamos reduzir 21,30% do novo preço médio para gasolina, para efeito do cálculo do ICMS a ser pago pelas refinarias e distribuidoras. O valor do litro de gasolina será fixado em R$ 4,6591 e R$ 3,9607, o diesel (S10/S500) (..) Com isso, é para haver uma redução dos preços nas bombas de 0,38 centavos para a gasolina; 0,12 centavos para o diesel e 2,50 (dois reais e cinquenta centavos) para o gás de cozinha. O Procon e cada um de nós devemos e podemos acompanhar a redução desses preços (..) Destaco que desde o ano passado temos congelado a base de cálculo do ICMS, para minimizar os efeitos inflacionários no bolso da população”, disse o governador nas redes sociais.

Gasolina aumenta 18,8% e Diesel 24,9% a partir desta sexta dia 11

Do G1

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira, dia 10, mais reajustes nos preços de gasolina e diesel.

A partir desta sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, um aumento de 18,8%. Para o diesel, o preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, uma alta de 24,9%.

Para o GLP, o preço médio de venda do GLP da Petrobras, para as distribuidoras foi reajustado em 16,1%, e passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg.

Gasolina e Diesel mais caros quarta-feira, dia 12

A Petrobras confirmou hoje o primeiro aumento de 2022, nos preços do diesel e gasolina a partir de quarta-feira, dia 12.

O diesel ficará 8% mais caro nas refinarias, a gasolina 4,85% em média nas distribuidoras.

O diesel passará de 3,34 para 3,61 reais por litro, enquanto a gasolina subirá de 3,09 para 3,24 reais por litro.

“Coisa de bandidos”, Dino sobre ‘aumento de gasolina’ atribuído a ele

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), reagiu com indignação nas redes sociais, no inicio da tarde desta quinta-feira, dia 16, a noticias veiculadas em grupos de WhatsApp e Blogs, que ele estaria determinando aumento de gasolina no estado.

O governador negou que determinou qualquer aumento de imposto que incide sobre combustíveis. Ele lembrou que aumento de preços da gasolina é atribuição do governo federal, em seguida, classificou a divulgação da informação de “..MENTIRA. Coisa de bandido..”.

“Criminosos estão espalhando que eu autorizei aumento de alíquota de imposto sobre gasolina no Maranhão. Isso é MENTIRA. Coisa de bandidos. Problema de preço de combustíveis é nacional (..) Criminosos que estão mentindo sobre aumento de combustíveis no Maranhão deveriam saber que não existe “tabelamento de preços” de combustíveis. O governo do Estado não tem poder de fixar preço de combustíveis. O imposto previsto na Constituição incide sobre o preço de mercado”, destacou Dono no twitter.

Gasolina já passa dos R$ 7 o litro em alguns estados

Pesquisa semanal da ANP mostra que o preço da gasolina comum está mais alto, passando de R$ 7 o litro.

No Rio de Janeiro o preço mais baixo encontrado foi de R$ 5,89 e o maior, de R$ 7,05 pelo litro.

No Acre o preço varia de R$ 6,19 a R$ 7,13. Rio Grande do Sul e Tocantins são onde os preços estão mais altos.

Nas redes sociais o preço crescente da gasolina repercutiu aumentando as criticas ao governo Bolsonaro.

Gasolina, Diesel e Gás mais caros a partir desta terça-feira dia 6

Petrobras confirma aumento dos combustíveis a partir desta terça-feira, dia 6.

O diesel vai aumentar 6,3%; gasolina terá alta de 3,7%

Os preços de gasolina e diesel nas distribuidoras passarão para R$ 2,69 e R$ 2,81 por litro, respectivamente.

O gás liquefeito de petróleo (GLP) para distribuidoras passará a ser de R$ 3,60 por kg, um aumento médio de R$ 0,20 (6%) por kg.

O diesel subiu cerca de 40% e a gasolina 46% no acumulado do ano.

Com Informações do G1

Instalada CPI dos preços da Gasolina e do Gás na Assembleia Legislativa

Foram iniciados nesta segunda-feira (15), os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar, no prazo de 120 dias, supostas irregularidades envolvendo os sucessivos reajustes de preços dos combustíveis no Estado.

“As pessoas precisam de respostas e a CPI tem essa finalidade, que é buscar informações e ter acesso a documentações até então não repassadas ao Procon ou à Secretaria de Fazenda. Com base nesses fundamentos, apresentaremos um relatório, que trará respostas sobre se há ou não prática de cartel, se os valores cobrados do combustível e do gás de cozinha têm um preço abusivo ou não e, assim, garantir o direito do consumidor”, explicou o presidente da CPI.

Os deputados Duarte Júnior (Republicanos) e Ana do Gás (PCdoB) são respectivamente presidente e vice-presidente da CPI. O relator é o deputado Roberto Costa (MDB). 

Participaram da abertura dos trabalho os deputados Ciro Neto (PP) e Rafael Leitoa (PDT), membros titulares da comissão, além do deputado Wellington do Curso (PSDB). 

As reuniões da comissão serão realizadas às segundas-feiras, às 9h30, na Sala das Comissões.

O deputado Roberto Costa, relator da comissão, afirmou que, atualmente, existe uma angústia em função dos vários reajustes, que interferem em toda uma cadeia produtiva e afetam diretamente a população. Segundo ele, a Assembleia Legislativa tem um papel fundamental nesses momentos, inclusive, para trazer a legalidade desses atos para a sociedade. 

Maranhão continuará com gasolina e diesel mais baratos do Nordeste

 

postos-acordo
Foto: Reprodução

Item mais contestado pela oposição contra o Projeto Anticrise, aprovado na Assembleia  Legislativa do Maranhão, o ajuste na gasolina e o óleo diesel no estado permanecerá o mais baratos do Nordeste.

A gasolina no Maranhão e sétima mais barata no Brasil. O óleo diesel também é o mais barato do Nordeste e o quinto no país.

O mais recente levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP) mostra que o litro da gasolina no Maranhão sai em média por R$ 4,312.

O Estado que mais se aproxima desse valor no Nordeste é Pernambuco, com R$ 4,415. Uma diferença de pouco mais de R$ 0,10 (dez centavos) a cada litro.

O ajuste na alíquota do ICMS, a gasolina no Maranhão terá impacto de R$ 0,08 para o consumidor final.

No caso do diesel, o impacto para o consumidor final no Maranhão será: R$ 0,01. O valor médio do diesel no Maranhão é de R$ 3,586, o menor do Nordeste.

Com a alteração, ficará um centavo mais caro, abaixo ainda do Estado nordestino que mais se aproxima do Maranhão, a Bahia, com R$ 3,627. E será o sexto mais barato de todo o Brasil.